‘TUDO EM TODO LUGAR AO MESMO TEMPO’ CONQUISTA 2 GOTHAM AWARDS, incluindo MELHOR FILME

FILME DE MULTIVERSO DA A24 ABRE A TEMPORADA DE PREMIAÇÕES EM ALTA

Em cerimônia realizada nesta segunda-feira em Nova York, tivemos uma breve noção do que pode nos esperar até Março, quando acontece a 95ª edição do Oscar. A aventura multidimensional Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo saiu premiado como o Melhor Filme independente e a Melhor Performance de Coadjuvante para Ke Huy Quan.

Em seu discurso, o ator ficou bastante emocionado: “Frequentemente, são os filmes independentes que abrem as portas para atores que não têm muitas chances de encontrar oportunidades. Eu era esse tipo de ator.” Para quem não se lembra, Ke Huy Quan ficou conhecido como o ator mirim de Indiana Jones e o Tempo da Perdição (1984) e Os Goonies (1985) como o inventivo Dado. Afastou-se por quase 20 anos da profissão e, agora, em alta novamente, estará na segunda temporada da série da Marvel, ‘Loki’, além de participar do elenco de The Electric State, novo filme dos irmãos Russo.

A premiação de Ke Huy Quan anima ainda mais se lembrarmos que o último vencedor do Gotham, Troy Kotsur, acabou faturando o Oscar de Ator Coadjuvante. Ainda sobre atores, Danielle Deadwyler bateu fortes concorrentes como Cate Blanchett, Michelle Yeoh e Brendan Fraser e levou o prêmio de Melhor Performance de Protagonista pelo drama Till, no qual ela interpreta uma mãe de luto pelo filho linchado e assassinado por racistas em 1955. Infelizmente, ela não está indicada ao Independent Spirit Awards, mas esse prêmio já a coloca no mapa da categoria de Melhor Atriz. Quem sabe não teremos a segunda atriz negra a ganhar Oscar depois de Halle Berry? É difícil pelo favoritismo de Blanchett, mas até Março tem chão. Já na categoria de Performance Revelação, o prêmio ficou com a croata Gracija Filipovic no drama Murina.

Ainda sobre atores, vale lembrar que Adam Sandler e Michelle Williams foram homenageados pelo Tribute Award, uma alternativa que o Gotham Awards encontrou para alavancar as campanhas de artistas bem cotados. Em 2021, Kristen Stewart e Jane Campion foram homenageadas e acabaram no Oscar. Sandler pode concorrer por prêmios pelo filme Arremessando Alto (disponível na Netflix), enquanto Williams deve disputar como Atriz por Os Fabelmans (estreia em Fevereiro nos cinemas brasileiros).

No Gotham, não há prêmio de Direção, mas de Direção de Estreante, aqui vencida por Charlotte Wells pelo belíssimo Aftersun. No Brasil, a MUBI fez parceria com a produtora O2 Filmes, e o filme deve ser lançado nos cinemas no dia 1º de Dezembro, antes de chegar à plataforma de streaming. Aftersun, estrelado por Paul Mescal e Frankie Corio, é inspirado na relação que a diretora tinha com o pai durante viagem à Turquia.

Nas demais categorias, vale ressaltar o prêmio de Roteiro para o drama Tár, de Todd Field, mais uma vez indicando que não se trata apenas de atenção para Cate Blanchett; Filme Internacional para o francês O Acontecimento, que já havia vencido o Leão de Ouro no Festival de Veneza de 2021, mas é inelegível para o Oscar por ser de 2021; e Documentário para All That Breathes, uma co-produção de Reino Unido, Índia e EUA, sobre a proteção ambiental focada num pássaro em extinção.

Confira todos os vencedores do 32º Gotham Awards abaixo:

CINEMA

Melhor Filme
Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo (Everything Everywhere All at Once)

Diretor Revelação
Charlotte Wells (Aftersun)

Melhor Roteiro
Todd Field (Tár)

Atuação Revelação
Gracija Flipovic (Murina)

Atuação de Coadjuvante
Ke Huy Quan (Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo)

Atuação de Protagonista
Danielle Deadwyler (Till)

Melhor Filme Internacional
O Acontecimento (Happening)

Melhor Documentário
All That Breathes

TV e STREAMING

Série Revelação com Episódios Abaixo de 40 Minutos
Mo (Netflix)

Série Revelação com Episódios Acima de 40 Minutos
Pachinko (Apple+)

Atuação de Televisão
Ben Whishaw (This Is Going To Hurt)

Série Revelação de Não-Ficção
We Need to Talk About Cosby

‘TUDO EM TODO LUGAR AO MESMO TEMPO’ LIDERA INDEPENDENT SPIRIT com 8 INDICAÇÕES

FILME DE MULTIVERSO SE DESTACA EM PREMIAÇÃO DE CINEMA INDEPENDENTE

Na manhã desta terça (22), os atores Taylour Paige e Raúl Castillo anunciaram os indicados ao 38º Independent Spirit Awards numa live do canal Film Independent. Segue link do vídeo para quem não conseguiu acompanhar:

Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo foi o grande recordista desta edição, com oito indicações, inclusive para categorias-chave como Filme, Direção, Atriz (Michelle Yeoh), Ator Coadjuvante (Ke Huy Quan), Atriz Coadjuvante (Jamie Lee Curtis) e Roteiro. Ainda é cedo para dizer as reais chances do filme até o Oscar, mas este início no Gotham e Independent soa promissor.

Em 2º lugar, com sete indicações, TÁR está em ascensão. Indicado a Filme, Direção, Roteiro, Montagem e Fotografia, o filme parece muito mais do que um veículo para um novo Oscar para Cate Blanchett, obviamente indicada aqui. Já o grande candidato independente é Aftersun, filme de estreia de Charlotte Wells, sobre a última viagem de pai e filha na Turquia, que obteve cinco indicações, inclusive para sua dupla de atores Paul Mescal e Frankie Corio.

Embora tenha sido indicado a Filme, Direção e Roteiro, o drama Women Talking, de Sarah Polley, acabou sendo “prejudicado” pelo prêmio coletivo do elenco todo. Jessie Buckley, Rooney Mara e Claire Foy estão bem cotadas, mas o prêmio Robert Altman as tirou da competição individual.

Ainda sobre atuações, é importante ressaltar que se trata da primeira edição do prêmio com as categorias sem gênero, alterando para atuações de protagonista e de coadjuvante. Dessa forma, é possível notar que dos 10 indicados a Atuação de Protagonista, 8 são mulheres, enquanto na categoria de Coadjuvante, apenas 3 são mulheres.

A ausência mais sentida entre os indicados foi o novo filme de Darren Aronofsky, The Whale, que falhou em conseguir indicações até para seu protagonista Brendan Fraser. Resta saber se esnobada vai causar algum prejuízo na campanha do ator, que recentemente alegou que, se indicado ao Globo de Ouro, não irá comparecer ao evento devido aos escândalos de 2003, quando o então presidente da HFPA o assediou. Outra indicação aguardada que não aconteceu foi da atriz Danielle Deadwyler pelo drama Till – A Busca por Justiça, que trata de um caso de racismo nos anos 50. Já na categoria de Filme Internacional, a ausência sentida ficou por conta do filme alemão Nada de Novo no Front, disponível na Netflix.

Dos últimos 5 vencedores de Melhor Filme do Independent Spirit Awards, apenas Nomadland conquistou o Oscar de Melhor Filme.

A cerimônia está agendada para o dia 04 de Março, em Santa Monica, CA.

Confira todos os indicados e premiados do Independent Spirit Awards 2023:

MELHOR FILME

  • Até os Ossos (Bones and All)
  • Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo (Everything Everywhere all at Once)
  • Our Father, the Devil (Mon Père, le Diable)
  • TÁR
  • Women Talking

MELHOR FILME DE ESTREIA

  • Aftersun
  • Emily the Criminal
  • The Inspection
  • Murina
  • Palm Trees and Power Lines

MELHOR DIRETOR

  • Todd FieldTÁR
  • KogonadaAfter Yang
  • Dan Kwan & Daniel ScheinertTudo em Todo Lugar a Todo Tempo
  • Sarah PolleyWomen Talking
  • Halina ReijnMorte, Morte, Morte

MELHOR ROTEIRO

  • KogonadaAfter Yang
  • Lena DunhamCatarina, a Menina Chamada Passarinha
  • Dan Kwan & Daniel ScheinertTudo em Todo Lugar a Todo Tempo
  • Todd FieldTÁR
  • Sarah Polley & Miriam ToewsWomen Talking

MELHOR ROTEIRO DE ESTREANTE

  • Sarah DeLappeMorte, Morte, Morte
  • K.D. DávilaEmergency
  • John Patton FordEmily the Criminal
  • Joel Kim BoosterFire Island: Orgulho e Sedução
  • Jamie DackAudrey FindlayPalm Trees and Power Lines

MELHOR ATUAÇÃO DE PROTAGONISTA

  • Cate BlanchettTÁR
  • Dale DickeyA Love Song
  • Mia GothPearl
  • Regina HallHonk for Jesus. Save Your Soul
  • Paul Mescal, Aftersun
  • Aubrey Plaza, Emily the Criminal
  • Jeremy Pope, The Inspection
  • Taylor Russell, Até os Ossos
  • Andrea Riseborough, To Leslie
  • Michelle Yeoh, Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo

MELHOR ATUAÇÃO DE COADJUVANTE

  • Jamie Lee Curtis, Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo
  • Brian Tyree Henry, Passagem
  • Nina Hoss, TÁR
  • Brian D’Arcy James, The Cathedral
  • Ke Huy Quan, Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo
  • Trevante Rhodes, Bruiser
  • Theo Rossi, Emily the Criminal
  • Mark Rylance, Até os Ossos
  • Jonathan Tucker, Palm Trees and Power Lines
  • Gabrielle Union, The Inspection

MELHOR ATUAÇÃO REVELAÇÃO

  • Frankie Corio, Aftersun
  • Garcija Filipovic, Murina
  • Stephanie Hsu, Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo
  • Lily McInerny, Palm Trees and Power Lines
  • Daniel Zolghardi, Funny Pages

MELHOR FOTOGRAFIA

  • Gregory OkeAftersun
  • Hélène LouvartMurina
  • Anisia UzeymanNeptune Frost
  • Eliot RockettPearl
  • Florian HoffmeisterTÁR

MELHOR MONTAGEM

  • Blair McClendonAftersun
  • Ricky D’AmbroseThe Cathedral
  • Paul RogersTudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo
  • Dean Fleischer-Camp & Nick PaleyMarcel the Shell With Shoes On
  • Monika WilliTÁR

MELHOR FILME INTERNACIONAL

  • Corsage (Áustria/Luxemburgo/França/Bélgica/Itália/Inglaterra)
    Dir. Marie Kreutzer
  • Joyland (Paquistão/EUA)
    Dir: Saim Sadiq
  • Leonor Will Never Die (Filipinas)
    Dir: Martika Ramirez Escobar
  • Return to Seoul (Coréia do Sul/França/Bélgica/Romêmia)
    Dir: Davy Chou
  • Saint Omer (França)
    Dir: Alice Diop

MELHOR DOCUMENTÁRIO

  • A House Made of Splinters
  • All that Breathes
  • All the Beauty and the Bloodshed
  • Midwives
  • Riotsville, U.S.A.

PRÊMIO JOHN CASSAVETES

  • The African Desperate
  • A Love Song
  • The Cathedral
  • Holy Amy
  • Something in the Dirt

ROBERT ALTMAN AWARD

WOMEN TALKING
Diretora: Sarah Polley
Diretores de Casting: John Buchan, Jason Knight
Elenco: Shayla Brown, Jessie Buckley, Claire Foy, Kira Guloien, Kate Hallett, Judith Ivey, Rooney Mara, Sheila McCarthy, Frances McDormand, Michelle McLeod, Liv McNeil, Ben Wishaw, August Winter

PRODUCERS AWARD

  • Liz Cardenas
  • Tory Lenosky
  • David Grove Churchill Viste

SOMEONE TO WATCH AWARD

  • Adamma Ebo – “Honk for Jesus. Save Your Soul”
  • Nikyatu Jusu – “Nanny”
  • Araceli Lemos – “Holy Emy”

TRUER THAN FICTION AWARD

  • Isabel Castro – “Mija”
  • Reid Davenport – “I Didn’t See You There”
  • Rebeca Huntt – “Beba”
%d blogueiros gostam disto: