‘ERA UMA VEZ EM… HOLLYWOOD’ e ‘PARASITA’ LEVAM o ADG

 

Once Upon 2

Filmagem de Era Uma Vez em… Hollywood com Al Pacino, Leonardo DiCaprio e Robert Richardson cuidando da câmera no set. Pic by IMDb

SINDICATO DE DIRETORES DE ARTE RECONHECE A RECONSTRUÇÃO DOS ANOS 60 DE TARANTINO E CONTEMPORANEIDADE DE PARASITA

Na noite deste sábado, 01/02, o Sindicato de Diretores de Arte divulgou seus vencedores em Los Angeles. Pela categoria de Filme de Época, Barbara Ling foi a vencedora por Era Uma Vez em… Hollywood com toda aquela recriação da Hollywood do fim dos anos 60. Não apenas pela perfeição em seu trabalho, mas também pelo tamanho colossal dos designs retratados dessa época como estúdios (onde foram gravados os westerns estrelados pelo personagem de Leonardo DiCaprio), trailers, cinemas, aquela vila de hippies, e as próprias ruas em que Cliff Booth (Brad Pitt) anda com seu carro. Ling é a favorita para levar o Oscar, e caso vença, será o primeiro Oscar de Direção de Arte na filmografia de Tarantino.

Pela categoria de Design Contemporâneo, Lee Ha-Jun venceu por Parasita. Muita gente fala apenas da mansão da família Park, que realmente é uma personagem em si com todos aqueles cômodos refinados, construídos especialmente para o filme, mas temos que lembrar também da casa e do bairro da família Kim. Criar um ambiente sujo é mais difícil do que parece. Quando vemos a casa deles, que fica abaixo do horizonte da rua, parece que realmente é um lugar que foi habitado com aquele banheiro apertado, cheio de goteiras e infiltrações, e objetos nitidamente usados, faz com que a gente acredite que a equipe de filmagem filmou um lugar pronto. E sem contar que a sequência da enchente foi toda produzida (sim, também parece muito real).

Parasita

O banheiro da casa da família Kim em Parasita (pic by IMDb)

E pela categoria de Filme de Fantasia, a Marvel levou por Vingadores: Ultimato, o que foi uma surpresa pela concorrência de Ad Astra, Aladdin, Dumbo, Malévola e Star Wars (aliás, uma categoria toda dominada pela Disney, que comprou a Fox recentemente). Não que os trabalhos indicados aqui primem por criatividade e originalidade, porque são recriações live actions e sequências (com exceção de Ad Astra), mas Vingadores também não apresenta muitos cenários novos. Temos uma sequência no Japão, algumas cenas do pós-estalar de dedos de Thanos, a casa de campo de Tony Stark… mas enfim, claro que são trabalhos igualmente fenomenais. É que normalmente primamos mais pela criatividade, ainda mais em produções de fantasia e ficção científica que podem nos oferecer algo inovador.

Bom, e no quesito corrida para o Oscar, obviamente Era Uma Vez em… Hollywood e Parasita largam na frente. Em 23 anos de ADG, foram 15 acertos que combinaram com o Oscar. Claro que acertar pelo menos um de três categorias fica mais fácil, mas o sindicato de Diretores de Arte costuma ficar alinhado com a Academia. Segue tabela comparativa abaixo dos últimos cinco anos:

ANO ÉPOCA FANTASIA/SCI-FI CONTEMP OSCAR
2018 A Favorita Pantera Negra Podres de Ricos Pantera Negra
2017 A Forma da Água Blade Runner 2049 Logan A Forma da Água
2016 Estrelas Além do Tempo Passageiros La La Land La La Land
2015 O Regresso Mad Max: Estrada da Fúria Perdido em Marte Mad Max: Estrada da Fúria
2014 O Grande Hotel Budapeste Guardiões da Galáxia Birdman O Grande Hotel Budapeste

Na 24ª cerimônia do ADG, também houve uma homenagem póstuma a Syd Mead com o prêmio Cameron Menzies. Ele foi responsável pelo conceito artístico de obras-primas da ficção científica como Blade Runner (1982), Tron: Uma Odisséia Eletrônica (1982), Aliens, o Resgate (1986), Elysium (2013) e do último Blade Runner: 2049 (2016). Ele morreu no último mês de dezembro, quando tinha 86 anos. O diretor Denis Villeneuve apresentou o prêmio com as seguintes palavras: “Ele era um futurista e explorador visual. Ele era influente e criou design de filmes revolucionários.”

Nas categorias de TV, os grandes vencedores foram Chernobyl, Russian Doll, The Big Bang Theory e The Umbrella Academy. Veja os vencedores abaixo:

CINEMA

FILME DE ÉPOCA
Era uma Vez em… Hollywood – Barbara Ling

FANTASIA OU FICÇÃO CIENTÍFICA
Vingadores: Ultimato – Charles Wood

CONTEMPORÂNEO
Parasita – Lee Ha-Jun

ANIMAÇÃO
Toy Story 4 – Bob Pauley

TV/ STREAMING

ONE-HOUR PERIOD OR FANTASY SINGLE-CAMERA SERIES
The Marvelous Mrs. Maisel: ‘Ep. 305, Ep. 308,’” Bill Groom

ONE-HOUR CONTEMPORARY SINGLE-CAMERA SERIES
“The Umbrella Academy: ‘We Only See Each Other at Weddings and Funerals,’” Mark Worthington

TELEVISION MOVIE OR LIMITED SERIES
“Chernobyl,” Luke Hull

HALF HOUR SINGLE-CAMERA SERIES
“Russian Doll: ‘Nothing in This World is Easy,’” Michael Bricker

MULTI-CAMERA SERIES
“The Big Bang Theory: ‘The Stockholm Syndrome,’ ‘The Conference Valuation,’ ‘The Propagation Proposition,’” John Shaffner

SHORT FORMAT: WEB SERIES, MUSIC VIDEO OR COMMERCIAL
MedMen: “The New Normal,” James Chinlund

VARIETY, REALITY OR EVENT SPECIAL
“Drunk History: “Are You Afraid of the Drunk?” Monica Sotto 

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: