A BARREIRA DO BILHÃO: O Cinema das Bilheterias Massivas

jaws-box-office-lines

Filas que dobram o quarteirão de Tubarão, considerado o primeiro blockbuster da história do Cinema (pic by johnrieber.com)

O SITE IMDb FEZ UM LEVANTAMENTO DAS 44 PRODUÇÕES QUE SUPERARAM A BARREIRA DE UM BILHÃO DE DÓLARES NAS BILHETERIAS

O sucesso comercial de um filme nem sempre justifica a qualidade dele, ou vice-versa. Muitas vezes um excelente filme passa quase em branco nos cinemas para depois conquistar seu público em fitas VHS e DVD como aconteceu com Blade Runner (1982) e Um Sonho de Liberdade (1994). Esta matéria procura entender o mercado cinematográfico e confirma que os grandes estúdios não querem mais dar nenhuma chance ao fracasso e ao prejuízo.

“O QUE A MARVEL FAZ NÃO É CINEMA”

As palavras do diretor Martin Scorsese ecoaram relevantemente no último mês. Houve debates, discussões e reinterpretações por parte de cineastas, atores, crítica e público, mas a verdade é que os filmes da Marvel estão incomodando muitos profissionais da área, que perderam consideravelmente seu espaço no circuito comercial .

irishman-prem

No centro, Martin Scorsese promove seu novo filme O Irlandês pela Netflix, ao lado de Al Pacino e Robert De Niro (pic by Empire)

Partindo do princípio básico que Cinema é uma história bem contada (até mesmo os filmes experimentais têm sua narrativa), a Marvel consegue cativar seu público através de suas histórias. Claro que o elenco tem seu carisma, os efeitos visuais e sonoros são excelentes, mas é a narrativa que atrai o público para as salas, mantendo vivo o hábito das salas de projeção.

Responsável pelo planejamento da Marvel Studios, o produtor Kevin Feige soube extrair o melhor da linguagem e material dos quadrinhos e transformá-lo em uma longa série de filmes que beiram o espetáculo. Foi alguém que teve visão e soube explorá-la de forma estupenda. E, como se tratam de produções de alto custo, o estúdio, produtores e investidores, buscam retorno financeiro elevado, não apenas nas bilheterias, mas todo um marketing inteligente que vai de parques temáticos da Disney, video-games, brinquedos e até produtos escolares como cadernos e canetas.

O sucesso comercial é tão colossal, que seria impossível não ficar admirado e invejado (que o diga a DC Comics que falhou por vários anos até acertar com Aquaman). E é nessa categoria que se encaixa o comentário de Scorsese. Assim como outros diretores atuantes, ele busca seu espaço para exibir seus novos trabalhos, mas diante do cenário dominado por filmes de super-heróis, ele se viu obrigado a bater a porta da Netflix e pedir dinheiro e espaço na plataforma de streaming para seu novo O Irlandês.

Não é vergonha alguma se render à Netflix e ao streaming. Muito pelo contrário! São formas alternativas de produção de filmes (que muitas vezes não encontram meios de venda nos cinemas) e de exibição, afinal quantas casas a Netflix não alcança mundialmente? Quando estudei Cinema e lia muitos livros a respeito, todos diziam que o mais importante era seu filme alcançar o público. De que adianta ter feito um filmaço se ninguém o assiste? E o que importa se o filme não está na tela grande com caixas de som THX e DTS? Melhor ser visto num computador ou tablet do que nunca visto! Claro que o ideal seria que TODOS os filmes tivessem seu espaço no circuito comercial, mas seria algo economicamente inviável, infelizmente.

ESTRATÉGIAS PARA CONQUISTAR MAIS PÚBLICO

Mesmo a Disney ou Marvel, que são extremamente bem-sucedidos, buscam estratégias para chamar mais público. Recentemente, os grandes estúdios estão mirando cada vez mais o mercado chinês, já que se trata do maior público mundial. Para conquistá-lo, os produtores chegam a fazer versões específicas dos filmes para esse público, como aconteceu com Homem de Ferro 3, no qual a personagem chinesa interpretada por BingBing Fan sequer aparece na versão original. A franquia Transformers, que aparece duas vezes aqui, contratou a atriz Bingbing Li para viver uma das personagens em Transformers: A Era da Extinção.

Para filmar Vingadores: Era de Ultron e Pantera Negra, a Marvel optou por selecionar a Coréia do Sul como locação pelo custo mais baixo e para tentar conquistar mais espaço nas bilheterias do país, já que a nação asiática é uma das raras em que as produções nacionais arrecadam mais do que as norte-americanas. Vale lembrar que escalaram a atriz sul-coreana Claudia Kim para viver a personagem cientista Dra. Helen Cho.

E, claro, as campanhas publicitárias contam com a presença dos astros dos filmes. Robert Downey Jr. foi à China para divulgar Homem de Ferro 3. Todos os Vingadores foram à Coréia do Sul prestigiar o público. Tom Holland e Jake Gyllenhaal vieram ao evento da CCXP aqui no Brasil para divulgar Homem-Aranha: Longe de Casa em 2018, e este ano, o elenco de Star Wars: A Ascensão Skywalker marcará presença no mesmo evento, confirmando que o Brasil também é um mercado enorme para as grandes produções.

avengerskoreahead

Premiere de Vingadores: Ultimato na Coréia do Sul, com as presenças dos diretores Anthony e Joe Russo, o produtor Kevin Feige, e os atores Robert Downey Jr., Brie Larson e Jeremy Renner (pic by vitalthrills.com)

Não deixa de ser uma estratégia também a aquisição da Twentieth Century Fox pela Disney, que já tinha outras grandes corporações em seu bolso: a Marvel Studios, a LucasFilm e a Pixar Animations. Completando, na semana passada, a empresa lançou a sua própria plataforma de streaming intitulada Disney Plus, que disponibiliza filmes e séries de todos esses selos. Apesar de ainda estar em seu início, em breve deve competir com a Netflix e até ultrapassá-la em números de usuários.

disney plus_1.0

Plataforma de streaming da Disney Plus contendo produções da Disney, Pixar, Marvel, Star Wars e até National Geographic (pic by Polygon)

Tais fatores ajudam a explicar melhor os números de bilheteria desses 44 filmes que ultrapassaram a barreira de 1 bilhão de dólares, e explicam o medo que muitos profissionais da área têm do monopólio desenfreado da Disney.

GALINHA DE OVOS DE OURO

Todo grande estúdio tem sua própria galinha de ovos de ouro. No caso da Universal, eles têm nesta lista o sétimo e o oitavo filme da franquia Velozes & Furiosos. Vocês acham que eles vão parar por aí? Com um elenco relativamente mais barato e sequências de ação com automóveis, os filmes mostraram sobrevida mesmo com a saída de Paul Walker (falecido em 2013). A cada nova produção, a fórmula é a mesma: prover novas sequências de ação com carros e contratar algum nome de destaque como Charlize Theron. E no caso da nova trilogia de Jurrasic World, bastam novos tipos de dinossauros, inclusive os mutados geneticamente, e novos personagens para servirem de refeição aos animais pré-históricos.

Outra franquia que, honestamente, não vejo como conseguem atrair tanto público para assistir aos filmes é a dos Transformers! Bom, a Paramount sabe muito bem como, e pretende manter assim. O diretor Michael Bay pode não ser uma unanimidade entre cinéfilos, mas se derem uns 200 milhões de orçamento, espera-se que ele arrecade cinco vezes mais. São casos que exemplificam o famoso “em time que está ganhando não se mexe”. Por um lado temos outros artistas e cinéfilos que reclamam da mesmice, como Scorsese, por outro temos um público fiel às franquias que querem ainda mais.

Pelo lado da Pixar, as animações são sempre garantia de sucesso comercial. Apesar de ter primado pela criatividade e originalidade na década anterior com Os Incríveis, Ratatouille e Wall-E, nos últimos anos deram uma relaxada para se apoiarem nas sequências lucrativas: Carros 2, Carros 3, Os Incríveis 2, Toy Story 4, Procurando Dory e Universidade Monstros. Mesmo assim, duas dessas sequências ultrapassaram um bilhão nas bilheterias.

Aliás, as animações são um segmento naturalmente lucrativo, independente se é original ou sequência, porque são filmes destinados ao público infantil, que obriga os pais ou tios a levarem as crianças aos cinemas. Se o filme não se limitar ao universo infantil, pode conquistar os adultos também como aconteceu com Up – Altas AventurasZootopia e Homem-Aranha no Aranha-Verso, que conquistaram o Oscar de Melhor Animação também.

E para aqueles que defendem que a Academia só premia os sucessos de bilheteria, vale lembrar que apenas dois filmes nesta lista do bilhão venceram o Oscar de Melhor Filme: O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003) e Titanic (1997), curiosamente ambos os filmes conquistaram onze estatuetas, mantendo um recorde histórico ao lado de Ben-Hur (1959).

ACORDO COM DIRETORES

Os grandes estúdios estão cada vez mais rígidos a fechados para novos projetos. Eles não trocam o certo pelo duvidoso, pois isto representaria um alto risco que eles não estão dispostos a correr. Por outro lado, se você lhes trouxe um bom lucro através de seu filme anterior, é muito mais fácil eles abrirem os bolsos para seu próximo projeto como uma forma de retribuição.

Olhando a lista dos 44 filmes, vemos alguns diretores que marcaram presença mais de uma vez. Christopher Nolan é um deles. O diretor britânico rendeu mais de dois bilhões com suas duas sequências do Batman de Christian Bale. Como forma de agradecimento e até investimento mais arriscado, a Warner Bros. deu carta branca (e montanhas de dinheiro) para que ele realizasse seus projetos mais pessoais como O Grande Truque (2006), A Origem (2010), Interestelar (2014) e Dunkirk (2017). Hoje, Nolan é visto como sinônimo de sucesso garantido, independente do projeto que ele toque, um privilégio cada vez mais raro no sistema industrial.

O diretor malaio James Wan também aparece duas vezes nessa lista em duas franquias diferentes, Velozes & Furiosos e Aquaman, o que certamente lhe rendeu sinal verde com bom orçamento para que ele continue filmando seus ótimos filmes de terror como Invocação do Mal, Sobrenatural e atualmente está filmando Malignant, que tem estréia marcada para 2020.

São as regras do jogo no Cinema que fazem as engrenagens rodarem e produzirem grandes sucessos. Vamos à lista dos 44 filmes mais bem-sucedidos em ordem crescente:

44. The Dark Knight43. Joker42.The Hobbit

41. Zootopia40. Alice in Wonderland39. Star Wars Episode I38. Finding Dory37. Kurassic Park36. Despicable Me 335. Pirates of the Caribbean On Stranger Tides34. Aladdin33. Rogue One32. Pirates of the Caribbean Dead Mans Chest31. Toy Story 330. Toy Story 429. The Dark Knight Rises28. Transformers Age of Extinction27. Skyfall26. The Lord of the Rings25. Transformers Dark of the Moon24. Captain Marvel23. SpiderMan Far from Home22. Aquaman21. Captain America Civil War20. Minions19. Iron Man 318. Fate of the Furious17. The Incredibles 216. Beauty and the Beast15. Frozen14. Jurassic World Fallen Kingdom13. Star Wars The Last Jedi12. Harry Potter and the Deathly Hallows part 211. Black Panther10. Avengers Age of Ultron9. Furious Seven8. The Avengers7. The Lion King6. Jurassic World5. Avengers Infinity War4. Star Wars The Force Awakens3. Titanic2. Avatar1. Avengers Endgame

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: