‘La La Land’ domina a premiação do Critics’ Choice Awards com 8 prêmios

No centro, os atores Emma Stone e Ryan Gosling posam ao lado do diretor Damien Chazelle. O musical La La Land levou oito prêmios.

No centro, os atores Emma Stone e Ryan Gosling posam ao lado do diretor Damien Chazelle. O musical La La Land levou oito prêmios.

MUSICAL SE SOBRESSAI NA TEMPORADA E ASSUME FAVORITISMO

Pelo visto, o plano do Critics’ Choice Awards de antecipar sua cerimônia de premiação em quase um mês deu certo pois, ao contrário da última edição, as celebridades compareceram ao evento, e acima de tudo, a “Bolha Assassina” (Critics’ Choice) conseguiu ser a primeira grande premiação do calendário cinematográfico. O problema foi que no dia seguinte, já saíram as indicações do Globo de Ouro, e dois dias depois saem as indicações ao SAG Awards, e aí pergunto aos blogueiros: Pra que dormir?

Bom, como já devem ter percebido, não gosto muito do Critics’ Choice Awards. O problema principal é sua falta de personalidade (copia todas as categorias de outros prêmios), além disso, está mais preocupado na porcentagem de acerto em relação ao Oscar do que com credibilidade, e puxa um saco danado das celebridades como o Globo de Ouro faz, mas sem ter a mesma história de décadas de afinidade com as estrelas.

Pra vocês terem uma idéia do absurdo do Critics’ Choice, existem 50 (cinquenta!) categorias de Cinema e TV. Este ano, roubaram até a categoria de Ator Convidado do Emmy for Christ sake! Daqui a pouco, eles vão incluir as categorias do MTV Movie Awards também, como Melhor Beijo, Melhor Vilão, Melhor Performance Sem Camisa… Ainda bem que as estatuetas são feitas de acrílico ou cristal, porque se fosse de ouro, iria faltar na reserva mundial! Tem tanto prêmio pra dar, que muitos dos resultados foram divulgados nos intervalos de forma bastante simples, no estilo diagrama de bolão da empresa, como se estivessem cumprindo um mero dever. Minha sugestão? Reduzam as categorias! Está nítido que eles preferem bajular os atores do que reconhecer técnicos, dos quais muitos nem foram convidados.

Sobre o anúncio dos vencedores no intervalo, quando o ator Casey Affleck subiu ao palco, quebrou as pernas dos produtores do evento: “É engraçado pular o prêmio do roteiro assim porque nenhum de nós estaríamos aqui se não fosse o roteiro. Provavelmente, eles teriam discursos interessantes para falar.” Depois dessa, colocaria o prêmio de roteiro em primeiro lugar na próxima edição!

Com um visual Joaquin Phoenix-vou-me-aposentar, Casey Affleck posa com seu Critics' Choice (pic by REUTERS/Danny Moloshok)

Com um visual Joaquin Phoenix-vou-me-aposentar, Casey Affleck posa com seu Critics’ Choice por Manchester à Beira-Mar (pic by REUTERS/Danny Moloshok)

Não ajuda também o fato de convocarem T.J. Miller pra ser host. Aonde viram graça nesse rapaz? Talvez na série Sillicon Valley ele seja um pouco mais engraçado, mas como host (e pela segunda vez consecutiva!) foi apenas sorrisos amarelos. As piadas dele pareciam forçadas demais, como se ele precisasse apelar pro tom de voz ou figurino. Enfim, se o prêmio não tem personalidade, o que dirá do host…

Host pela segunda vez, T.J. Miller se esforça pra animar a platéia (pic by getty images)

Host pela segunda vez, T.J. Miller se esforça pra animar a platéia (pic by getty images)

Gostaria também de citar aqueles prêmios especiais concedidos na cerimônia. Viola Davis recebeu um prêmio novo chamado #SeeHer com perfil feminista. Apesar do discurso bonito em que a atriz enalteceu a busca pela própria identidade, considero um prêmio desnecessário e bem politicamente correto. Hoje em dia, os discursos de agradecimento já são assim; não precisamos de mais prêmios que demandem mais discussões quadradas. O que dizer então do prêmio Entertainment Weekly’s Entertainer of the Year para Ryan Reynolds? Tudo bem que é um prêmio patrocinado pela revista homônima, mas precisa? Daqui a pouco vão entregar o prêmio da revista People para o Homem Mais Sexy do Ano! E vale lembrar que tanto Viola Davis, quanto Reynolds, ganharam os prêmios pelos quais concorriam: Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Ator em Comédia, respectivamente.

Viola Davis posa com seu Critics' Choice de Coadjuvante por Fences (pic by Global Grind)

Viola Davis posa com seu Critics’ Choice de Coadjuvante por Fences (pic by Global Grind)

Quanto aos resultados, o grande vencedor da noite foi La La Land, que levou oito prêmios: Filme, Diretor, Roteiro Original, Fotografia, Montagem, Direção de Arte, Trilha Musical e Canção. Já esperava essa chuva de prêmios técnicos, mas confesso que fiquei meio surpreso com a vitória de Damien Chazelle como Diretor, e de Fotografia. Achei que ambos os prêmios iriam para o drama Moonlight, que vinha dividindo as atenções com a crítica. Mas o filme de Barry Jenkins saiu com os prêmios importantes de Ator Coadjuvante para Mahershala Ali, e de Elenco, que podem se repetir no SAG Awards.

Já o drama independente Manchester à Beira-Mar conquistou o prêmio de Roteiro Original, Ator para Casey Affleck e de Jovem Ator para Lucas Hedges. Embora estejam em alta com a crítica, são dois atores meio desconhecidos do grande público, fato que pode prejudicá-los na corrida ao Oscar.

E outro grande vencedor da noite foi Jackie, de Pablo Larraín. Além de ganhar como Melhor Maquiagem e Figurino, teve sua protagonista reconhecida como Melhor Atriz: Natalie Portman. Achava que o prêmio estaria entre Emma Stone e Isabelle Huppert, mas pelo visto, a atriz está no páreo para ganhar seu segundo Oscar.

Grávida do segundo filho, Natalie Portman usa uma espécie de poncho estampado ao receber o Critics' Choice Awards (pic by gotceleb.com)

Grávida do segundo filho, Natalie Portman usa uma espécie de poncho estampado ao receber o Critics’ Choice Awards (pic by gotceleb.com)

Do lado das comédias, eu gosto de Deadpool, mas ganhar como Melhor Comédia do Ano? Será? Tudo bem que a competição também não ajudava muito, mas… Engraçado que antes de revelar o vencedor, o apresentador lembrou que os últimos quatro vencedores da categoria foram indicados a Melhor Filme no Oscar. Não vejo Deadpool indicado a Filme pela Academia… talvez Maquiagem.

Com esse adiantamento da cerimônia para dezembro, não houve tempo hábil para projeção de possíveis candidatos ao Oscar como a ficção científica de Morten Tyldum, Passageiros, o novo filme da franquia Rogue One: Uma História Star Wars, e o ambicioso projeto de Martin Scorsese, Silêncio. Todos ficaram de fora da premiação… e aí a pergunta que fica é: haverá tempo para se recuperarem até o Oscar?

Nas categorias de televisão e mídia, embora Game of Thrones tenha vencido como Melhor Série Dramática, foi a minissérie contundente The People v. O.J. Simpson que acabou levando a maioria dos prêmios. O polêmico caso envolvendo o ex-ator e ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson também protagoniza o documentário O.J.: Made in America, de Ezra Edelman, que está entre os favoritos ao Oscar da categoria.

VENCEDORES DO 22º CRITICS’ CHOICE AWARDS:

CINEMA

MELHOR FILME
La La Land: Cantando Estações

MELHOR ATOR
Casey Affleck (Manchester à Beira-Mar)

MELHOR ATRIZ
Natalie Portman (Jackie)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Mahershala Ali (Moonlight)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Viola Davis (Fences)

MELHOR ATOR OU ATRIZ JOVEM
Lucas Hedges (Manchester à Beira-Mar)

MELHOR ELENCO
Moonlight

MELHOR DIRETOR
Damien Chazelle (La La Land)

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL – Empate
Damien Chazelle (La La Land)
Kenneth Lonergan (Manchester à Beira-Mar)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Eric Heisserer (A Chegada)

MELHOR FOTOGRAFIA
Linus Sandgren (La La Land)

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco (La La Land)

MELHOR MONTAGEM
Tom Cross (La La Land)

MELHOR FIGURINO
Madeline Fontaine (Jackie)

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM
Jackie

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Mogli: O Menino Lobo

MELHOR LONGA DE ANIMAÇÃO
Zootopia

MELHOR FILME DE AÇÃO
Até o Último Homem

MELHOR ATOR EM FILME DE AÇÃO
Andrew Garfield (Até o Último Homem)

MELHOR ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Margot Robbie (Esquadrão Suicida)

MELHOR COMÉDIA
Deadpool

MELHOR ATOR EM COMÉDIA
Ryan Reynolds (Deadpool)

MELHOR ATRIZ EM COMÉDIA
Meryl Streep (Florence: Quem é Essa Mulher?)

MELHOR FICÇÃO CIENTÍFICA OU TERROR
A Chegada

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Elle, de Paul Verhoeven

MELHOR CANÇÃO
“City of Stars” (La La Land)

MELHOR TRILHA MUSICAL
Justin Hurwitz (La La Land)

TV

MELHOR SÉRIE – DRAMA
Game of Thrones

MELHOR ATOR – SÉRIE DRAMA
Bob Odenkirk (Better Call Saul)

MELHOR ATRIZ – SÉRIE DRAMA
Evan Rachel Wood (Westworld)

MELHOR ATOR COADJUVANTE – SÉRIE DRAMA
John Lithgow (The Crown)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE DRAMA
Thandie Newton (Westworld)

MELHOR PERFORMANCE CONVIDADA EM SÉRIE DRAMA
Jeffrey Dean Morgan (The Walking Dead)

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA
Silicon Valley

MELHOR ATRIZ – SÉRIE COMÉDIA
Kate McKinnon (Saturday Night Live)

MELHOR ATOR – SÉRIE COMÉDIA
Donald Glover (Atlanta)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE COMÉDIA
Jane Krakowski (Unbreakable Kimmy Schmidt)

MELHOR ATOR COADJUVANTE – SÉRIE COMÉDIA
Louie Anderson (Baskets)

MELHOR PERFORMANCE CONVIDADA EM SÉRIE COMÉDIA
Alec Baldwin (Saturday Night Live)

MELHOR SÉRIE ANIMADA
BoJack Horseman

MELHOR SÉRIE COMPETITIVA DE REALITY
The Voice

MELHOR SÉRIE DE REALITY ESTRUTURADA
Shark Tank 

MELHOR SÉRIE DE REALITY NÃO-ESTRUTURADA
Anthony Bourdain: Parts Unknown

MELHOR TALK SHOW
The Late Late Show with James Corden

MELHOR HOST DE REALITY
Anthony Bourdain – Anthony Bourdain: Parts Unknown

MELHOR FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
The People v. O.J. Simpson

MELHOR ATOR EM FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Courtney B. Vance (The People v. O.J. Simpson)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Sterling K. Brown (The People v. O.J. Simpson)

MELHOR ATRIZ EM FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Sarah Paulson (The People v. O.J. Simpson)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Regina King (American Crime)

 

Com 12 indicações, o musical ‘La La Land’ lidera o Critics’ Choice Awards 2016

Cena do musical La La Land, de Damien Chazelle. Os atores Ryan Gosling e Emma Stone também fora indicados. (photo by moviepilot.de)

Cena do musical La La Land, de Damien Chazelle. Os atores Ryan Gosling e Emma Stone também fora indicados. (photo by moviepilot.de)

COMO AGUARDADO DESDE O FESTIVAL DE VENEZA E TORONTO, O NOVO FILME DE DAMIEN CHAZELLE ASSUME FAVORITISMO 

Antes de começar a falar sobre a premiação, gostaria de abrir um parênteses aqui. Vou ser sucinto: Que raios de traduções de títulos de filmes são esses de hoje em dia, hein? Pessoal das distribuidoras que trabalha com isso, pelamordedeus! Vamos usar um pouco o bom senso! Como um “Florence Foster Jenkins” vira um “Florence: Que Mulher é Essa?”?? Parece documentário de uma prostituta que teve um caso com o presidente e derrubou o governo! E “Hello, My Name is Doris” que virou “Doris, Redescobrindo o Amor”? Se querem manter o nome da personagem, coloquem pelo menos “Doris Redescobre o Amor”. Também tenho certa aversão aos subtítulos inúteis que teimam em aderir ao título (meu favorito de todos os tempos é do filme de David Cronenberg: “Spider – Desafie Sua Mente” – parece nome de um jogo de tabuleiro). Acho que nas últimas decádas, as distribuidoras brasileiras sempre estão em cima do muro: não querem traduzir o título todo (por medo ou por incapacidade), mas sempre subestimam o público colocando um subtítulo que mais se assemelha a um aposto. Esse ano (por enquanto – porque ainda devem vir mais pérolas!), meu eleito é “La La Land: Cantando Estações”. Seria alguma alusão ao clássico musical “Cantando na Chuva”? Na minha opinião, ou mantém apenas “La La Land” ou vira “La La Lândia”.

Enfim… deixa eu respirar aqui.

Bom, como tenho falado nos últimos anos, o Critics’ Choice Awards pra mim é a “Bolha Assassina”. Lembram daquele filme em que uma bolha gosmenta rosa vai engolindo tudo o que vê pela frente e devora uma cidade inteira? Pois então! Esse prêmio quer ser todos os prêmios em um só, porque engloba várias categorias distintas (são 27!!) e ainda oferece uma vaga a mais nas categorias principais. Procura acertar os indicados ao Oscar, mas não abre mão das estrelas hollywoodianas ao indicá-las nas categorias de ação como Chris Evans, Matt Damon e Scarlett Johansson, parecendo uma cópia genérica da bajulação do Globo de Ouro. Só continua “relevante” porque tem ótimas porcentagens de acerto em relação ao Oscar: acertou 4 dos últimos 5 Oscar de Melhor Filme, por exemplo.

Esta 22ª edição do Critics’ Choice tem o musical La La Land liderando com 12 indicações, incluindo nas categorias principais: Filme, Diretor (Damien Chazelle), Ator (Ryan Gosling) e Atriz (Emma Stone). Como se trata de um musical estilizado, a produção foi reconhecida em várias categorias técnicas como direção de arte, figurino e montagem. Desde que foi ovacionado nos festivais de Toronto e de Veneza, o novo trabalho de Chazelle, que ficou conhecido pelo ótimo Whiplash: Em Busca da Perfeição, passa a carregar a tocha do favoritismo da temporada.

Logo atrás, a ficção científica A Chegada e o drama Moonlight receberam 10 indicações cada. Enquanto o primeiro vem sendo reconhecido como o “Interestelar que deu certo” pela suas teorias de universo sem ser tão cabeçudo e explicativo como o filme de Christopher Nolan, o segundo tem ganhado glórias por sua visão do crescimento do personagem central em meio à questões raciais, sexuais e familiares.

Cena de primeiro contato em A Chegada, com Amy Adams. 10 indicações para filme de Denis Villeneuve. Photo by moviepilot.de

Cena de primeiro contato em A Chegada, com Amy Adams. 10 indicações para filme de Denis Villeneuve. Photo by moviepilot.de

Dentre os filmes mais bem cotados que ficaram de fora, o mais prejudicado foi Silêncio, novo filme de Martin Scorsese. Como não acredito que o filme seja tão ruim a ponto de não levar nenhuma indicação sequer, a estratégia de lançamento em cima da hora da Paramount Pictures deve ter sido a causa. Não que a ausência de Silêncio no Critics’ Choice vá abalar sua campanha promissora, mas foi uma bola fora. Também no mesmo barco está o filme Rogue One: Uma História Star Wars. Parece que não ficou pronto a tempo da exibição para os críticos.

Por outro lado, o filme de guerra Até o Último Homem foi muito bem reconhecido, com indicações para Melhor Filme, Diretor (Mel Gibson) e Ator (Andrew Garfield). Pode significar um retorno para Gibson, que vem amargando um ostracismo desde suas declarações e filme Paixão de Cristo anti-semitas. Ele ganhou o Oscar de Filme e Diretor pelo épico Coração Valente lá no longíquo ano de 1996.

Andrew Garfield protagoniza Até o Último Homem, novo trabalho de Mel Gibson na direção (photo by moviepilot.de)

Andrew Garfield protagoniza Até o Último Homem, novo trabalho de Mel Gibson na direção (photo by moviepilot.de)

O MELHOR NO CALENDÁRIO TAMBÉM

Normalmente, as cerimônias de premiação ocorrem um mês depois do anúncio dos indicados, mas o Critics’ Choice quer se achar o prêmio inovador, e resolveu fazer a entregas das estatuetas UMA semana depois. Isso mesmo, sete dias depois das indicações! Aí você pergunta: “Por que tanta pressa assim?”. Como o calendário de premiações é altamente disputado, o Critics’ Choice está com receio de ficar ali esquecido até janeiro, e acredito que queiram se gabar sendo “o primeiro grande prêmio de cinema” a revelar seus vencedores.

Quer saber? Gostaria que quase ninguém fosse pra essa cerimônia, assim eles caem na real de que as coisas não funcionam assim à bel-prazer. Vale lembrar aqui que a cerimônia de janeiro deste ano houve muitas ausências importantes como Mark Ruffalo, Michael Keaton, Brie Larson, Tom Hardy, Charlize Theron e Leonardo DiCaprio.

A cerimônia tem previsão para o próximo dia 11, domingo, por volta das 23h, horário de Brasília, pelo canal pago A&E (provavelmente na TNT aqui no Brasil).

ALTOS E BAIXOS DO CRITICS’ CHOICE

Obviamente, ter um alto número de categorias e indicações ajuda a reconhecer aqueles filmes bons que não acham lugar nenhum em premiações, principalmente por se tratarem de gêneros subvalorizados como ficção científica, terror e comédia.

Dessa leva muito bem reconhecida incluo:

  1. Deadpool
    Filme de Ação, Ator em Filme de Ação (Ryan Reynolds), Comédia, Ator em Comédia (Ryan Reynolds)
    Apesar da saturação de filmes de super-heróis, a adaptação de Deadpool conseguiu apresentar muita criatividade com a metalinguagem atípica (muito se deve ao próprio quadrinho), bom ritmo e ótima química entre os atores. E foi recompensado nas bilheterias por sua ousadia de elevar sua classificação etária. Tudo bem que foi um pouco exagerado sua dupla indicação como Comédia e Ação, mas…
Ryan Reynolds na pele deformada de Deadpool (pic by moviepilot.de)

Ryan Reynolds na pele deformada de Deadpool (pic by moviepilot.de)

2. Dois Caras Legais

Comédia, Ator em Comédia (Ryan Gosling)
O novo trabalho do diretor Shane Black foi uma grata surpresa, tem seus méritos como roteiro e a direção de arte dos anos 70, mas por se tratar de um filme despretensioso, era difícil premiá-lo. Provavelmente não vai ganhar nada, mas merecidamente estará na festa.

3. Florence: Quem é Essa Mulher?
Comédia, Ator em Comédia (Hugh Grant), Atriz em Comédia (Meryl Streep)
Está comédia sobre uma figura real que foi considerada a pior cantora de todos os tempos tem conquistado boas críticas, mas não chega com força para cravar indicações ao Oscar. Talvez exceto por Meryl Streep e o figurino. Como a atriz não foi indicada na categoria principal, pelo menos tem o favoritismo da categoria de comédia.

4. Rua Cloverfield, 10
Ficção Científica/Terror
Esse foi um das melhores surpresas do ano, mas como é modesto, também ficou difícil reconhecer em premiações. Mas esta pequena gema do cinema sci-fi tem muitos méritos, principalmente porque soube contar umas história simples, com baixo orçamento e com um ótimo clima de tensão do início ao fim. Os atores Mary Elizabeth Winstead e John Goodman mereciam indicações, mas o Critics’ Choice Awards não tem categorias de Atores em Terror/Sci-Fi… ainda.

Mary Elisabeth Winstead em cativeiro com John Goodman em Rua Cloberfield, 10, de Dan Trachtenberg (pic by cine.gr)

Mary Elizabeth Winstead em cativeiro com John Goodman em Rua Cloberfield, 10, de Dan Trachtenberg (pic by cine.gr)

5. Capitão Fantástico
Ator em Comédia (Viggo Mortensen)
Este pequeno filme foi uma das maiores surpresas do cinema independente americano de 2016. Mortensen interpreta um pai que cuida de seis crianças numa floresta até que precisa abandonar seu paraíso para adentrar o verdadeiro mundo. Houve inúmeras críticas positivas, principalmente pelo casting do elenco infantil.

E o lado negativo da Bolha Assassina:

1. Batman vs Superman: A Origem da Justiça
Atriz em Ação (Gal Gadot)
Não me interpretem mal. Acho Gal Gadot muito linda. Mas o que ela fez nesse crossover de Batman e Superman? A personagem dela, que é totalmente dispensável na trama, não tem profundidade alguma. Nem se fosse uma boa atriz nesse papel sairia algo notável.

A bela Gal Gadot em cena de Batman vs Superman. Beleza faz uma boa interpretação? Pic by moviepilot.de

A bela Gal Gadot em cena de Batman vs Superman. Beleza faz uma boa interpretação? Pic by moviepilot.de

2. Esquadrão Suicida
Atriz em Comédia (Margot Robbie)
Tudo bem que a concorrência nesta categoria parece ter sido apenas para preencher cota, mas nem Margot Robbie salva um filme tão medíocre como Esquadrão Suicida. Ela tem os looks da personagem Harlequina, mas é apenas o superficial. Provavelmente este será o prêmio mais fácil que Meryl Streep vai levar.

3. Um Espião e Meio
Comédia, Ator em Comédia
Deve ter gente que ama essas comédias estereotipadas, mas acho que o Critics’ Choice podia ter caprichado mais nessa escolha. Por que não incluir o último filme de Woody Allen, Café Society? Ou o humor negro de Swiss Army Man?

Indicados ao 22º Critics’ Choice Awards:

MELHOR FILME
A Chegada (Arrival)
Fences
Até o Último Homem (Hacksaw Ridge)
A Qualquer Custo (Hell or High Water)
La La Land: Cantando Estações (La La Land)
Lion
Loving
Manchester à Beira-Mar (Manchester by the Sea)
Moonlight
Sully: O Herói do Rio Hudson (Sully)

MELHOR DIRETOR
Damien Chazelle (La La Land: Cantando Estações)
Mel Gibson (Até o Último Homem)
Barry Jenkins (Moonlight)
Kenneth Lonergan (Manchester à Beira-Mar)
David Mackenzie (A Qualquer Custo)
Denis Villeneuve (A Chegada)
Denzel Washington (Fences)

MELHOR ATOR
Casey Affleck (Manchester à Beira-Mar)
Joel Edgerton (Loving)
Andrew Garfield (Até o Último Homem)
Ryan Gosling (La La Land: Cantando Estações)
Tom Hanks (Sully: O Herói do Rio Hudson)
Denzel Washington (Fences)

MELHOR ATRIZ
Amy Adams (A Chegada)
Annette Bening (20th Century Women)
Isabelle Huppert (Elle)
Ruth Negga (Loving)
Natalie Portman (Jackie)
Emma Stone (La La Land: Cantando Estações)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Mahershala Ali (Moonlight)
Jeff Bridges (A Qualquer Custo)
Ben Foster (A Qualquer Custo)
Lucas Hedges (Manchester à Beira-Mar)
Dev Patel (Lion)
Michael Shannon (Animais Noturnos)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Viola Davis (Fences)
Greta Gerwig (20th Century Women)
Naomie Harris (Moonlight)
Nicole Kidman (Lion)
Janelle Monáe  (Estrelas Além do Tempo)
Michelle Williams (Manchester à Beira-Mar)

MELHOR JOVEM ATOR/ATRIZ
Lucas Hedges (Manchester à Beira-Mar)
Alex R. Hibbert (Moonlight)
Lewis MacDougall (Sete Minutos Depois da Meia-Noite)
Madina Nalwanga (Rainha de Katwe)
Sunny Pawar ( Lion)
Hailee Steinfeld (The Edge of Seventeen)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Luke Davies (Lion)
Tom Ford (Animais Noturnos)
Eric Heisserer (A Chegada)
Todd Komarnicki (Sully: O Herói do Rio Hudson)
Allison Schroeder, Theodore Melfi (Estrelas Além do Tempo)
August Wilson (Fences)

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Damien Chazelle (La La Land: Cantando Estações)
Barry Jenkins (Moonlight)
Yorgos Lanthimos/Efthimis Filippou (O Lagosta)
Kenneth Lonergan (Manchester à Beira-Mar)
Jeff Nichols (Loving)
Taylor Sheridan (A Qualquer Custo)

MELHOR FOTOGRAFIA
Bradford Young (A Chegada)
Stéphane Fontaine (Jackie)
Linus Sandgren (La La Land: Cantando Estações)
James Laxton (Moonlight)
Seamus McGarvey (Animais Noturnos)

MELHOR FIGURINO
Joanna Johnston (Aliados)
Colleen Atwood (Animais Fantásticos e Onde Habitam)
Consolata Boyle (Florence: Quem é Essa Mulher?)
Madeline Fontaine (Jackie)
Mary Zophres (La La Land: Cantando Estações)
Eimer Ni Mhaoldomhnaigh (Amor & Amizade)

MELHOR MONTAGEM
Joe Walker (A Chegada)
John Gilbert (Até o Último Homem)
Tom Cross (La La Land: Cantando Estações)
Nat Sanders, Joi McMillon (Moonlight)
Blu Murray (Sully: O Herói do Rio Hudson)

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM
Doutor Estranho
Animais Fantásticos e Onde Habitam
Até o Último Homem
Jackie
Star Trek: Sem Fronteiras

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Patrice Vermette; Paul Hotte, André Valade (A Chegada)
Stuart Craig; James Hambidge, Anna Pinnock (Animais Fantásticos e Onde Habitam)
Jean Rabasse; Véronique Melery (Jackie)
David Wasco; Sandy Reynolds-Wasco (La La Land: Cantando Estações)
Jess Gonchor; Nancy Haigh (A Lei da Noite)

MELHOR TRILHA MUSICAL
Jóhann Jóhannsson (A Chegada)
Mica Levi (Jackie)
Justin Hurwitz (La La Land: Cantando Estações)
Nicholas Britell (Moonlight)
Dustin O’Halloran, Hauschka (Lion)

MELHOR CANÇÃO
“Audition (The Fools Who Dream)” (La La Land: Cantando Estações)
“City of Stars” (La La Land: Cantando Estações)
“How Far I’ll Go” (Moana – Um Mar de Aventuras)
“Can’t Stop the Feeling!” (Trolls)
“The Rules Don’t Apply” (Rules Don’t Apply)
“Drive It Like You Stole It” (Sing Street)

MELHORES EFEITOS VISUAIS
A Chegada
Doutor Estranho
Animais Fantásticos e Onde Habitam
Mogli, o Menino Lobo
Sete Minutos Depois da Meia-Noite

MELHOR LONGA DE ANIMAÇÃO
Procurando Dory
Kubo e as Cordas Mágicas
Moana – Um Mar de Aventuras
The Red Turtle
Trolls
Zootopia

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Elle
The Handmaiden
Julieta
Neruda
O Apartamento
Toni Erdmann

MELHOR ELENCO
Fences
A Qualquer Custo
Estrelas Além do Tempo
Manchester À Beira-Mar
Moonlight
20th Century Women

MELHOR FILME DE AÇÃO
Capitão América: Guerra Civil
Deadpool
Doutor Estranho
Até o Último Homem
Jason Bourne

MELHOR ATOR EM FILME DE AÇÃO
Benedict Cumberbatch (Doutor Estranho)
Matt Damon (Jason Bourne)
Chris Evans (Capitão América: Guerra Civil)
Andrew Garfield (Até o Último Homem)
Ryan Reynolds (Deadpool)

MELHOR ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Gal Gadot (Batman vs Superman: A Origem da Justiça)
Scarlett Johansson (Capitão América: Guerra Civil)
Margot Robbie (Esquadrão Suicida)
Tilda Swinton (Doutor Estranho)

MELHOR COMÉDIA
Um Espião e Meio
Deadpool
Don’t Think Twice
The Edge of Seventeen
Ave, César!
Dois Caras Legais

MELHOR ATOR EM COMÉDIA
Ryan Gosling (Dois Caras Legais)
Hugh Grant (Florence: Quem é Essa Mulher?)
Dwayne Johnson (Um Espião e Meio)
Viggo Mortensen (Capitão Fantástico)
Ryan Reynolds (Deadpool)

MELHOR ATRIZ EM COMÉDIA
Kate Beckinsale (Amor & Amizade)
Sally Field (Doris, Redescobrindo o Amor)
Kate McKinnon (Caça-Fantasmas)
Hailee Steinfeld (The Edge of Seventeen)
Meryl Streep (Florence: Quem é Essa Mulher?)

MELHOR FILME DE FICÇÃO CIENTÍFICA/TERROR
A Chegada
Doutor Estranho
O Homem nas Trevas
Star Trek: Sem Fronteiras
Rua Cloverfield, 10
A Bruxa

***

A cerimônia do 22º Critics’ Choice Awards acontece dia 11 de dezembro.

Critics’ Choice elege ‘Spotlight’ como Melhor Filme

spotlight critics choice gettyimages-505440458_-_h_2016

À esquerda, o produtor Steve Golin e o elenco de ‘Spotlight – Segredos Revelados’, que venceu o prêmio de Melhor Filme (photo by hollywoodreporter.com)

‘MAD MAX’ CONQUISTOU 9 PRÊMIOS, INCLUINDO O DE MELHOR DIRETOR PARA GEORGE MILLER

Como postei aqui anteriormente, o Critics’ Choice Awards, apelidado carinhosamente por mim de “A Bolha Assassina” por abranger todas as categorias possíveis, representa uma penca de críticos dos EUA e do Canadá. Agora a questão é: “Eles votam guiados por suas análises críticas ou tentam acertar os futuros vencedores do Oscar?”. Como as edições anteriores comprovam, o prêmio previu 11 vencedores de Melhor Filme dos últimos 15 anos, uma estatística bastante expressiva.

Como já discutido no blog, hoje existem muitos prêmios que buscam ser o melhor parâmetro para o Oscar, principalmente depois que o Globo de Ouro deixou o posto, mas não sabemos até quando a Academia deixará de ser previsível dessa forma, pois sabe que, por mais que tenha seu prestígio único, depende de audiência para sua cerimônia, e para isso, precisa de elementos-surpresa para atrair a atenção do público e da mídia. No entanto, até esse dia chegar, o Critics’ Choice continua sendo um bom termômetro e este ano, elegeu Spotlight – Segredos Revelados como Melhor Filme do ano, batendo os favoritos O Regresso e Mad Max: Estrada da Fúria. Seria um indicativo?

The 21st Annual Critics' Choice Awards - Show

Rachel McAdams recebe o prêmio de Elenco, representando seus colegas do filme Spotlight – Segredos Revelados. (Photo by Kevin Winter/Getty Images – Just Jared)

Sim, a vitória do drama sobre os crimes sexuais de padres católicos no Critics’ Choice demonstra um forte poder de reação do filme após definhar nos prêmios de sindicatos e no Globo de Ouro, onde perdeu para O Regresso. Por outro lado, vale lembrar que esses mesmos críticos foram na onda do momento e elegeram O Segredo de Brokeback Mountain, A Rede Social e Boyhood: Da Infância à Juventude, que depois padeceram para Crash – No Limite, O Discurso do Rei e Birdman, respectivamente, no Oscar. Particularmente nesses casos, prefiro os votos dos críticos, principalmente no ano em que o mega-maniqueísta Crash – Limite levou o Oscar.

O mesmo vale para categorias de atuação, onde alguns tinham todo o favoritismo a seu lado, mas não confirmaram seu predomínio no Oscar. Foram os casos de Eddie Murphy (Dreamgirls: Em Busca de um Sonho), Mickey Rourke (O Lutador) e Lauren Bacall (O Espelho tem Duas Faces) pra citar uns exemplos. Portanto, favoritos deste ano como Leonardo DiCaprio (O Regresso) e Sylvester Stallone (Creed: Nascido Para Lutar) podem, sim, perder seus tronos nessas seis semanas seguintes.

Sylvester Stallone critics-choice-awards-20160117-002

Desta vez, Sylvester Stallone não se esqueceu de mencionar o diretor de Creed: Nascido Para Lutar, Ryan Coogler (photo by chicagotribune.com)

Como estratégia, o Critics’ Choice insere seu prêmio bem na semana do anúncio das indicações ao Oscar. Trata-se de uma boa oportunidade de já conferir muitos dos recém-indicados ao Oscar andando no tapete vermelho e ter uma possível prévia dos vencedores e seus discursos de agradecimento. Sim, se os discursos forem chatos e longos, muitos chegam a mudar seus votos na hora da eleição na Academia. Ninguém quer outra Greer Garson… Dos vencedores das categorias de cinema, o único vencedor que não está incluso na festa do Oscar é a canção “See You Again”, do filme Velozes & Furiosos 7. Sem contar, claro, as categorias inexistentes no Oscar como Atriz de Comédia, Ator e Atriz de Filme de Ação, Ficção Científica etc.

Outro diferencial em relação à cerimônia do Oscar, que muitos apoiam, é a desnecessidade de apresentar os prêmios técnicos a fim de agilizar o evento. Num clipe de curtíssima duração, foram anunciados vários vencedores como Fotografia, Direção de Arte, Figurino etc, cuja maioria foi vencida por Mad Max. Tinha prêmios que foram anunciados do lado de fora da festa por repórteres como Melhor Animação! Tudo bem que querem reduzir a duração do evento, mas desse forma?

Eu acredito que a cerimônia do Oscar precisa dar uma recauchutada, mas não voto nas exclusões dessas categorias. Acho um crime! Por exemplo, muitos vencedores do Oscar de Curta-Metragem mal conseguem alguma projeção mesmo aparecendo na televisão, imagina se forem apenas mencionados! Se for pra limar alguma coisa, por que não reduzir as piadinhas dos apresentadores (que ninguém dá risada)?

Talvez essa indiferença do Critics’ Choice em categorias técnicas tenha causado a ausência de diretores também. Nas vitórias de Ex-Machina: Instinto Artificial como Melhor Filme de Ficção Científica e na de Mad Max: Estrada da Fúria como Filme de Ação e Melhor Diretor, Alex Garland e George Miller não estavam presentes.

Se bem que achei o nível de ausências muito alto. Corrijam-me se estiver enganado: Mark Ruffalo, Michael Keaton, Brie Larson, Tom Hardy, Charlize Theron e Leonardo DiCaprio, o único que teve direito a um discurso de agradecimento pré-filmado vendido como transmissão ao vivo via satélite. Achei um pouco desrespeitoso para os concorrentes de Leo, que compareceram ao evento sem saber que iriam perder.

Dos presentes, o discurso mais aplaudido foi do pequeno Jacob Tremblay, que levou o prêmio de Melhor Jovem Ator ou Atriz por sua performance em O Quarto de Jack. Sem alcançar direito o microfone, ele teve a ajuda do apresentador para logo em seguida dizer: “Este é o melhor dia da minha vida!”. Mencionou o alto nível de talento de seus colegas da categoria, agradeceu o elenco e a equipe do filme e terminou com: “Já sei onde colocar esse prêmio: na prateleira, ao lado da minha (espaçonave) Millenium Falcon”. Pena que ele não terá essa oportunidade no Oscar, já que ficou de fora da competição.

 

Seguem os vencedores do 21º Critics’ Choice Awards:

CINEMA

FILME
Spotlight – Segredos Revelados (Spotlight)

ATOR
Leonardo DiCaprio (O Regresso)

ATRIZ
Brie Larson (O Quarto de Jack)

ATOR COADJUVANTE
Sylvester Stallone (Creed: Nascido Para Lutar)

ATRIZ COADJUVANTE
Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa)

DIRETOR: George Miller (Mad Max: Estrada da Fúria)

COMÉDIA
A Grande Aposta (The Big Short)

ATOR EM COMÉDIA
Christian Bale (A Grande Aposta)

ATRIZ EM COMÉDIA
Amy Schumer (Descompensada)

ROTEIRO ORIGINAL
Josh Singer e Tom McCarthy (Spotlight – Segredos Revelados)

ROTEIRO ADAPTADO
Charles Randolph e Adam McKay (A Grande Aposta)

ELENCO
Spotlight – Segredos Revelados

JOVEM ATOR OU ATRIZ
Jacob Tremblay (O Quarto de Jack)

TERROR OU FICÇÃO CIENTÍFICA
Ex-Machina: Instinto Artificial (Ex Machina)

FILME DE AÇÃO
Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)

LONGA DE ANIMAÇÃO
Divertida Mente (Inside Out)

ATOR EM FILME DE AÇÃO
Tom Hardy (Mad Max: Estrada da Fúria)

ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)

FOTOGRAFIA
Emmanuel Lubezki (O Regresso)

DIREÇÃO DE ARTE
Colin Gibson (Mad Max: Estrada da Fúria)

MONTAGEM
Margaret Sixel (Mad Max: Estrada da Fúria)

FIGURINO
Jenny Beavan (Mad Max: Estrada da Fúria)

MAQUIAGEM E CABELO
Mad Max: Estrada da Fúria

EFEITOS VISUAIS
Mad Max: Estrada da Fúria

CANÇÃO
“See You Again” (Velozes & Furiosos 7)

FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Filho de Saul (Saul Fia)

DOCUMENTÁRIO
Amy (Amy)

TRILHA MUSICAL
Ennio Morricone (Os 8 Odiados)

TELEVISÃO

SÉRIE DE COMÉDIA
Master of None

SÉRIE DRAMÁTICA
Mr. Robot

ATOR EM SÉRIE DRAMÁTICA
Rami Malek (Mr. Robot)

ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA
Carrie Coon (The Leftovers)

ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA
 Jeffrey Tambor (Transparent)

ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA
Rachel Bloom (Crazy Ex-Girlfriend)

ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA
Andre Braugher (Brooklyn Nine-Nine)

ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA
Mayim Bialik (The Big Bang Theory)

FILME FEITO PARA TV OU MINISSÉRIE
Fargo

ATOR EM FILME FEITO PARA TV OU MINISSÉRIE
Idris Elba (Luther)

ATRIZ EM FILME FEITO PARA TV OU MINISSÉRIE
Kirsten Dunst (Fargo)

ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA
Christian Slater (Mr. Robot)

ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA
Constance Zimmer (UnREAL)

ATOR OU ATRIZ CONVIDADO EM SÉRIE DRAMÁTICA
Margo Martindale (The Good Wife)

ATOR OU ATRIZ CONVIDADO EM SÉRIE DE COMÉDIA
Timothy Olyphant (The Grinder)

REALITY SHOW – COMPETIÇÃO
The Voice

ATOR COADJUVANTE EM FILME FEITO PARA TV OU MINISSÉRIE
Jesse Plemons (Fargo)

ATRIZ COADJUVANTE EM FILME FEITO PARA TV OU MINISSÉRIE
Jean Smart (Fargo)

SÉRIE ANIMADA
BoJack Horseman

HOST DE REALITY SHOW
James Lipton (Inside the Actors)

REALITY SHOW ESTRUTURADO
Shark Tank

TALK SHOW
Last Week Tonight with John Oliver

REALITY SHOW NÃO-ESTRUTURADO
Anthony Bourdain: Parts Unknown

OUTROS

MVP AWARD: Amy Schumer

GENIUS AWARD : Industrial Light and Magic

Com 13 indicações, ‘Mad Max: Estrada da Fúria’ lidera o Critics’ Choice Awards 2016

Mad Max: Estrada da Fúria conquista 13 indicações, inclusive duas para Charlize Theron (photo by cine.gr)

Mad Max: Estrada da Fúria conquista 13 indicações, inclusive duas para Charlize Theron (photo by cine.gr)

‘CAROL’ E ‘SPOTLIGHT’ VÊM EM SEGUIDA COM 9 E 8 INDICAÇÕES, RESPECTIVAMENTE

Estatisticamente falando, o Critics’ Choice Awards continua sendo uma das melhores prévias do Oscar. Embora tenha divergido da Academia nesse ano com a aposta em Boyhood: Da Infância à Juventude, seus números (11 acertos de Melhor Filme nos últimos 15 anos) continuam impressionantes. Por isso, mesmo se tratando de um prêmio novo (está em sua 21ª edição), vem conquistando maior prestígio na indústria e com seus profissionais do que o Globo de Ouro.

Talvez para fortalecer ainda mais a reputação do Critics’ Choice, este ano, a Broadcast Film Critics Association decidiu reunir as premiações de filmes com a de televisão, que acontecia no mês de julho desde 2010. A meu ver, o Critics’ Choice Awards é uma espécie de prêmio híbrido que busca as qualidades de outros para si; então tem as categorias de comédia (Globo de Ouro), a categoria de Elenco (SAG Awards), prêmios técnicos (sindicatos e Oscar), categorias de Terror e Ficção Científica (Saturn Awards) e prêmios para jovens atores (Young Artist Awards). Daqui a pouco eles vão criar a categoria de Dublagem pra desbancar o Annie Awards! Parece A Bolha Assassina, que vai absorvendo tudo o que vê pela frente! E como se não bastasse, ainda tem 6 vagas para os indicados, para não deixar aquele injustiçado de fora.

Esse excesso de categorias pode parecer um paraíso para as produções do ano que buscam destaque, mas por exemplo, para o próprio Mad Max: Estrada da Fúria, que aqui acumulou 13 indicações, teria esse número reduzido para 9 no Oscar, já que as categorias Melhor Filme de Ação, Filme de Terror ou Ficção Científica, Ator em Ação e Atriz em Ação não existem no prêmio da Academia. No final, creio que a produção vai conquistar 10 indicações, já que o Critics’ Choice não tem categorias de Som e Efeitos Sonoros (ainda!).

Ainda sobre os números desta edição, Carol, Perdido em Marte e O Regresso coletaram 9 indicações cada. Spotlight – Segredos Revelados vem em seguida com 8, A Grande Aposta com 7, Os 8 Odiados com 6, e com 5 temos Ponte dos Espiões, Brooklyn, A Garota Dinamarquesa, Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros e Sicario: Terra de Ninguém. O drama O Quarto de Jack ficou com 4 indicações no total.

SURPRESAS E AUSÊNCIAS

Talvez a maior surpresa aqui tenha sido a inclusão de Charlize Theron na categoria de Melhor Atriz. Não que sua performance em Mad Max: Estrada da Fúria não seja merecedora de reconhecimento, mas por se tratar de um ano extremamente disputado entre as atrizes, foi uma surpresa ver uma atuação de ficção científica entre as indicadas. Ok, sem querer prever o previsível, eis o que vai acontecer: Theron deve perder como Atriz, mas ganhar como Atriz em Filme de Ação – o que não deixa de ser uma bom prêmio de consolação. No Oscar, que eu me lembre, a última performance de atriz em ficção científica indicada foi de Sigourney Weaver em Aliens, o Resgate em 1987.

Charlize Theron como Furiosa em Mad Max: Estrada da Fúria (photo by outnow.ch)

Charlize Theron como Furiosa em Mad Max: Estrada da Fúria (photo by outnow.ch)

Ainda sobre Mad Max: Estrada da Fúria, o protagonista Tom Hardy foi reconhecido em duas categorias: Melhor Ator em Filme de Ação por Max e Ator Coadjuvante por O Regresso. Até o momento, ele não havia sido reconhecido pelo filme de Alejandro González Iñárritu, a não ser por uma única indicação dos críticos de Washington. Já Paul Dano, que conseguiu vaga como Coadjuvante por Love & Mercy, vem crescendo na temporada: foi indicado para o Independent Spirit Awards e o Globo de Ouro. Ficou de fora do SAG, mas ainda tem boas chances de chegar à sua primeira indicação ao Oscar.

Paul Dano como Brian Wilson dos Beach Boys em cena de Love & Mercy (photo by outnow.ch)

Paul Dano como Brian Wilson dos Beach Boys em cena de Love & Mercy (photo by outnow.ch)

Na categoria de Atriz em Comédia, a novidade ficou por conta de Tina Fey, que, digamos, “substituiu” Maggie Smith (A Senhora da Van). Irmãs, o filme co-estrelado por sua colega de palco do Globo de Ouro, Amy Poehler, concorre também como Melhor Filme de Comédia.

Contudo, a surpresa mais agradável foi a inclusão do filme brasileiro Que Horas Ela Volta?, ou como eles chamam, The Second Mother. Embora tenha ficado de fora do Globo de Ouro, o filme de Anna Muylaert ainda está no páreo e tem grandes chances de figurar entre os finalistas da Academia. O filme húngaro O Filho de Saul tem 90% de chances de ganhar mais esse prêmio, porém Que Horas Ela Volta? tem seus méritos de crítica social aliado ao bom humor de Regina Casé que pode render muitos votos.

Regina Casé e Karine Teles em cena de Que Horas Ela Volta?. Chance do Brasil no Critics' Choice Awards (photo by Aline Arruda - filmeb.com.br

Regina Casé e Karine Teles em cena de Que Horas Ela Volta?. Chance do Brasil no Critics’ Choice Awards (photo by Aline Arruda – filmeb.com.br

Apesar de contar com seis indicados nas categorias de atuação, alguns nomes inevitavelmente ficam na chuva. Algumas ausências como Will Smith (Um Homem Entre Gigantes), Idris Elba (Beasts of No Nation) e Benicio Del Toro (Sicario) surpreenderam em nível baixo por terem sido citado em prêmios anteriores. Mas, não sei se é meu voto pessoal apenas, mas acreditava que Ian McKellen (Sr. Holmes) e Marion Cotillard (Macbeth) estariam nessa lista. Ainda acredito que eles vão ser as cartas na manga da Academia na hora do anúncio dos indicados no dia 14 de janeiro.

Marion Cotillard com Michael Fassbender em cena de Macbeth (photo by outnow.ch)

Marion Cotillard com Michael Fassbender em cena de Macbeth (photo by outnow.ch)

Quanto a Jane Fonda (Youth), com o deslocamento de Rooney Mara (Carol) e Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa) das categorias de Atriz para Atriz Coadjuvante, acabou faltando espaço para a veterana. Contudo, confesso que achava que Rachel McAdams que iria dançar… Pelo visto, sua interpretação em Spotlight – Segredos Revelados não é mera consolação pelo elenco.

Nas demais categorias, fiquei surpreso com as ausências de Phyllis Nagy pelo roteiro de Carol, Janusz Kaminski pela bela fotografia de Ponte dos Espiões e dos efeitos visuais do novo Star Wars. A Broadcast Film Critics Association pode simplesmente não ter gostado dos efeitos digitais, mas também existe a possibilidade de estar relacionado com o cancelamento da sessão para a imprensa por parte da Disney, fato que chocou o diretor J.J. Abrams. Detentora dos direitos do filme, a Disney ficou mais preocupada em não vazar o filme que não liberou sessões prévias para imprensa, o que pode prejudicar bastante a campanha do filme em premiações. Não que a Disney esteja ligando para prêmios com tantos bilhões em jogo, mas…

Chris Pratt e Bryce Dallas Howard em cena de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (photo by outnow,ch)

Chris Pratt e Bryce Dallas Howard em cena de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (photo by outnow,ch)

Seguem todos os indicados do 21º Critics’ Choice Awards:

CINEMA

MELHOR FILME
A Grande Aposta (The Big Short)
Brooklyn
Carol (Carol)
Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)
Perdido em Marte (The Martian)
Ponte dos Espiões (Bridge of Spies)
O Quarto de Jack (Room)
O Regresso (The Revenant)
Sicario: Terra de Ninguém (Sicario)
Spotlight – Segredos Revelados (Spotlight)

DIRETOR
Todd Haynes (Carol)
Alejandro González Iñárritu (O Regresso)
Tom McCarthy (Spotlight – Segredos Revelados)
George Miller (Mad Max: Estrada da Fúria)
Ridley Scott (Perdido em Marte)
Steven Spielberg (Ponte dos Espiões)

ATOR
Bryan Cranston (Trumbo)
Matt Damon (Perdido em Marte)
Johnny Depp (Aliança do Crime)
Leonardo DiCaprio (O Regresso)
Michael Fassbender (Steve Jobs)
Eddie Redmayne (A Garota Dinamarquesa)

ATRIZ
Cate Blanchett (Carol)
Brie Larson (O Quarto de Jack)
Jennifer Lawrence (Joy: O Nome do Sucesso)
Charlotte Rampling (45 Anos)
Saoirse Ronan (Brooklyn)
Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)

ATOR COADJUVANTE
Paul Dano (Love & Mercy)
Tom Hardy (O Regresso)
Mark Ruffalo (Spotlight – Segredos Revelados)
Mark Rylance (Ponte dos Espiões)
Michael Shannon (99 Homes)
Sylvester Stallone (Creed: Nascido Para Lutar)

ATRIZ COADJUVANTE
Jennifer Jason Leigh (Os 8 Odiados)
Rooney Mara (Carol)
Rachel McAdams (Spotlight – Segredos Revelados)
Helen Mirren (Trumbo)
Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa)
Kate Winslet (Steve Jobs)

ELENCO
A Grande Aposta (The Big Short)
Os 8 Odiados (The Hateful Eight)
Spotlight  – Segredos Revelados (Spotlight)
Sraight Outta Compton: A História do N.W.A. (Straight Outta Compton)
Trumbo

ROTEIRO ORIGINAL
Matt Charman, Ethan Coen e Joel Coen (Ponte dos Espiões)
Alex Garland (Ex-Machina: Instinto Artificial)
Quentin Tarantino (Os 8 Odiados)
Pete Docter, Meg LeFauve e Josh Cooley (Divertida Mente)
Josh Singer, Tom McCarthy (Spotlight – Segredos Revelados)

ROTEIRO ADAPTADO
Charles Randolph e Adam McKay (A Grande Aposta)
Nick Hornby (Brooklyn)
Drew Goddard (Perdido em Marte)
Emma Donoghue (O Quarto de Jack)
Aaron Sorkin (Steve Jobs)

FOTOGRAFIA
Edward Lachman (Carol)
Emmanuel Lubezki (O Regresso)
Dariusz Wolski (Perdido em Marte)
Roger Deakins (Sicario: Terra de Ninguém)
Robert Richardson (Os 8 Odiados)
John Seale (Mad Max: Estrada da Fúria)

DIREÇÃO DE ARTE
Adam Stockhausen e Rena DeAngelo (Ponte dos Espiões)
François Séguin, Jennifer Oman e Louise Tremblay (Brooklyn)
Judy Becker e Heather Loeffler (Carol)
Eve Stewart e Michael Standish (A Garota Dinamarquesa)
Colin Gibson (Mad Max: Estrada da Fúria)
Arthur Max e Celia Bobak (Perdido em Marte)

MONTAGEM
Hank Corwin (A Grande Aposta)
Margaret Sixel (Mad Max: Estrada da Fúria)
Pietro Scalia (Perdido em Marte)
Stephen Mirrione (O Regresso)
Tom McArdle (Spotlight – Segredos Revelados)

FIGURINO
Odile Dicks-Mireaux (Brooklyn)
Sandy Powell (Carol)
Sandy Powell (Cinderela)
Paco Delgado (A Garota Dinamarquesa)
Jenny Beavan (Mad Max: Estrada da Fúria)

CABELO E MAQUIAGEM
Aliança do Crime
Carol
A Garota Dinamarquesa
Os 8 Odiados
Mad Max: Estrada da Fúria
O Regresso

EFEITOS VISUAIS
Ex-Machina: Instinto Artificial
Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
A Travessia

ANIMAÇÃO
Anomalisa
O Bom Dinossauro
Divertida Mente
Snoopy & Charlie Brown: Peanuts, o Filme
Shaun: O Carneiro

FILME DE AÇÃO
Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros
Mad Max: Estrada da Fúria
Missão: Impossível – Nação Secreta
Sicario: Terra de Ninguém
Velozes & Furiosos 7

ATOR EM FILME DE AÇÃO
Daniel Craig (007 Contra Spectre)
Tom Cruise (Missão: Impossível – Nação Secreta)
Tom Hardy (Mad Max: Estrada da Fúria)
Chris Pratt (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)
Paul Rudd (Homem-Formiga)

ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Emily Blunt (Sicario: Terra de Ninguém)
Rebecca Ferguson (Missão: Impossível – Nação Secreta)
Bryce Dallas Howard (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)
Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – O Final)
Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)

COMÉDIA
A Grande Aposta (The Big Short)
Divertida Mente (Inside Out)
Joy: O Nome do Sucesso (Joy)
Irmãs (Sisters)
A Espiã que Sabia de Menos (Spy)
Descompensada (Trainwreck)

ATOR EM COMÉDIA
Christian Bale (A Grande Aposta)
Steve Carell (A Grande Aposta)
Robert De Niro (Um Senhor Estagiário)
Bill Hader (Descompensada)
Jason Statham (A Espiã que Sabia de Menos)

ATRIZ EM COMÉDIA
Tina Fey (Irmãs)
Jennifer Lawrence (Joy: O Nome do Sucesso)
Melissa McCarthy (A Espiã que Sabia de Menos)
Amy Schumer (Descompensada)
Lily Tomlin (Grandma)

FILME DE TERROR OU FICÇÃO CIENTÍFICA
Ex-Machina: Instinto Artificial (Ex Machina)
A Corrente do Mal (It Follows)
Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (Jurassic World)
Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)
Perdido em Marte (The Martian)

FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
A Assassina (Nie Yin Niang) – TAIWAN
O Filho de Saul (Saul fia) – HUNGRIA
Boa Noite, Mamãe (Ich Seh, Ich Seh) – ÁUSTRIA
As Cinco Graças (Mustang) – FRANÇA
Que Horas Ela Volta? (The Second Mother) – BRASIL

DOCUMENTÁRIO
Amy
Cartel Land
Going Clear: Scientology and the Prison of Belief
Malala (He Named Me Malala)
The Look of Silence
Where to Invade Next

CANÇÃO
“Love Me Like You Do” (Cinquenta Tons de Cinza)
“See You Again” (Velozes & Furiosos 7)
“Til It Happens To You” (The Hunting Ground)
“One Kind of Love” (Love & Mercy)
“Writing’s on the Wall” (007 Contra Spectre)
“Simple Song #3” (Youth)

TRILHA MUSICAL
Carter Burwell (Carol)
Ennio Morricone (Os 8 Odiados)
Ryuichi Sakamoto, Alva Noto (O Regresso)
Johann Johannsson (Sicario: Terra de Ninguém)
Howard Shore (Spotlight – Segredos Revelados)

JOVEM ATOR OU ATRIZ
Abraham Attah (Beasts of No Nation)
RJ Cyler (Eu, Você e a Garota que Vai Morrer)
Shameik Moore (Dope)
Milo Parker (Sr. Holmes)
Jacob Tremblay (O Quarto de Jack)

Emily Blunt conseguiu uma indicação por Sicario: Terra de Ninguém (photo by outnow.ch)

Emily Blunt conseguiu uma indicação por Sicario: Terra de Ninguém (photo by outnow.ch)

TELEVISÃO

ATOR – SÉRIE DE COMÉDIA
Anthony Anderson (Black-ish)
Aziz Ansari (Master of None)
Will Forte (The Last Man on Earth)
Randall Park (Fresh Off the Boat)
Fred Savage (The Grinder)
Jeffrey Tambor (Transparent)

ATOR – SÉRIE DRAMÁTICA
Hugh Dancy (Hannibal)
Rami Malek (Mr. Robot)
Clive Owen (The Knick)
Liev Schreiber (Ray Donovan)
Justin Theroux (The Leftovers)
Aden Young (Rectify)

ATOR – FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Wes Bentley (American Horror Story: Hotel)
Martin Clunes (Arthur & George)
Idris Elba (Luther)
Oscar Isaac (Show Me a Hero)
Vincent Kartheiser (Saints & Strangers)
Patrick Wilson (Fargo)

ATRIZ – SÉRIE DE COMÉDIA
Rachel Bloom (Crazy Ex-Girlfriend)
Aya Cash (You’re the Worst)
Wendi McLendon-Covey (The Goldbergs)
Gina Rodriguez (Jane the Virgin)
Tracee Ellis Ross (Black-ish)
Constance Wu (Fresh Off the Boat)

ATRIZ – SÉRIE DRAMÁTICA
Shiri Appleby (UnREAL)
Carrie Coon (The Leftovers)
Viola Davis (How to Get Away With Murder)
Eva Green (Penny Dreadful)
Taraji P. Henson (Empire)
Krysten Ritter (Jessica Jones)

ATRIZ – FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Kathy Bates (American Horror Story: Hotel)
Kirsten Dunst (Fargo)
Sarah Hay (Flesh and Bone
Alyvia Alyn Lind (Dolly Parton’s Coat of Many Colors)
Rachel McAdams (True Detective)
Shanice Williams (The Wiz Live!)

SÉRIE DE COMÉDIA
Black-ish
Catastrophe
Jane the Virgin
Master of None
The Last Man on Earth
Transparent
You’re the Worst

SÉRIE DRAMÁTICA
Empire
Mr. Robot
Penny Dreadful
Rectify
The Knick
The Leftovers
UnREAL

ATOR OU ATRIZ CONVIDADO EM SÉRIE DE COMÉDIA
Ellen Burstyn (Mom)
Anjelica Huston (Transparent)
Cherry Jones (Transparent)
Jenifer Lewis (Black-ish)
Timothy Olyphant (The Grinder)
John Slattery (Wet Hot American Summer: First Day of Camp)

ATOR OU ATRIZ CONVIDADO EM SÉRIE DRAMÁTICA
Richard Armitage (Hannibal)
Justin Kirk (Manhattan)
Patti LuPone (Penny Dreadful)
Margo Martindale (The Good Wife)
Marisa Tomei (Empire)
B.D. Wong (Mr. Robot)

FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Childhood’s End
Fargo
Luther
Saints & Strangers
Show Me a Hero
The Wiz Live!

ATOR COADJUVANTE – SÉRIE DE COMÉDIA
Andre Braugher (Brooklyn Nine-Nine)
Jaime Camil (Jane the Virgin)
Jay Duplass (Transparent)
Neil Flynn (The Middle)
Keegan-Michael Key (Playing House)
Mel Rodriguez (Getting On)

ATOR COADJUVANTE – SÉRIE DRAMÁTICA
Clayne Crawford (Rectify)
Christopher Eccleston (The Leftovers)
Andre Holland (The Knick)
Jonathan Jackson (Nashville)
Rufus Sewell (The Man in the High Castle)
Christian Slater (Mr. Robot)

ATOR COADJUVANTE – FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
David Alan Grier (The Wiz Live!)
Ne-Yo (The Wiz Live!)
Nick Offerman (Fargo)
Jesse Plemons (Fargo)
Raoul Trujillo (Saints & Strangers)
Bokeem Woodbine (Fargo)

ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE DE COMÉDIA
Mayim Bialik (The Big Bang Theory)
Kether Donohue (You’re the Worst)
Allison Janney (Mom)
Judith Light (Transparent)
Niecy Nash (Getting On)
Eden Sher (The Middle)

ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE DRAMÁTICA
Ann Dowd (The Leftovers)
Regina King (The Leftovers)
Helen McCrory (Penny Dreadful)
Hayden Panettiere (Nashville)
Maura Tierney (The Affair)
Constance Zimmer (UnREAL)

ATRIZ COADJUVANTE – FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Mary J. Blige (The Wiz Live!)
Laura Haddock (Luther)
Cristin Milioti (Fargo)
Sarah Paulson (American Horror Story: Hotel)
Winona Ryder (Show Me a Hero)
Jean Smart (Fargo)

SÉRIE ANIMADA
Bob’s Burgers
BoJack Horseman
South Park
Star Wars Rebels
The Simpsons

REALITY SHOW – COMPETIÇÃO
Chopped
Face Off
MasterChef Junior
Survivor
The Amazing Race
The Voice

HOST DE REALITY SHOW
Ted Allen (Chopped)
Phil Keoghan (The Amazing Race)
James Lipton (Inside the Actors Studio)
Jane Lynch (Hollywood Game Night)
Jeff Probst (Survivor)
Gordon Ramsay (Hell’s Kitchen)

STRUCTURED REALITY SHOW
Antiques Roadshow
Inside The Actors Studio
MythBusters
Project Greenlight
Shark Tank
Undercover Boss

TALK SHOW
Jimmy Kimmel Live!
Last Week Tonight with John Oliver
The Daily Show with Jon Stewart
The Graham Norton Show
The Late Late Show with James Corden
The Tonight Show Starring Jimmy Fallon

UNSTRUCTURED REALITY SHOW
Anthony Bourdain: Parts Unknown
Cops
Deadliest Catch
Intervention
Naked and Afraid
Pawn Stars

A cerimônia do 21º Critics’ Choice Awards acontece no dia 17 de janeiro em Santa Monica, uma semana após o Globo de Ouro, e 3 dias após o anúncio dos indicados ao Oscar. Segundo divulgado, o evento terá T.J. Miller como host e será transmitido pelos canais A&E, Lifetime e LMN.

‘Boyhood’ fatura o Critics’ Choice Awards 2015

Da esquerda pra direita_ Ethan Hawke, Richard Linklater, Ellar Coltrane e Patricia Arquette com o prêmio de Boyhood (photo by dailyherald.com)

Da esquerda pra direita: Ethan Hawke, Richard Linklater, Ellar Coltrane e Patricia Arquette com o prêmio de Boyhood (photo by dailyherald.com)

APESAR DE ‘BIRDMAN’ LEVAR SETE PRÊMIOS, ‘BOYHOOD’ LEVA MELHOR FILME

Como de costume, o Critics’ Choice Awards realizou sua (20ª) cerimônia de premiação no mesmo dia em que a Academia divulga seus indicados. Considerado uma das melhores prévias do Oscar com impressionantes 12 acertos de Melhor Filme nos últimos 15, o Critics’ Choice premiou na noite desta quinta (dia 15) muitos artistas que estão na lista do Oscar.

Depois de levar  Globo de Ouro de Melhor Filme – Drama, Boyhood: Da Infância à Juventude levou os prêmios de Filme, Diretor para Richard Linklater, Atriz Coadjuvante para Patricia Arquette e Jovem Ator para Ellar Coltrane. Boyhood tem como grandes concorrentes Birdman e O Grande Hotel Budapeste no Oscar.

Enquanto Birdman levou sete prêmios: Ator e Ator em Comédia (Michael Keaton), Elenco, Roteiro Original, Fotografia, Montagem e Trilha Musical; O Grande Hotel ficou com três: Comédia, Direção de Arte e Figurino. Muitos desses prêmios conquistados por essas duas produções não existem no Globo de Ouro, então esta é a primeira grande prévia completa para o Oscar, que ainda contará com os vencedores do BAFTA.

Michael Keaton agradece um de seus prêmios no Critics' Choice Awards (photo by ctvnews.ca)

Michael Keaton agradece um de seus prêmios por Birdman no Critics’ Choice Awards (photo by ctvnews.ca)

Os vencedores do Globo de Ouro também se repetiram aqui nas categorias de Ator (Michael Keaton), Atriz (Julianne Moore), Ator Coadjuvante (J.K. Simmons), mas para o bem da diversidade artística, também premiou filmes que sequer estão na lista do Oscar como o sueco Força Maior como Filme em Língua Estrangeira, a roteirista Gillian Flynn por Garota Exemplar, o documentário Life Itself – A Vida de Roger Ebert, a animação Uma Aventura Lego, e a trilha musical de Birdman, que foi desqualificada para o Oscar.

Julianne Moore e seu prêmio por Para Sempre Alice (photo by reutersmedia.net)

Julianne Moore e seu prêmio por Para Sempre Alice (photo by reutersmedia.net)

Como possui categorias diferentes como Filme de Ação, Comédia e Terror/Ficção Científica, o Critics’ Choice permitiu a consagração dos filmes Guardiões da Galáxia, O Grande Hotel Budapeste e Interestelar, respectivamente. A categoria de Ator em Filme de Ação premiou Bradley Cooper por Sniper Americano, que mais cedo havia recebido a notícia da 3ª indicação ao Oscar.

Confira os vencedores da 20ª edição do Critics’ Choice Awards:

MELHOR FILME
Boyhood: Da Infância à Juventude (Boyhood)

DIRETOR
Richard Linklater (Boyhood: Da Infância à Juventude)

ATOR
Michael Keaton (Birdman)

ATRIZ
Julianne Moore (Para Sempre Alice)

ATOR COADJUVANTE
J.K. Simmons (Whiplash: Em Busca da Perfeição)

ATRIZ COADJUVANTE
Patricia Arquette (Boyhood: Da Infância à Juventude)

ELENCO
Birdman

ROTEIRO ORIGINAL
Alejandro González Iñárritu, Nicolas Giacobone, Alexander Dinelaris, Jr., Armando Bo (Birdman)

ROTEIRO ADAPTADO
Gillian Flynn (Garota Exemplar)

FOTOGRAFIA
Emmanuel Lubezki (Birdman)

DIREÇÃO DE ARTE
Adam Stockhausen, Anna Pinnock (O Grande Hotel Budapeste)

MONTAGEM
Douglas Crise, Stephen Mirrione (Birdman)

FIGURINO
Milena Canonero (O Grande Hotel Budapeste)

CABELO E MAQUIAGEM
Guardiões da Galáxia

EFEITOS VISUAIS
Planeta dos Macacos: O Confronto

ANIMAÇÃO
Uma Aventura Lego (The Lego Movie)

FILME DE AÇÃO
Guardiões da Galáxia (Guardians of the Galaxy)

ATOR EM FILME DE AÇÃO
Bradley Cooper (Sniper Americano)

ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Emily Blunt (No Limite do Amanhã)

COMÉDIA
O Grande Hotel Budapeste (The Grand Budapest Hotel)

ATOR EM COMÉDIA
Michael Keaton (Birdman)

ATRIZ EM COMÉDIA
Jenny Slate (Obvious Child)

FILME DE TERROR OU FICÇÃO CIENTÍFICA
Interestelar (Interstellar)

FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Força Maior (Turist) – SUÉCIA

DOCUMENTÁRIO
Life Itself – A Vida de Roger Ebert (Life Itself)

CANÇÃO
“Glory” (Selma)

TRILHA MUSICAL
Antonio Sanchez (Birdman)

JOVEM ATOR OU ATRIZ
Ellar Coltrane (Boyhood: Da Infância à Juventude)

20º Critics’ Choice Awards leva ‘Birdman’ à frente da corrida ao Oscar 2015

20º Critics' Choice Awards

20º Critics’ Choice Awards

PRÉVIA DO OSCAR DESTACA BIRDMAN, O GRANDE HOTEL BUDAPESTE E BOYHOOD. JÁ INTERESTELAR CONQUISTA 7 INDICAÇÕES, MAS EM CATEGORIAS MENORES

Com tantos prêmios disputando espaço no calendário, o Critics’ Choice Awards é um dos que mais tem se destacado por dois motivos básicos: 1) Ao contrário da maioria dos prêmios, este oferece 6 vagas para indicados, o que facilita na hora da indecisão de quem deixar de fora; 2) A precisão de acertos tem sido espantosa. Dos últimos 15, houve acerto em 12 Melhores Filmes em relação ao Oscar.

O Critics’ Choice Awards é um prêmio relativamente novo na indústria cinematográfica, uma vez que iniciou suas premiações em 1995, quando laureou Razão e Sensibilidade. Concedido pela Broadcast Film Critics Association, formado por uma organização de críticos de cinema dos Estados Unidos e do Canadá, o prêmio vem se tornando um novo parâmetro para o Oscar, pois a outrora prévia Globo de Ouro não tem tido o mesmo nível de acerto de antes.

Este ano, Birdman foi o grande recordista de indicações com 13. Vale ressaltar aqui que das 13, três indicações são para categorias inexistentes no Oscar: Comédia, Ator em Comédia e Elenco. E também já dá pra excluir a indicação de Antonio Sanchez para Trilha Musical, já que seu trabalho foi considerado inelegível pela Academia.

Michael Keaton e Edward Norton em cena de Birdman (photo by outnow.ch)

Michael Keaton e Edward Norton em cena de Birdman (photo by outnow.ch)

Em seguida, com 11 indicações, surge O Grande Hotel Budapeste, de Wes Anderson. E assim como Birdman, também acumulou indicações em categorias que inexistem no prêmio da Academia: Comédia, Ator em Comédia, Elenco e Jovem Ator/Atriz. Contudo, confirma presença do filme em categorias como Roteiro Original, Direção de Arte, Figurino, e se os votantes estiverem animados, Filme e Diretor.

Algumas produções ganharam um novo gás com as indicações ao Critics’ Choice e podem ainda correr atrás do prejuízo como o novo filme de Paul Thomas Anderson, Vício Inerente, e o drama de guerra Invencível, que conquistou 4 indicações, inclusive a de Diretor para Angelina Jolie, por seu segundo longa. Curiosamente, ela se junta a outra mulher na categoria: Ava DuVernay, diretora de Selma, também concorre depois de ser indicada ao Globo de Ouro. Seu ator central David Oyelowo também foi indicado e pode acabar tirando Ralph Fiennes ou Steve Carell da competição.

Angelina Jolie observa cena de Invencível (photo by outnow.ch)

Angelina Jolie observa cena de Invencível (photo by outnow.ch)

Como pode se perceber, o Critics’ Choice é uma grande mãe para os filmes do ano. Por isso mesmo que criou trocentas categorias (28 para ser mais preciso) e uma indicação extra para os abandonados e excluídos. Como cinéfilo, considero ótima oportunidade de reconhecer filmes de ação e de comédia tomando como base a sua qualidade fílmica, e não pela quantidade de votos de internet como faz o MTV Movie Awards.

Dentre os indicados a Melhor Filme de Ação, Capitão América: O Soldado Invernal merece destaque por criar uma sequência muito consistente que remete aos filmes de espionagem dos anos 70, e que consegue dialogar com a sociedade à beira do colapso da crise da segurança. Já Guardiões da Galáxia merece respeito por se tratar de uma aposta arriscada que deu certo. São personagens da Marvel Comics que eram considerados de segundo escalão que poucos gostariam de adaptar para as telas, mas o diretor James Gunn captou bem o tom do universo e obteve a maior bilheteria de 2014 em solo americano.

Sebastian Stan em ótima performance como o Soldado Invernal na sequência Capitão América: O Soldado Invernal (photo by outnow.ch)

Sebastian Stan em ótima performance como o Soldado Invernal na sequência Capitão América: O Soldado Invernal (photo by outnow.ch)

Vale também citar o uso criativo da montagem na ficção científica No Limite do Amanhã, no qual toda vez que Tom Cruise morre, ele deve repetir toda sua atividade até conseguir uma solução. Claro que, para quem viu a comédia Feitiço do Tempo, não é nada inovador, mas trata-se de uma boa releitura em novo gênero.

Seguem todos os indicados do 20º Critics’ Choice Awards:

MELHOR FILME
Birdman
Boyhood: Da Infância à Juventude (Boyhood)
Garota Exemplar (Gone Girl)
O Grande Hotel Budapeste (The Grand Budapest Hotel)
O Jogo da Imitação (The Imitation Game)
O Abutre (Nightcrawler)
Selma
A Teoria de Tudo (The Theory of Everything)
Invencível (Unbroken)
Whiplash: Em Busca da Perfeição (Whiplash)

DIRETOR
Wes Anderson (O Grande Hotel Budapeste)
Ava DuVernay (Selma)
David Fincher (Garota Exemplar)
Alejandro González Iñárritu (Birdman)
Angelina Jolie (Invencível)
Richard Linklater (Boyhood: Da Infância à Juventude)

ATOR
Benedict Cumberbatch (O Jogo da Imitação)
Ralph Fiennes (O Grande Hotel Budapeste)
Jake Gyllenhaal (O Abutre)
Michael Keaton (Birdman)
David Oyelowo (Selma)
Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo)

ATRIZ
Jennifer Aniston (Cake)
Marion Cotillard (Dois Dias, Uma Noite)
Felicity Jones (A Teoria de Tudo)
Julianne Moore (Para Sempre Alice)
Rosamund Pike (Garota Exemplar)
Reese Witherspoon (Livre)

Josh Brolin obteve sua primeira indicação expressiva por Vício Inerente. (photo by elfilm.com)

Josh Brolin obteve sua primeira indicação expressiva por Vício Inerente. (photo by elfilm.com)

ATOR COADJUVANTE
Josh Brolin (Vício Inerente)
Robert Duvall (O Juiz)
Ethan Hawke (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Edward Norton (Birdman)
Mark Ruffalo (Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo)
J.K. Simmons (Whiplash: Em Busca da Perfeição)

 

 

 

ATRIZ COADJUVANTE
Patricia Arquette (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Jessica Chastain (A Most Violent Year)
Keira Knightley (O Jogo da Imitação)
Emma Stone (Birdman)
Meryl Streep (Caminhos da Floresta)
Tilda Swinton (Expresso do Amanhã)

ELENCO
Birdman
Boyhood: Da Infância à Juventude
O Grande Hotel Budapeste
O Jogo da Imitação
Caminhos da Floresta
Selma

ROTEIRO ORIGINAL
Alejandro González Iñárritu, Nicolas Giacobone, Alexander Dinelaris, Jr., Armando Bo (Birdman)
Richard Linklater (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Wes Anderson, Hugo Guinness (O Grande Hotel Budapeste)
Dan Gilroy (O Abutre)
Damien Chazelle (Whiplash: Em Busca da Perfeição)

ROTEIRO ADAPTADO
Gillian Flynn (Garota Exemplar)
Graham Moore (O Jogo da Imitação)
Paul Thomas Anderson (Vício Inerente)
Anthony McCarten (A Teoria de Tudo)
Joel Coen & Ethan Coen, Richard LaGravenese, William Nicholson (Invencível)
Nick Hornby (Livre)

FOTOGRAFIA
Emmanuel Lubezki (Birdman)
Robert Yeoman (O Grande Hotel Budapeste)
Hoyte Van Hoytema (Interestelar)
Dick Pope (Sr. Turner)
Roger Deakins (Invencível)

Fotografia de Sr. Turner (photo by outnow.ch)

Fotografia de Sr. Turner por Dick Pope (photo by outnow.ch)

DIREÇÃO DE ARTE
Kevin Thompson, George DeTitta Jr. (Birdman)
Adam Stockhausen, Anna Pinnock (O Grande Hotel Budapeste)
David Crank, Amy Wells (Vício Inerente)
Nathan Crowley, Gary Fettis (Interestelar)
Dennis Gassner, Anna Pinnock (Caminhos da Floresta)
Ondrej Nekvasil, Beatrice Brentnerova (Expresso do Amanhã)

MONTAGEM
Douglas Crise, Stephen Mirrione (Birdman)
Sandra Adair (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Kirk Baxter (Garota Exemplar)
Lee Smith (Interestelar)
Tom Cross (Whiplash: Em Busca da Perfeição)

FIGURINO
Milena Canonero (O Grande Hotel Budapeste)
Mark Bridges (Vício Inerente)
Colleen Atwood (Caminhos da Floresta)
Anna B. Sheppard (Malévola)
Jacqueline Durran (Sr. Turner)

CABELO E MAQUIAGEM
Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo
Guardiões da Galáxia
O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos
Caminhos da Floresta
Malévola

EFEITOS VISUAIS
Planeta dos Macacos: O Confronto
No Limite do Amanhã
Guardiões da Galáxia
O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos
Interestelar

ANIMAÇÃO
Operação Big Hero 6 (Big Hero 6)
Festa no Céu (The Book of Life)
Os  Boxtrolls (The Boxtrolls)
Como Treinar o Seu Dragão 2 (How to Train Your Dragon 2)
Uma Aventura Lego (The Lego Movie)

FILME DE AÇÃO
Sniper Americano (American Sniper)
Capitão América: O Soldado Invernal (Captain America: The Winter Soldier)
No Limite do Amanhã (Edge of Tomorrow)
Corações de Ferro (Fury)
Guardiões da Galáxia (Guardians of the Galaxy)

Integrantes excêntricos do grupo Guardiões da Galáxia. (photo by outnow.ch)

Integrantes excêntricos do grupo Guardiões da Galáxia. (photo by outnow.ch)

ATOR EM FILME DE AÇÃO
Bradley Cooper (Sniper Americano)
Tom Cruise (No Limite do Amanhã)
Chris Evans (Capitão América: O Soldado Invernal)
Brad Pitt (Corações de Ferro)
Chris Pratt (Guardiões da Galáxia)

ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Emily Blunt (No Limite do Amanhã)
Scarlett Johansson (Lucy)
Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1)
Zoe Saldana (Guardiões da Galáxia)
Shailene Woodley (Divergente)

COMÉDIA
Birdman
O Grande Hotel Budapeste (The Grand Budapest Hotel)
Um Santo Vizinho (St. Vincent)
Top Five
Anjos da Lei 2 (22 Jump Street)

ATOR EM COMÉDIA
Jon Favreau (Chef)
Ralph Fiennes (O Grande Hotel Budapeste)
Michael Keaton (Birdman)
Bill Murray (Um Santo Vizinho)
Chris Rock (Top Five)
Channing Tatum (Anjos da Lei 2)

Chris Rock em Top Five (photo by outnow.ch)

Chris Rock na comédia Top Five (photo by outnow.ch)

ATRIZ EM COMÉDIA
Rose Byrne (Vizinhos)
Rosario Dawson (Top Five)
Melissa McCarthy (Um Santo Vizinho)
Jenny Slate (Obvious Child)
Kristen Wiig (The Skeleton Twins)

FILME DE TERROR OU FICÇÃO CIENTÍFICA
The Babadook
Planeta dos Macacos: O Confronto (Dawn of the Planet of the Apes)
Interestelar (Interstellar)
Expresso do Amanhã (Snowpiercer)
Sob a Pele (Under the Skin)

A bela e misteriosa Scarlett Johansson em Sob a Pele (photo by outnow.ch)

A bela e misteriosa Scarlett Johansson em Sob a Pele (photo by outnow.ch)

FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Força Maior (Turist) – SUÉCIA
Ida – POLÔNIA
Leviatã (Leviafan) – RÚSSIA
Dois Dias, Uma Noite (Deux Jours, Une Nuit) – BÉLGICA
Relatos Selvagens (Relatos Salvajes) – ARGENTINA

DOCUMENTÁRIO
Citizenfour
Glen Campbell: I’ll Be Me
Duna de Jodorowsky (Jodorowsky’s Dune)
Last Days in Vietnam
Life Itself – A Vida de Roger Ebert (Life Itself)
The Overnighters

CANÇÃO
“Big Eyes” (Grandes Olhos)
“Everything Is Awesome” (Uma Aventura Lego)
“Glory” (Selma)
“Lost Stars” (Mesmo Se Nada Der Certo)
“Yellow Flicker Beat” (Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1)

TRILHA MUSICAL
Alexandre Desplat (O Jogo da Imitação)
Johann Johannsson (A Teoria de Tudo)
Trent Reznor, Atticus Ross (Garota Exemplar)
Antonio Sanchez (Birdman)
Hans Zimmer (Interestelar)

JOVEM ATOR OU ATRIZ
Ellar Coltrane (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Ansel Elgort (A Culpa é das Estrelas)
Mackenzie Foy (Interestelar)
Jaeden Lieberher (Um Santo Vizinho)
Tony Revolori (O Grande Hotel Budapeste)
Quvenzhane Wallis (Annie)
Noah Wiseman (The Babadook)

A emotiva Mackenzie Foy em cena de Interestelar ao lado de Matthew McConaughey (photo by outnow.ch)

A emotiva Mackenzie Foy em cena de Interestelar ao lado de Matthew McConaughey (photo by outnow.ch)

A cerimônia acontece no dia 15 de janeiro, mesmo dia em que as indicações ao Oscar serão anunciadas na manhã, ou seja, um loooongo dia para os artistas indicados em ambas as premiações.

“12 Anos de Escravidão” vence como Melhor Filme na prévia do Oscar

12 Anos de Escravidão repete vitória no Globo de Ouro (photo by www.cine.gr)

12 Anos de Escravidão repete vitória no Globo de Ouro (photo by http://www.cine.gr)

GRAVIDADE SUPERA RIVAIS AO CONQUISTAR MAIS PRÊMIOS TÉCNICOS

Adivinhem o que aconteceu no Critics’ Choice Award? Gravidade conquistou 7 prêmios, mas foi 12 Anos de Escravidão que acabou abocanhando o prêmio de Melhor Filme. Seria um repeteco do que está por vir no Oscar 2014? Algumas mudanças em relação ao Globo de Ouro também podem mudar o rumo até o dia 02 de março, quando a Academia divulgará seus vencedores.

Talvez a principal seja a vitória de Lupita Nyong’o como coadjuvante, batendo a estrela Jennifer Lawrence. Como já levantado aqui por alguns leitores, o Globo de Ouro adora uma celebridade e dificilmente deixaria de premiar uma tão adorada quanto Lawrence. Nas demais categorias de atuação, sem grandes novidades. Cate Blanchett e Matthew McConaughey confirmaram seus Globos de Ouro de ator e atriz – drama, enquanto Jared Leto imbatível como coadjuvante.

Lupita Nyong'o vira a mesa sobre Jennifer Lawrence e ganha o Critics' (photo by Christopher Polk/Getty Images)

Lupita Nyong’o vira a mesa sobre Jennifer Lawrence e ganha o Critics’ (photo by Christopher Polk/Getty Images)

Como esperado, o campeão de bilheteria entre os candidatos, Gravidade, dominou as categorias técnicas. Melhor Fotografia, Montagem, Efeitos Visuais e até a excepcional Trilha Musical de Steven Price. Já Spike Jonze, premiado com Roteiro Original, deve acabar ficando com o Oscar da categoria como forma de consolo de sua exclusão na categoria de diretores. Seu filme Ela foi um dos mais aclamados pela crítica em 2013 pela visão futurista e as relações humanas diante da tecnologia.

Vale destacar aqui a dupla premiação de Catherine Martin, a talentosíssima diretora de arte e figurinista de O Grande Gatsby, e mulher do diretor Baz Luhrmann. Ela já ganhou 2 Oscars nas mesmas categorias por Moulin Rouge – O Amor é Vermelho (2001). Mesmo competindo por um filme não-badalado pela temporada, Catherine pode repetir o feito no Oscar pela qualidade de seu trabalho. Ela recria a América dos anos 20 descrita com perfeição no clássico literário homônimo pelo autor F. Scott Fitzgerald.

Trabalho excepcional de Catherine Martin em O Grande Gatsby (photo by www.cine.gr)

Trabalho excepcional de Catherine Martin em O Grande Gatsby (photo by http://www.cine.gr)

O Critics’ Choice tem algumas válvulas de escape pra agradar alguns candidatos que perderam nas principais categorias. Assim, Sandra Bullock vence como Melhor Atriz – Filme de Ação, assim como Gravidade vence Melhor Filme – Sci-Fi/Terror. E a dupla vencedora do Globo de Ouro, Leonardo DiCaprio e Amy Adams vencem como Ator e Atriz – Comédia/Musical. E até o filme O Grande Herói (Lone Survivor), que está atualmente em 1º lugar nas bilheterias americanas, venceu o prêmio de Melhor Filme de Ação. Aí fica mais fácil, né? Deixe as decisões difíceis para a Academia!

Bom, não posso reclamar dessas sub-divisões, porque se não fossem por elas, a bela Adèle Exarchopoulos não ganharia nenhum prêmio. Ela venceu como Melhor Ator/Atriz Jovem, batendo um dos favoritos Tye Sheridan (Amor Bandido). Seu filme, Azul é a Cor Mais Quente, também ganhou como Melhor Filme em Língua Estrangeira, fato que não se repetirá no Oscar, uma vez que sequer foi indicado. Quem sabe em 2015?

Adèle Exarchopoulos linda, mas com vestido que não favorece bem seu "corpitcho" (photo by www.dailymail.co.uk)

Adèle Exarchopoulos linda, mas com vestido que não favorece bem seu “corpitcho” (photo by Reuters in http://www.dailymail.co.uk)

Só acho que o Critics’ Choice escolheu uma data péssima para premiar, pois foi justamente na noite do dia em que a Academia divulgou seus indicados de manhã! De um jeito ou de outro, acaba ficando em segundo plano na manchete do dia! Assim como Farrah Fawcett morrendo no mesmo dia em que Michael Jackson morreu! (sim, de vez em quando eu tenho humor bem negro).

E lembrando que o Critics’ Choice, formado por cerca de 280 críticos de TV, rádio e internet dos EUA e Canadá, tem tido alto índice de acerto no Oscar dos últimos anos, deixando o Globo de Ouro como um petisco de entrada.

VENCEDORES DO CRITICS’ CHOICE AWARDS 2014

MELHOR FILME: 12 Anos de Escravidão (12 Years a Slave)

MELHOR ATOR: Matthew McConaughey (Clube de Compras Dallas)

MELHOR ATRIZ: Cate Blanchett (Blue Jasmine)

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Jared Leto (Clube de Compras Dallas)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Lupita Nyong’o (12 Anos de Escravidão)

MELHOR ATOR/ATRIZ JOVEM: Adèle Exarchopoulos (Azul é a Cor Mais Quente)

MELHOR ELENCO: Trapaça (American Hustle)

MELHOR DIRETOR: Alfonso Cuarón (Gravidade)

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: Spike Jonze (Ela)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: John Ridley (12 Anos de Escravidão)

MELHOR FOTOGRAFIA: Emmanuel Lubezki (Gravidade)

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Catherine Martin e Beverley Dunn (O Grande Gatsby)

MELHOR MONTAGEM: Alfonso Cuarón e Mark Sanger (Gravidade)

MELHOR FIGURINO: Catherine Martin (O Grande Gatsby)

MELHOR MAQUIAGEM: Trapaça

MELHORES EFEITOS VISUAIS: Gravidade

MELHOR ANIMAÇÃO: Frozen: Uma Aventura Congelante (Frozen)

MELHOR FILME DE AÇÃO: O Grande Herói (Lone Survivor)

MELHOR ATOE EM FILME DE AÇÃO: Mark Wahlberg (O Grande Herói)

MELHOR ATRIZ EM FILME DE AÇÃO: Sandra Bullock (Gravidade)

MELHOR COMÉDIA: Trapaça (American Hustle)

MELHOR ATOR EM COMÉDIA: Leonardo DiCaprio (O Lobo de Wall Street)

MELHOR ATRIZ EM COMÉDIA: Amy Adams (Trapaça)

MELHOR FILME DE FICÇÃO CIENTÍFICA/ TERROR: Gravidade (Gravity)

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: Azul é a Cor Mais Quente (Blue Is the Warmest Color)

MELHOR DOCUENTÁRIO: A Um Passo do Estrelato (20 Feet From Stardom)

MELHOR CANÇÃO: “Let It Go”, de Robert Lopez e Kristen Anderson-Lopez (Frozen: Uma Aventura Congelante)

MELHOR TRILHA MUSICAL: Steven Price (Gravidade)

Frozen: Uma Aventura Congelante conquistou 2 prêmios e parte rumo ao Oscar (photo by www.outnow.ch)

Frozen: Uma Aventura Congelante conquistou 2 prêmios e parte rumo ao Oscar (photo by http://www.outnow.ch)

Com 13 indicações cada, ’12 Years a Slave’ e ‘Trapaça’ também lideram Critics’ Choice Awards 2014

Critics' Choice Awards 2014 (art by clevver.com)

Critics’ Choice Awards 2014 (art by clevver.com)

Enquanto o Globo de Ouro foi perdendo seu posto de parâmetro para o Oscar na última década, o Critics’ Choice Awards tem conquistado mais acertos do que erros em relação ao prêmio da Academia. Além disso, ao contrário do Globo de Ouro, o Critics’ também premia Melhor Fotografia, Montagem, Figurino e outras categorias mais técnicas, servindo como melhor termômetro. E vale lembrar que se trata de um prêmio praticamente recém-nascido, em seu 19º ano.

Só para exemplificar, nos últimos quatro anos, o Critics’ Choice acertou três vencedores de Melhor Filme: Argo, O Artista e Guerra ao Terror, além de atores como Daniel Day-Lewis, Colin Firth, Natalie Portman, Jeff Bridges e Sandra Bullock.

Embora seja apenas um festival sem prêmios competitivos, seria injustiça não mencionar o canadense Toronto International Film Festival (TIFF), cujo People’s Choice Award vem reconhecendo e fortalecendo os candidatos a Melhor Filme no Oscar. Nos últimos anos, O Discurso do Rei e Quem Quer Ser um Milionário? coincidiram as láureas com a Academia, sendo que ano passado, Argo estava entre os três finalistas.

Para quem não conhece o Critics’ Choice Awards, trata-se de um reconhecimento extremamente abrangente. Premiam os usuais Filme, Diretor, Ator, Atriz, Filme Estrangeiro… tem Melhor Elenco (marca do SAG Awards), Filme de Ação, Filme de Comédia (Globo de Ouro), Filme de Terror ou Ficção Científica (MTV Movie Award?) e ainda, Ator/Atriz em Filme de Ação e Ator/Atriz em Filme de Comédia. Só faltou Melhor Animal em Filme! Ainda bem que o prêmio não é feito de ouro, senão faltaria na reserva mundial.

Jennifer Lawrence recebendo uma das duas estatuetas que ganhou este ano por O Lado Bom da Vida e Jogos Vorazes (photo by http://fotosnoticiasartistasmuitomais.blogspot.com.br/2013/02/com-oscar-jennifer-lawrence-encerra.html)

Jennifer Lawrence recebendo uma das duas estatuetas que ganhou este ano por O Lado Bom da Vida e Jogos Vorazes (photo by http://fotosnoticiasartistasmuitomais.blogspot.com.br/2013/02/com-oscar-jennifer-lawrence-encerra.html)

Este ano, os recordistas com 13 indicações cada foram 12 Years a Slave e Trapaça, repetindo a façanha conquistada no Globo de Ouro com 7 para cada. Logo em seguida, Gravidade abocanhou 10 indicações e deve ganhar pelo menos Melhor Filme de Terror/Ficção Científica como consolo.

Outro fato curioso sobre o Critics é que eles indicam seis trabalhos nas categorias principais, tornando mais difícil aquele candidato esquecido. Especificamente nesta edição, as seis vagas estão muito bem preenchidas, principalmente entre os atores. Robert Redford e Christian Bale (ignorados pelo SAG), Brie Larson (apesar de ignorada por SAG e Globo de Ouro, concorre pelo Independent Spirit!), Bradley Cooper (ignorado pelo SAG) e até o póstumo James Gandolfini (ignorado pelo Globo). Vale ressaltar a indicação da voz de Scarlett Johansson em Ela como atriz coadjuvante. Será que tem chances no Oscar?

A bela Scarlett Johansson no último Festival de Roma, de onde saiu com o prêmio de Atriz por Ela

A bela Scarlett Johansson no último Festival de Roma, de onde saiu com o prêmio de Atriz por Ela

Mesmo assim, há um ou outro deixado de lado: Joaquin Phoenix (Ela), Tom Hanks (Walt nos Bastidores de Mary Poppins), Michael B. Jordan e Octavia Spencer (Fruitvale Station: A Última Parada). Ei! São 6 indicados, não 10.

Confira as 500 categorias do Critics’ Choice:

MELHOR FILME
Trapaça (American Hustle)
Capitão Phillips (Captain Phillips)
Dallas Buyers Club
Gravidade (Gravity)
Ela (Her)
Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum (Inside Llewyn Davis)
Nebraska
Walt nos Bastidores de Mary Poppins (Saving Mr. Banks)
12 Years a Slave
O Lobo de Wall Street (The Wolf of Wall Street)

MELHOR ATOR
Christian Bale (Trapaça)
Bruce Dern (Nebraska)
Chiwetel Ejiofor (12 Years a Slave)
Tom Hanks (Capitão Phillips)
Matthew McConaughey (Dallas Buyers Club)
Robert Redford (All Is Lost)

MELHOR ATRIZ
Cate Blanchett (Blue Jasmine)
Sandra Bullock (Gravidade)
Judi Dench (Philomena)
Brie Larson (Short Term 12)
Meryl Streep (Álbum de Família)
Emma Thompson (Walt nos Bastidores de Mary Poppins)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Barkhad Abdi (Capitão Phillips)
Daniel Bruhl (Rush: No Limite da Emoção)
Bradley Cooper (Trapaça)
Michael Fassbender (12 Years a Slave)
James Gandolfini (À Procura do Amor)
Jared Leto (Dallas Buyers Club)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Scarlett Johansson (Ela)
Jennifer Lawrence (Trapaça)
Lupita Nyong’o (12 Years a Slave)
Julia Roberts (Álbum de Família)
June Squibb (Nebraska)
Oprah Winfrey (O Mordomo da Casa Branca)

MELHOR ATOR/ATRIZ JOVEM
Asa Butterfield (Ender’s Game – O Jogo do Exterminador)
Adèle Exarchopoulos (Azul é a Cor Mais Quente)
Liam James (O Verão da Minha Vida)
Sophie Nelisse (A Menina que Roubava Livros)
Tye Sheridan (Amor Bandido)

O jovem talento Tye Sheridan concorre por Amor Bandido (photo by www.cine.gr)

O jovem talento Tye Sheridan concorre por Amor Bandido (photo by http://www.cine.gr)

MELHOR ELENCO
Trapaça
Álbum de Família
O Mordomo da Casa Branca
Nebraska
12 Years a Slave
O Lobo de Wall Street

MELHOR DIRETOR
Alfonso Cuaron (Gravidade)
Paul Greengrass (Capitão Phillips)
Spike Jonze (Ela)
Steve McQueen (12 Years a Slave)
David O. Russell (Trapaça)
Martin Scorsese (O Lobo de Wall Street)

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Eric Singer, David O. Russell (Trapaça)
Woody Allen (Blue Jasmine)
Spike Jonze (Ela)
Joel Coen, Ethan Coen (Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum)
Bob Nelson (Nebraska)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Tracy Letts (Álbum de Família)
Richard Linklater, Julie Delpy, Ethan Hawke (Antes da Meia-Noite)
Billy Ray (Capitão Phillips)
Steve Coogan, Jeff Pope (Philomena)
John Ridley (12 Years a Slave)
Terence Winter (O Lobo de Wall Street)

MELHOR FOTOGRAFIA
Emmanuel Lubezki (Gravidade)
Bruno Delbonnel (Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum)
Phedon Papamichael (Nebraska)
Roger Deakins (Os Suspeitos)
Sean Bobbitt (12 Years a Slave)

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Andy Nicholson, Rosie Goodwin (Gravidade)
Catherine Martin, Beverley Dunn (O Grande Gatsby)
K.K. Barrett, Gene Serdena (Ela)
Dan Hennah, Ra Vincent (O Hobbit: A Desolação de Smaug)
Adam Stockhausen, Alice Baker (12 Years a Slave)

MELHOR MONTAGEM
Alan Baumgarten, Jay Cassidy, Crispin Struthers (Trapaça)
Christopher Rouse (Capitão Phillips)
Alfonso Cuarón, Mark Sanger (Gravidade)
Daniel P. Hanley, Mike Hill (Rush: No Limite da Emoção)
Joe Walker (12 Years a Slave)
Thelma Schoonmaker (O Lobo de Wall Street)

MELHOR FIGURINO
Michael Wilkinson (Trapaça)
Catherine Martin (O Grande Gatsby)
Bob Buck, Lesley Burkes-Harding, Ann Maskrey, Richard Taylor (O Hobbit: A Desolação de Smaug)
Daniel Orlandi (Walt nos Bastidores de Mary Poppins)
Patricia Norris (12 Years a Slave)

MELHOR MAQUIAGEM
Trapaça
O Hobbit: A Desolação de Smaug
O Mordomo da Casa Branca
Rush: No Limite da Emoção
12 Years a Slave

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Gravidade
OHobbit: A Desolação de Smaug
Homem de Ferro 3
Círculo de Fogo
Além da Escuridão – Star Trek

MELHOR ANIMAÇÃO
Os Croods (The Croods)
Meu Malvado Favorito (Despicable Me 2)
Frozen: Uma Aventura Congelante (Frozen)
Universidade Monstros (Monsters University)
Vidas ao Vento (The Wind Rises)

A animação Os Croods deve conquistar uma das cinco vagas do Oscar (photo by www.elfilm.com)

A animação Os Croods deve conquistar uma das cinco vagas do Oscar (photo by http://www.elfilm.com)

MELHOR FILME DE AÇÃO
Jogos Vorazes: Em Chamas (The Hunger Games: Catching Fire)
Homem de Ferro 3 (Iron Man 3)
Lone Survivor
Rush: No Limite da Emoção (Rush)
Além da Escuridão – Star Trek (Star Trek Into Darkness)

MELHOR ATOR EM FILME DE AÇÃO
Henry Cavill (Homem de Aço)
Robert Downey Jr. (Homem de Ferro 3)
Brad Pitt (Guerra Mundial Z)
Mark Wahlberg (Lone Survivor)

MELHOR ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Sandra Bullock (Gravidade)
Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: Em Chamas)
Evangeline Lilly (O Hobbit: A Desolação de Smaug)
Gwyneth Paltrow (Homem de Ferro 3)

MELHOR COMÉDIA
Trapaça (American Hustle)
À Procura do Amor (Enough Said)
As Bem-Armadas (The Heat)
É o Fim (This Is the End)
O Verão da Minha Vida (The Way Way Back)
Heróis de Ressaca (The World’s End)

MELHOR ATOR EM COMÉDIA
Christian Bale (Trapaça)
Leonardo DiCaprio (O Lobo de Wall Street)
James Gandolfini (À Procura do Amor)
Simon Pegg (Heróis de Ressaca)
Sam Rockwell (O Verão da Minha Vida)

MELHOR ATRIZ EM COMÉDIA
Amy Adams (Trapaça)
Sandra Bullock (As Bem-Armadas)
Greta Gerwig (Frances Ha)
Julia Louis-Dreyfus (À Procura do Amor)
Melissa McCarthy (As Bem-Armadas)

Melissa McCarthy e Sandra Bullock disputam o prêmio de Atriz em Comédia por As Bem-Armadas (photo by ww.outnow.ch)

Melissa McCarthy e Sandra Bullock disputam o prêmio de Atriz em Comédia por As Bem-Armadas (photo by ww.outnow.ch)

MELHOR FILME DE FICÇÃO CIENTÍFICA/TERROR
Invocação do Mal (The Conjuring)
Gravidade (Gravity)
Além da Escuridão – Star Trek (Star Trek into Darkness)
Guerra Mundial Z (World War Z)

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
Azul é a Cor Mais Quente (La Vie d’Adèle)
A Grande Beleza (La Grande Bellezza)
A Caça (Jagten)
The Past (Le Passé)
O Sonho de Wadjda (Wadjda)

Cena de O Sonho de Wadjda, que concorre como Filme Estrangeiro pela Arábia Saudita (photo by www.outnow.ch)

Cena de O Sonho de Wadjda, que concorre como Filme Estrangeiro pela Arábia Saudita (photo by http://www.outnow.ch)

MELHOR DOCUMENTÁRIO
O Ato de Matar (The Act of Killing)
Blackfish
Stories We Tell
Tim’s Vermeer
20 Feet from Stardom

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Atlas” – Coldplay (Jogos Vorazes: Em Chamas)
“Happy” – Pharrell Williams (Meu Malvado Favorito 2)
“Let It Go” – Robert Lopez, Kristen Anderson-Lopez (Frozen: Uma Aventura Congelante)
“Ordinary Love” – U2 (Mandela: Long Walk to Freedom)
“Please Mr. Kennedy” – Justin Timberlake/Oscar Isaac/Adam Driver (Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum)
“Young and Beautiful” – Lana Del Rey (O Grande Gatsby)

MELHOR TRILHA MUSICAL ORIGINAL
Steven Price (Gravidade)
Arcade Fire (Ela)
Thomas Newman (Walt nos Bastidores de Mary Poppins)
Hans Zimmer (12 Years a Slave)

Os vencedores serão anunciados no dia 16 de janeiro de 2014. Quatro dias após o anúncio dos indicados ao Oscar.

* A animação de Hayao Miyazaki, The Wind Rises, estava com o título brasileiro O Vento Está Soprando, mas a distribuidora que adquiriu os direitos de exibição resolveu alterar para Vidas ao Vento.

Vidas ao Vento, de Hayao Miyazaki, ganhou novo título nacional e concorre como melhor Animação (photo by www.elfilm.com)

Vidas ao Vento, de Hayao Miyazaki, ganhou novo título nacional e concorre como melhor Animação (photo by http://www.elfilm.com)