‘Star Wars’ domina as indicações ao MTV Movie Awards 2016

MTV Movie Awards 2016

MTV Movie Awards 2016 (photo by hfmagazineonline.com)

PREMIAÇÃO DE VOTO PÚBLICO SE RENDE AOS BLOCKBUSTERS

Depois do Oscar, nada melhor do que o MTV Movie Awards pra dar aquela relaxada! Nada de filmes sérios ou que exijam neurônios demais predominam pelas 14 categorias. Se bem que neste ano, eles resolveram acrescentar três categorias com cara de prêmio dos críticos: True Story (Baseado em fatos verídicos), Documentário e Ensemble Cast (Elenco). E felizmente, excluíram outras categorias bem inúteis como o Shirtless Performance e o WTF Moment.

E imitando a “bolha assassina” do Critics’ Choice Awards, agora todas as categorias têm 6 indicados cada, e com isso, mais filmes são reconhecidos e com maior número de indicações. Campeão de bilheteria, Star Wars: O Despertar da Força foi o recordista desta edição com 11 indicações, puxando a tendência na qual os filmes mais vistos pelo público conseguem maior visibilidade na premiação, vide a presença de Vingadores: Era de Ultron, Jurassic World e o recente Deadpool, que se tornou o filme com censura Rated R mais visto das últimas décadas.

Cena do recordista de indicações Star Wars: O Despertar da Força (photo by cinemagia.ro)

Cena do recordista de indicações Star Wars: O Despertar da Força (photo by cinemagia.ro)

Eu gosto da indicação de Deadpool, não apenas por se de uma boa adaptação de quadrinhos, mas que também prova para os produtores caretas de Hollywood, que é possível fazer um filme de super-herói para um público adulto, com qualidades e ainda sair lucrando! Só pela ousadia de sair do arquétipo, já deveria ganhar todos os prêmios. Mas deve sair pelo menos com o de Melhor Beijo pela ótima química de Ryan Reynolds e a belíssima Morena Baccarin.

Altas químicas rolam entre Ryan Reynolds e Morena Baccarin em Deadpool (photo by cinemagia.ro)

Altas químicas rolam entre Ryan Reynolds e Morena Baccarin em Deadpool (photo by cinemagia.ro)

Igualmente pela ousadia, outro filme que merece todos os prêmios é Mad Max: Estrada da Fúria. Infelizmente e curiosamente, o filme de George Miller, que acaba de conquistar 6 Oscars, sequer foi indicado a Melhor Filme. Acho muito estranha essa ausência, já que foi um filme bem idolatrado pelo público jovem e internauta. Acredito que deve levar o prêmio de Female Performance para Charlize Theron.

Trocaria facilmente a vaga de Vingadores: Era de Ultron por Mad Max. Apesar dos números expressivos de bilheteria, é uma sequência muito fraca, com um roteiro ralo (cadê as belas tiradas do nível do primeiro filme, Joss Whedon?) e sequências de ação pouco empolgantes. Parecia que o filme todo estava ligado no piloto automático! Como fã da Marvel Comics, achei uma grande pena que o filme, que tinha tudo para ser um dos melhores, não correspondeu às expectativas.

E não poderia deixar de destacar que todos aqueles “excluídos” do #OscarSoWhite ganharam abrigo e compaixão do MTV Movie Awards como Straight Outta Compton, que foi indicado a Melhor Filme, e o chorão do boicotador Will Smith. Não sei quanto a vocês, mas peguei um bode do Will Smith! Na categoria de Melhor Ator, temos também o merecido reconhecimento de Michael B. Jordan por Creed: Nascido Para Lutar. Curiosamente, teve apenas duas indicações: Melhor Filme e Ator.

Isso merece uma comemoração: Will Smith conseguiu um indicação! E pode levar seu baldinho de pipoca dourada! (photo by cinemagia.ro)

Isso merece uma comemoração: Will Smith conseguiu um indicação! E pode levar seu baldinho de pipoca dourada! (photo by cinemagia.ro)

A ausência mais sentida na minha opinião foi do pequeno talento Jacob Tremblay, que no mínimo, merecia uma indicação de Melhor Revelação por O Quarto de Jack, e não sua companheira de tela, Brie Larson, que já é conhecida há alguns anos. Outra importante mancada do MTV Movie Awards foi deixar de lado Spotlight – Segredos Revelados na categoria séria do True Story.

Ao contrário do ano passado, não consegui votar para os meus favoritos nesta edição. O site da MTV acusa que não está disponível para a minha localização. Cinéfilos do Terceiro Mundo não têm vez! De qualquer forma, para quem estiver interessado na cerimônia, ela acontece no dia 10 de abril, com a apresentação dos hosts Dwayne Johnson (o The Rock) e Kevin Hart (não sei de onde acham tanta graça nele), e deve ser transmitido ao vivo pelo canal da MTV Brasil.

Assinalei meus “votos” na cor laranja na lista de indicados, que segue abaixo:

MOVIE OF THE YEAR (Filme do Ano)
· Vingadores: Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron)
· Creed: Nascido Para Lutar (Creed)
· Deadpool (Deadpool)
· Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (Jurassic World)
· Star Wars: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens)
· Straight Outta Compton: A História do N.W.A. (Straight Outta Compton)

TRUE STORY (História Verídica)
· Um Homem Entre Gigantes (Concussion)
· Joy: O Nome do Sucesso (Joy)
· Steve Jobs (Steve Jobs)
· Straight Outta Compton: A História do N.W.A. (Straight Outta Compton)
· A Grande Aposta (The Big Short)
· O Regresso (The Revenant)

DOCUMENTÁRIO
· Amy
· Cartel Land
· He Named Me Malala
· The Hunting Ground
· The Wolfpack
· What Happened, Miss Simone?

BEST FEMALE PERFORMANCE (Performance Feminina)
· Alicia Vikander (Ex-Machina: Instinto Artificial)
· Anna Kendrick (A Escolha Perfeita 2)
· Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)
· Daisy Ridley (Star Wars: O Despertar da Força)
· Jennifer Lawrence (Joy: O Nome do Sucesso)
· Morena Baccarin (Deadpool)

BEST MALE PERFORMANCE (Performance Masculina)
· Chris Pratt (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)
· Leonardo DiCaprio (O Regresso)
· Matt Damon (Perdido em Marte)
· Michael B. Jordan (Creed: Nascido Pra Lutar)
· Ryan Reynolds (Deadpool)
· Will Smith (Um Homem Entre Gigantes)

BREAKTHROUGH PERFORMANCE (Revelação)
· Amy Schumer (Descompensada)
· Brie Larson (O Quarto de Jack)
· Daisy Ridley (Star Wars: O Despertar da Força)
· Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza)
· John Boyega (Star Wars: O Despertar da Força)
· O’Shea Jackson Jr. (Straight Outta Compton: A História do N.W.A.)

BEST COMEDIC PERFORMANCE (Performance cômica)
· Amy Schumer (Descompensada)
· Kevin Hart (Policial em Apuros 2)
· Melissa McCarthy (A Espiã que Sabia de Menos)
· Rebel Wilson (A Escolha Perfeita 2)
· Ryan Reynolds (Deadpool)
· Will Ferrell (O Durão)

BEST ACTION PERFORMANCE (Performance de Ação)
· Chris Pratt (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)
· Dwayne Johnson (Terremoto: A Falha de San Andreas)
· Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – O Final)
· John Boyega (Star Wars: O Despertar da Força)
· Ryan Reynolds (Deadpool)
· Vin Diesel (Velozes & Furiosos 7)

BEST HERO (Herói)
· Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)
· Chris Evans (Vingadores: Era de Ultron)
· Daisy Ridley (Star Wars: O Despertar da Força)
· Dwayne Johnson (Terremoto: A Falha de San Andreas)
· Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – O Final)
· Paul Rudd (Homem-Formiga)

BEST VILLAIN (Vilão)
· Adam Driver (Star Wars: O Despertar da Força)
· Ed Skrein (Deadpool)
· Hugh Keays-Byrne (Mad Max: Estrada da Fúria)
· James Spader (Vingadores: Era de Ultron)
· Samuel L. Jackson (Kingsman: Serviço Secreto)
· Tom Hardy (O Regresso)

BEST VIRTUAL PERFORMANCE (Performance Virtual)
· Amy Poehler (Divertida Mente)
· Andy Serkis (Star Wars: O Despertar da Força)
· Jack Black (Kung Fu Panda 3)
· James Spader (Vingadores: Era de Ultron)
· Lupita Nyong’o (Star Wars: O Despertar da Força)
· Seth MacFarlane (Ted 2)

ENSEMBLE CAST (Elenco)
· Vingadores: Era de Ultron
· Velozes & Furiosos 7
· A Escolha Perfeita 2
· Star Wars: O Despertar da Força
· Jogos Vorazes: A Esperança – O Final
· Descompensada

BEST KISS (Beijo)
· Amy Schumer & Bill Hader (Descompensada)
· Dakota Johnson & Jamie Dornan (Cinquenta Tons de Cinza)
· Leslie Mann & Chris Hemsworth (Férias Frustradas)
· Margot Robbie & Will Smith (Golpe Duplo)
· Morena Baccarin & Ryan Reynolds (Deadpool)
· Rebel Wilson & Adam DeVine (A Escolha Perfeita 2)

BEST FIGHT (Luta)
· Deadpool (Ryan Reynolds) vs. Ajax (Ed Skrein) – Deadpool
· Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) vs. A Ursa – O Regresso
· Imperator Furiosa (Charlize Theron) vs. Max Rockatansky (Tom Hardy) – Mad Max: Estrada da Fúria
· Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) vs. Hulk (Mark Ruffalo) – Vingadores: Era de Ultron
· Rey (Daisy Ridley) vs. Kylo Ren (Adam Driver) – Star Wars: O Despertar da Força
· Susan Cooper (Melissa McCarthy) vs. Lia (Nargis Fakhri) – A Espiã que Sabia de Menos)

Mesmo abaixo da média, Vingadores: Era de Ultron conseguiu conquistar X indicações (photo by outnow.ch)

Mesmo abaixo da média, Vingadores: Era de Ultron conseguiu conquistar 6 indicações (photo by outnow.ch)

Anúncios

Com 13 indicações, ‘Mad Max: Estrada da Fúria’ lidera o Critics’ Choice Awards 2016

Mad Max: Estrada da Fúria conquista 13 indicações, inclusive duas para Charlize Theron (photo by cine.gr)

Mad Max: Estrada da Fúria conquista 13 indicações, inclusive duas para Charlize Theron (photo by cine.gr)

‘CAROL’ E ‘SPOTLIGHT’ VÊM EM SEGUIDA COM 9 E 8 INDICAÇÕES, RESPECTIVAMENTE

Estatisticamente falando, o Critics’ Choice Awards continua sendo uma das melhores prévias do Oscar. Embora tenha divergido da Academia nesse ano com a aposta em Boyhood: Da Infância à Juventude, seus números (11 acertos de Melhor Filme nos últimos 15 anos) continuam impressionantes. Por isso, mesmo se tratando de um prêmio novo (está em sua 21ª edição), vem conquistando maior prestígio na indústria e com seus profissionais do que o Globo de Ouro.

Talvez para fortalecer ainda mais a reputação do Critics’ Choice, este ano, a Broadcast Film Critics Association decidiu reunir as premiações de filmes com a de televisão, que acontecia no mês de julho desde 2010. A meu ver, o Critics’ Choice Awards é uma espécie de prêmio híbrido que busca as qualidades de outros para si; então tem as categorias de comédia (Globo de Ouro), a categoria de Elenco (SAG Awards), prêmios técnicos (sindicatos e Oscar), categorias de Terror e Ficção Científica (Saturn Awards) e prêmios para jovens atores (Young Artist Awards). Daqui a pouco eles vão criar a categoria de Dublagem pra desbancar o Annie Awards! Parece A Bolha Assassina, que vai absorvendo tudo o que vê pela frente! E como se não bastasse, ainda tem 6 vagas para os indicados, para não deixar aquele injustiçado de fora.

Esse excesso de categorias pode parecer um paraíso para as produções do ano que buscam destaque, mas por exemplo, para o próprio Mad Max: Estrada da Fúria, que aqui acumulou 13 indicações, teria esse número reduzido para 9 no Oscar, já que as categorias Melhor Filme de Ação, Filme de Terror ou Ficção Científica, Ator em Ação e Atriz em Ação não existem no prêmio da Academia. No final, creio que a produção vai conquistar 10 indicações, já que o Critics’ Choice não tem categorias de Som e Efeitos Sonoros (ainda!).

Ainda sobre os números desta edição, Carol, Perdido em Marte e O Regresso coletaram 9 indicações cada. Spotlight – Segredos Revelados vem em seguida com 8, A Grande Aposta com 7, Os 8 Odiados com 6, e com 5 temos Ponte dos Espiões, Brooklyn, A Garota Dinamarquesa, Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros e Sicario: Terra de Ninguém. O drama O Quarto de Jack ficou com 4 indicações no total.

SURPRESAS E AUSÊNCIAS

Talvez a maior surpresa aqui tenha sido a inclusão de Charlize Theron na categoria de Melhor Atriz. Não que sua performance em Mad Max: Estrada da Fúria não seja merecedora de reconhecimento, mas por se tratar de um ano extremamente disputado entre as atrizes, foi uma surpresa ver uma atuação de ficção científica entre as indicadas. Ok, sem querer prever o previsível, eis o que vai acontecer: Theron deve perder como Atriz, mas ganhar como Atriz em Filme de Ação – o que não deixa de ser uma bom prêmio de consolação. No Oscar, que eu me lembre, a última performance de atriz em ficção científica indicada foi de Sigourney Weaver em Aliens, o Resgate em 1987.

Charlize Theron como Furiosa em Mad Max: Estrada da Fúria (photo by outnow.ch)

Charlize Theron como Furiosa em Mad Max: Estrada da Fúria (photo by outnow.ch)

Ainda sobre Mad Max: Estrada da Fúria, o protagonista Tom Hardy foi reconhecido em duas categorias: Melhor Ator em Filme de Ação por Max e Ator Coadjuvante por O Regresso. Até o momento, ele não havia sido reconhecido pelo filme de Alejandro González Iñárritu, a não ser por uma única indicação dos críticos de Washington. Já Paul Dano, que conseguiu vaga como Coadjuvante por Love & Mercy, vem crescendo na temporada: foi indicado para o Independent Spirit Awards e o Globo de Ouro. Ficou de fora do SAG, mas ainda tem boas chances de chegar à sua primeira indicação ao Oscar.

Paul Dano como Brian Wilson dos Beach Boys em cena de Love & Mercy (photo by outnow.ch)

Paul Dano como Brian Wilson dos Beach Boys em cena de Love & Mercy (photo by outnow.ch)

Na categoria de Atriz em Comédia, a novidade ficou por conta de Tina Fey, que, digamos, “substituiu” Maggie Smith (A Senhora da Van). Irmãs, o filme co-estrelado por sua colega de palco do Globo de Ouro, Amy Poehler, concorre também como Melhor Filme de Comédia.

Contudo, a surpresa mais agradável foi a inclusão do filme brasileiro Que Horas Ela Volta?, ou como eles chamam, The Second Mother. Embora tenha ficado de fora do Globo de Ouro, o filme de Anna Muylaert ainda está no páreo e tem grandes chances de figurar entre os finalistas da Academia. O filme húngaro O Filho de Saul tem 90% de chances de ganhar mais esse prêmio, porém Que Horas Ela Volta? tem seus méritos de crítica social aliado ao bom humor de Regina Casé que pode render muitos votos.

Regina Casé e Karine Teles em cena de Que Horas Ela Volta?. Chance do Brasil no Critics' Choice Awards (photo by Aline Arruda - filmeb.com.br

Regina Casé e Karine Teles em cena de Que Horas Ela Volta?. Chance do Brasil no Critics’ Choice Awards (photo by Aline Arruda – filmeb.com.br

Apesar de contar com seis indicados nas categorias de atuação, alguns nomes inevitavelmente ficam na chuva. Algumas ausências como Will Smith (Um Homem Entre Gigantes), Idris Elba (Beasts of No Nation) e Benicio Del Toro (Sicario) surpreenderam em nível baixo por terem sido citado em prêmios anteriores. Mas, não sei se é meu voto pessoal apenas, mas acreditava que Ian McKellen (Sr. Holmes) e Marion Cotillard (Macbeth) estariam nessa lista. Ainda acredito que eles vão ser as cartas na manga da Academia na hora do anúncio dos indicados no dia 14 de janeiro.

Marion Cotillard com Michael Fassbender em cena de Macbeth (photo by outnow.ch)

Marion Cotillard com Michael Fassbender em cena de Macbeth (photo by outnow.ch)

Quanto a Jane Fonda (Youth), com o deslocamento de Rooney Mara (Carol) e Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa) das categorias de Atriz para Atriz Coadjuvante, acabou faltando espaço para a veterana. Contudo, confesso que achava que Rachel McAdams que iria dançar… Pelo visto, sua interpretação em Spotlight – Segredos Revelados não é mera consolação pelo elenco.

Nas demais categorias, fiquei surpreso com as ausências de Phyllis Nagy pelo roteiro de Carol, Janusz Kaminski pela bela fotografia de Ponte dos Espiões e dos efeitos visuais do novo Star Wars. A Broadcast Film Critics Association pode simplesmente não ter gostado dos efeitos digitais, mas também existe a possibilidade de estar relacionado com o cancelamento da sessão para a imprensa por parte da Disney, fato que chocou o diretor J.J. Abrams. Detentora dos direitos do filme, a Disney ficou mais preocupada em não vazar o filme que não liberou sessões prévias para imprensa, o que pode prejudicar bastante a campanha do filme em premiações. Não que a Disney esteja ligando para prêmios com tantos bilhões em jogo, mas…

Chris Pratt e Bryce Dallas Howard em cena de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (photo by outnow,ch)

Chris Pratt e Bryce Dallas Howard em cena de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (photo by outnow,ch)

Seguem todos os indicados do 21º Critics’ Choice Awards:

CINEMA

MELHOR FILME
A Grande Aposta (The Big Short)
Brooklyn
Carol (Carol)
Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)
Perdido em Marte (The Martian)
Ponte dos Espiões (Bridge of Spies)
O Quarto de Jack (Room)
O Regresso (The Revenant)
Sicario: Terra de Ninguém (Sicario)
Spotlight – Segredos Revelados (Spotlight)

DIRETOR
Todd Haynes (Carol)
Alejandro González Iñárritu (O Regresso)
Tom McCarthy (Spotlight – Segredos Revelados)
George Miller (Mad Max: Estrada da Fúria)
Ridley Scott (Perdido em Marte)
Steven Spielberg (Ponte dos Espiões)

ATOR
Bryan Cranston (Trumbo)
Matt Damon (Perdido em Marte)
Johnny Depp (Aliança do Crime)
Leonardo DiCaprio (O Regresso)
Michael Fassbender (Steve Jobs)
Eddie Redmayne (A Garota Dinamarquesa)

ATRIZ
Cate Blanchett (Carol)
Brie Larson (O Quarto de Jack)
Jennifer Lawrence (Joy: O Nome do Sucesso)
Charlotte Rampling (45 Anos)
Saoirse Ronan (Brooklyn)
Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)

ATOR COADJUVANTE
Paul Dano (Love & Mercy)
Tom Hardy (O Regresso)
Mark Ruffalo (Spotlight – Segredos Revelados)
Mark Rylance (Ponte dos Espiões)
Michael Shannon (99 Homes)
Sylvester Stallone (Creed: Nascido Para Lutar)

ATRIZ COADJUVANTE
Jennifer Jason Leigh (Os 8 Odiados)
Rooney Mara (Carol)
Rachel McAdams (Spotlight – Segredos Revelados)
Helen Mirren (Trumbo)
Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa)
Kate Winslet (Steve Jobs)

ELENCO
A Grande Aposta (The Big Short)
Os 8 Odiados (The Hateful Eight)
Spotlight  – Segredos Revelados (Spotlight)
Sraight Outta Compton: A História do N.W.A. (Straight Outta Compton)
Trumbo

ROTEIRO ORIGINAL
Matt Charman, Ethan Coen e Joel Coen (Ponte dos Espiões)
Alex Garland (Ex-Machina: Instinto Artificial)
Quentin Tarantino (Os 8 Odiados)
Pete Docter, Meg LeFauve e Josh Cooley (Divertida Mente)
Josh Singer, Tom McCarthy (Spotlight – Segredos Revelados)

ROTEIRO ADAPTADO
Charles Randolph e Adam McKay (A Grande Aposta)
Nick Hornby (Brooklyn)
Drew Goddard (Perdido em Marte)
Emma Donoghue (O Quarto de Jack)
Aaron Sorkin (Steve Jobs)

FOTOGRAFIA
Edward Lachman (Carol)
Emmanuel Lubezki (O Regresso)
Dariusz Wolski (Perdido em Marte)
Roger Deakins (Sicario: Terra de Ninguém)
Robert Richardson (Os 8 Odiados)
John Seale (Mad Max: Estrada da Fúria)

DIREÇÃO DE ARTE
Adam Stockhausen e Rena DeAngelo (Ponte dos Espiões)
François Séguin, Jennifer Oman e Louise Tremblay (Brooklyn)
Judy Becker e Heather Loeffler (Carol)
Eve Stewart e Michael Standish (A Garota Dinamarquesa)
Colin Gibson (Mad Max: Estrada da Fúria)
Arthur Max e Celia Bobak (Perdido em Marte)

MONTAGEM
Hank Corwin (A Grande Aposta)
Margaret Sixel (Mad Max: Estrada da Fúria)
Pietro Scalia (Perdido em Marte)
Stephen Mirrione (O Regresso)
Tom McArdle (Spotlight – Segredos Revelados)

FIGURINO
Odile Dicks-Mireaux (Brooklyn)
Sandy Powell (Carol)
Sandy Powell (Cinderela)
Paco Delgado (A Garota Dinamarquesa)
Jenny Beavan (Mad Max: Estrada da Fúria)

CABELO E MAQUIAGEM
Aliança do Crime
Carol
A Garota Dinamarquesa
Os 8 Odiados
Mad Max: Estrada da Fúria
O Regresso

EFEITOS VISUAIS
Ex-Machina: Instinto Artificial
Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
A Travessia

ANIMAÇÃO
Anomalisa
O Bom Dinossauro
Divertida Mente
Snoopy & Charlie Brown: Peanuts, o Filme
Shaun: O Carneiro

FILME DE AÇÃO
Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros
Mad Max: Estrada da Fúria
Missão: Impossível – Nação Secreta
Sicario: Terra de Ninguém
Velozes & Furiosos 7

ATOR EM FILME DE AÇÃO
Daniel Craig (007 Contra Spectre)
Tom Cruise (Missão: Impossível – Nação Secreta)
Tom Hardy (Mad Max: Estrada da Fúria)
Chris Pratt (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)
Paul Rudd (Homem-Formiga)

ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Emily Blunt (Sicario: Terra de Ninguém)
Rebecca Ferguson (Missão: Impossível – Nação Secreta)
Bryce Dallas Howard (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)
Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – O Final)
Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)

COMÉDIA
A Grande Aposta (The Big Short)
Divertida Mente (Inside Out)
Joy: O Nome do Sucesso (Joy)
Irmãs (Sisters)
A Espiã que Sabia de Menos (Spy)
Descompensada (Trainwreck)

ATOR EM COMÉDIA
Christian Bale (A Grande Aposta)
Steve Carell (A Grande Aposta)
Robert De Niro (Um Senhor Estagiário)
Bill Hader (Descompensada)
Jason Statham (A Espiã que Sabia de Menos)

ATRIZ EM COMÉDIA
Tina Fey (Irmãs)
Jennifer Lawrence (Joy: O Nome do Sucesso)
Melissa McCarthy (A Espiã que Sabia de Menos)
Amy Schumer (Descompensada)
Lily Tomlin (Grandma)

FILME DE TERROR OU FICÇÃO CIENTÍFICA
Ex-Machina: Instinto Artificial (Ex Machina)
A Corrente do Mal (It Follows)
Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (Jurassic World)
Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)
Perdido em Marte (The Martian)

FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
A Assassina (Nie Yin Niang) – TAIWAN
O Filho de Saul (Saul fia) – HUNGRIA
Boa Noite, Mamãe (Ich Seh, Ich Seh) – ÁUSTRIA
As Cinco Graças (Mustang) – FRANÇA
Que Horas Ela Volta? (The Second Mother) – BRASIL

DOCUMENTÁRIO
Amy
Cartel Land
Going Clear: Scientology and the Prison of Belief
Malala (He Named Me Malala)
The Look of Silence
Where to Invade Next

CANÇÃO
“Love Me Like You Do” (Cinquenta Tons de Cinza)
“See You Again” (Velozes & Furiosos 7)
“Til It Happens To You” (The Hunting Ground)
“One Kind of Love” (Love & Mercy)
“Writing’s on the Wall” (007 Contra Spectre)
“Simple Song #3” (Youth)

TRILHA MUSICAL
Carter Burwell (Carol)
Ennio Morricone (Os 8 Odiados)
Ryuichi Sakamoto, Alva Noto (O Regresso)
Johann Johannsson (Sicario: Terra de Ninguém)
Howard Shore (Spotlight – Segredos Revelados)

JOVEM ATOR OU ATRIZ
Abraham Attah (Beasts of No Nation)
RJ Cyler (Eu, Você e a Garota que Vai Morrer)
Shameik Moore (Dope)
Milo Parker (Sr. Holmes)
Jacob Tremblay (O Quarto de Jack)

Emily Blunt conseguiu uma indicação por Sicario: Terra de Ninguém (photo by outnow.ch)

Emily Blunt conseguiu uma indicação por Sicario: Terra de Ninguém (photo by outnow.ch)

TELEVISÃO

ATOR – SÉRIE DE COMÉDIA
Anthony Anderson (Black-ish)
Aziz Ansari (Master of None)
Will Forte (The Last Man on Earth)
Randall Park (Fresh Off the Boat)
Fred Savage (The Grinder)
Jeffrey Tambor (Transparent)

ATOR – SÉRIE DRAMÁTICA
Hugh Dancy (Hannibal)
Rami Malek (Mr. Robot)
Clive Owen (The Knick)
Liev Schreiber (Ray Donovan)
Justin Theroux (The Leftovers)
Aden Young (Rectify)

ATOR – FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Wes Bentley (American Horror Story: Hotel)
Martin Clunes (Arthur & George)
Idris Elba (Luther)
Oscar Isaac (Show Me a Hero)
Vincent Kartheiser (Saints & Strangers)
Patrick Wilson (Fargo)

ATRIZ – SÉRIE DE COMÉDIA
Rachel Bloom (Crazy Ex-Girlfriend)
Aya Cash (You’re the Worst)
Wendi McLendon-Covey (The Goldbergs)
Gina Rodriguez (Jane the Virgin)
Tracee Ellis Ross (Black-ish)
Constance Wu (Fresh Off the Boat)

ATRIZ – SÉRIE DRAMÁTICA
Shiri Appleby (UnREAL)
Carrie Coon (The Leftovers)
Viola Davis (How to Get Away With Murder)
Eva Green (Penny Dreadful)
Taraji P. Henson (Empire)
Krysten Ritter (Jessica Jones)

ATRIZ – FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Kathy Bates (American Horror Story: Hotel)
Kirsten Dunst (Fargo)
Sarah Hay (Flesh and Bone
Alyvia Alyn Lind (Dolly Parton’s Coat of Many Colors)
Rachel McAdams (True Detective)
Shanice Williams (The Wiz Live!)

SÉRIE DE COMÉDIA
Black-ish
Catastrophe
Jane the Virgin
Master of None
The Last Man on Earth
Transparent
You’re the Worst

SÉRIE DRAMÁTICA
Empire
Mr. Robot
Penny Dreadful
Rectify
The Knick
The Leftovers
UnREAL

ATOR OU ATRIZ CONVIDADO EM SÉRIE DE COMÉDIA
Ellen Burstyn (Mom)
Anjelica Huston (Transparent)
Cherry Jones (Transparent)
Jenifer Lewis (Black-ish)
Timothy Olyphant (The Grinder)
John Slattery (Wet Hot American Summer: First Day of Camp)

ATOR OU ATRIZ CONVIDADO EM SÉRIE DRAMÁTICA
Richard Armitage (Hannibal)
Justin Kirk (Manhattan)
Patti LuPone (Penny Dreadful)
Margo Martindale (The Good Wife)
Marisa Tomei (Empire)
B.D. Wong (Mr. Robot)

FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Childhood’s End
Fargo
Luther
Saints & Strangers
Show Me a Hero
The Wiz Live!

ATOR COADJUVANTE – SÉRIE DE COMÉDIA
Andre Braugher (Brooklyn Nine-Nine)
Jaime Camil (Jane the Virgin)
Jay Duplass (Transparent)
Neil Flynn (The Middle)
Keegan-Michael Key (Playing House)
Mel Rodriguez (Getting On)

ATOR COADJUVANTE – SÉRIE DRAMÁTICA
Clayne Crawford (Rectify)
Christopher Eccleston (The Leftovers)
Andre Holland (The Knick)
Jonathan Jackson (Nashville)
Rufus Sewell (The Man in the High Castle)
Christian Slater (Mr. Robot)

ATOR COADJUVANTE – FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
David Alan Grier (The Wiz Live!)
Ne-Yo (The Wiz Live!)
Nick Offerman (Fargo)
Jesse Plemons (Fargo)
Raoul Trujillo (Saints & Strangers)
Bokeem Woodbine (Fargo)

ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE DE COMÉDIA
Mayim Bialik (The Big Bang Theory)
Kether Donohue (You’re the Worst)
Allison Janney (Mom)
Judith Light (Transparent)
Niecy Nash (Getting On)
Eden Sher (The Middle)

ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE DRAMÁTICA
Ann Dowd (The Leftovers)
Regina King (The Leftovers)
Helen McCrory (Penny Dreadful)
Hayden Panettiere (Nashville)
Maura Tierney (The Affair)
Constance Zimmer (UnREAL)

ATRIZ COADJUVANTE – FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Mary J. Blige (The Wiz Live!)
Laura Haddock (Luther)
Cristin Milioti (Fargo)
Sarah Paulson (American Horror Story: Hotel)
Winona Ryder (Show Me a Hero)
Jean Smart (Fargo)

SÉRIE ANIMADA
Bob’s Burgers
BoJack Horseman
South Park
Star Wars Rebels
The Simpsons

REALITY SHOW – COMPETIÇÃO
Chopped
Face Off
MasterChef Junior
Survivor
The Amazing Race
The Voice

HOST DE REALITY SHOW
Ted Allen (Chopped)
Phil Keoghan (The Amazing Race)
James Lipton (Inside the Actors Studio)
Jane Lynch (Hollywood Game Night)
Jeff Probst (Survivor)
Gordon Ramsay (Hell’s Kitchen)

STRUCTURED REALITY SHOW
Antiques Roadshow
Inside The Actors Studio
MythBusters
Project Greenlight
Shark Tank
Undercover Boss

TALK SHOW
Jimmy Kimmel Live!
Last Week Tonight with John Oliver
The Daily Show with Jon Stewart
The Graham Norton Show
The Late Late Show with James Corden
The Tonight Show Starring Jimmy Fallon

UNSTRUCTURED REALITY SHOW
Anthony Bourdain: Parts Unknown
Cops
Deadliest Catch
Intervention
Naked and Afraid
Pawn Stars

A cerimônia do 21º Critics’ Choice Awards acontece no dia 17 de janeiro em Santa Monica, uma semana após o Globo de Ouro, e 3 dias após o anúncio dos indicados ao Oscar. Segundo divulgado, o evento terá T.J. Miller como host e será transmitido pelos canais A&E, Lifetime e LMN.

Indicados à Palma de Ouro de Cannes 2015

Pôster oficial do 68º Festival de Cannes, estrelado por Ingrid Bergman

Pôster oficial do 68º Festival de Cannes, estrelado por Ingrid Bergman

COM IRMÃOS COEN PRESIDENTES DO JÚRI, CANNES APRESENTA NOMES CONSAGRADOS COM POUCAS APOSTAS

Na última quinta-feira, dia 16, o diretor Thierry Frémaux anunciou a seleção oficial de filmes, dando início ao 68º Festival de Cannes, que tem início no dia 13 de maio e vai até o dia 24. Como tem sido tradição nos últimos anos, o pôster do evento foi preenchido por uma estrela de cinema internacional, e este ano, devido ao seu centenário, a escolhida foi a bela e talentosa Ingrid Bergman. Como sua filha Isabella Rossellini (que será presidente da seleção Un Certain Regard) destacou, ela atuou em produções européias modestas como Stromboli (1950) até produções oscarizadas de estúdios hollywoodianos como Casablanca (1943) e Anastácia, a Princesa Esquecida (1956), pelo qual ganhou seu segundo Oscar de Melhor Atriz.

Com esse start clássico, o festival se mostra promissor também pela escolha de seu presidente do júri, ou melhor, dos presidentes: Joel Coen e Ethan Coen. Os irmãos já levaram a Palma de Ouro em 1991 com Barton Fink – Delírios de Hollywood, mais três prêmios de Direção pelo mesmo Barton FinkFargo (1996) e O Homem que Não Estava Lá (2001), além do Grande Prêmio do Júri conquistado ano passado com Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum. Vale lembrar que os irmãos também já levaram o Oscar de Roteiro Original por Fargo, e a trinca de Oscars (Filme, Direção e Roteiro Adaptado) por Onde os Fracos Não Têm Vez em 2008, sendo responsáveis pelos Oscars de atuação de Frances McDormand e Javier Bardem.

Joel Coen e Ethan Coen formam a primeira dupla de presidentes da História de Cannes (photo by Alison Cohen Rosa/ Universal Pictures)

Joel Coen e Ethan Coen formam a primeira dupla de presidentes da História de Cannes (photo by Alison Cohen Rosa/ Universal Pictures)

AUTORES EM ALTA PREENCHEM AS VAGAS, MAS NÃO HÁ LATINO-AMERICANOS

A dupla americana terá prato cheio este ano para eleger os melhores. Dentre os selecionados renomados estão Gus Van Sant (vencedor da Palma de Ouro com Elefante em 2003), o canadense Denis Villeneuve (Os Suspeitos), Todd Haynes (indicado à Palma com Velvet Goldmine em 1998), o italiano Nanni Moretti (vencedor da Palma de Ouro com O Quarto do Filho em 2001), Paolo Sorrentino (vencedor do Oscar de Filme em Língua Estrangeira por A Grande Beleza, esta é sua sexta indicação sem vitória) e o também italiano Matteo Garrone, que já levou o Grande Prêmio do Júri em duas oportunidades com Gomorra (2008) e Reality – A Grande Ilusão (2012).

Matthew McConaughey e Ken Watanabe formam uma dupla nessa história de suicídio em The Sea of Trees, de Gus Van Sant (photo by filmserver.cz)

Matthew McConaughey e Ken Watanabe formam uma dupla nessa história de suicídio em The Sea of Trees, de Gus Van Sant (photo by filmserver.cz)

Neste mundo globalizado, vale destacar também a estréia de dois diretores em produções de língua inglesa. O grego Yorgos Lanthimos, que ficou conhecido pelo estranho Dente Canino (que chegou a concorrer ao Oscar de Filme em Língua Estrangeira em 2010), conta uma história futurista em que todos os solteiros são obrigados a encontrar um par em 45 dias, caso contrário, serão soltos nas florestas como animais. Para ajudar a contar essa ficção científica, The Lobster, ele terá a colaboração de um elenco hollywoodiano formado por Colin Farrell, Rachel Weisz, John C. Reilly, Ben Wishaw e Léa Seydoux. Em termos de elenco, o norueguês Joachim Trier não fica muito atrás. No drama Louder than Bombs, ele contará com Isabelle Huppert, Gabriel Byrne, David Strathairn, Amy Ryan e Jesse Eisenberg.

Da esquerda para a direita: John C. Reilly, Ben Wishaw e Colin Farrell em The Lobster (photo by indiewire.com)

Da esquerda para a direita: John C. Reilly, Ben Wishaw e Colin Farrell em The Lobster (photo by indiewire.com)

Os asiáticos também estão bem representados com o chinês Jia Zhangke, que levou o prêmio de roteiro por Um Toque de Pecado em 2013; o japonês Hirokazu Koreeda retorna com o prêmio do Júri por Pais e Filhos (2013) no currículo; e indicado seis vezes à Palma de Ouro, o taiwanês Hou Hsiao-Hsien, que conquistou o prêmio do Júri em 1993 por Mestre das Marionetes, volta depois de um hiato de 8 anos para tentar sua primeira grande vitória.

Infelizmente, não há representantes latino-americanos na seleção. Normalmente, existe uma produção argentina ou chilena concorrendo, mas essa ausência total acende um alerta para a produção cinematográfica latina e a fragilidade dos incentivos culturais de seus governos, porque alguém aí está devendo. A própria produção brasileira está sumida de Cannes, pois as últimas participações brasileiras foram com o diretor Walter Salles e seu Na Estrada, uma co-produção com a França, em 2012; e com Fernando Meirelles e seu Ensaio Sobre a Cegueira, uma co-produção com Canadá e Japão, em 2008. O último filme brasileiro de fato indicado à Palma de Ouro foi Linha de Passe (2008), de Walter Salles, que levou o prêmio de interpretação feminina para Sandra Corveloni. Se o Cinema brasileiro não estivesse tão “padrão Globo” com comédias bobas que nada têm a dizer, poderia haver mais projeção internacional.

ATORES CANDIDATOS AOS PRÊMIOS DE INTERPRETAÇÃO

Se entre os diretores, a competição já está acirrada, o mesmo pode se dizer dos atores que estão concorrendo aos prêmios de interpretação. Uma das atrizes mais prolixas da atualidade que nunca venceu em Cannes é a australiana Cate Blanchett. Ela larga na frente por sua performance no drama Carol, um romance lésbico ao lado da atriz Rooney Mara que se passa na década de 50 em Nova York. Dependendo do júri, se for do seu agrado, o prêmio pode ser dividido entre as duas, já que não existem regras rígidas como no Oscar.

Cate Blanchett em Carol, de Todd Haynes. (photo by Weinstein Co. through variety.com)

Cate Blanchett em Carol, de Todd Haynes. (photo by Weinstein Co. through variety.com)

Pela adaptação de Shakespeare, Macbeth, pode vir outra forte candidata feminina: a francesa Marion Cotillard. Ela já havia batido na trave duas vezes com Ferrugem e Osso em 2012, e com Dois Dias, Uma Noite em 2014, mas nunca levou o prêmio também. Pelo mesmo MacBeth, o alemão Michael Fassbender deve figurar entre os favoritos entre as performances masculinas, assim como a dupla Matthew McConaughey e Ken Watanabe por The Sea of Trees, de Gus Van Sant. Por Youth, de Paolo Sorrentino,  nomes de peso também chamam atenção: Michael Caine, Harvey Keitel e Jane Fonda. Já pelo filme de Garrone, The Tale of Tales, Salma Hayek e Vincent Cassel são as grandes estrelas. Enfim, será um prato cheio também para os papparazzis do tapete vermelho da Croisette.

Marion Cottilard e Michael Fassbender formam o casal MacBeth no filme homônimo. (photo by vaiety.com)

Marion Cotillard e Michael Fassbender formam o casal Macbeth no filme homônimo. (photo by vaiety.com)

VITRINE FORA DA COMPETIÇÃO

Houve o tempo em que os filmes que não concorriam à Palma de Ouro eram considerados fracos. Hoje, além da forte criatividade da seleção Un Certain Regard (Um Certo Olhar), que visa justamente trazer novo fôlego à linguagem do cinema, existem produções que simplesmente reforçam a importância do Festival de Cannes só por sua participação.

Assim, o novo filme de Woody Allen, a “dramédia” romântica Irrational Man, estrelado por Joaquin Phoenix e Emma Stone, está programado para ser exibido fora da competição. Como Cannes é também uma excelente vitrine de vendas, estão previstas as estréias da refilmagem de George Miller, Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road), estrelado por Tom Hardy e Charlize Theron; a mais nova animação da Pixar, Divertida Mente (Inside Out), com as vozes de Diane Lane, Amy Poehler e Bill Hader; e a mais nova adaptação do clássico infantil de Antoine de Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe, uma animação que conta com as vozes de Rachel McAdams, Jeff Bridges, Benicio Del Toro, James Franco e Marion Cotillard.

Tom Hardy, no papel que revelou Mel Gibson, em Mad Max: Estrada da Fúria (photo by outnow.ch)

Tom Hardy, no papel que revelou Mel Gibson, em Mad Max: Estrada da Fúria (photo by outnow.ch)

Tem se tornado tradição também Cannes abrir espaço para filmes de estréia de atores conhecidos. Ano passado, Ryan Gosling teve seu filme como diretor-estreante, Rio Perdido, exibido na Mostra Camera D’Or. Este ano, a estrela da vez é a israelense Natalie Portman, vencedora do Oscar por Cisne Negro. Ela dirigiu A Tale of Love and Darkness, adaptação de um livro autobiográfico de seu conterrâneo Amos Oz. sobre as décadas de 40 e 50 que ele viveu em Jerusalém. A atriz interpreta a mãe do protagonista.

Natalie Portman em seu primeiro filme como diretora em A Tale of Love and Darkness (photo by celebmafia.com)

Natalie Portman em seu primeiro filme como diretora em A Tale of Love and Darkness (photo by celebmafia.com)

INDICADOS À PALMA DE OURO 2015:

• Standing Tall – FILME DE ABERTURA
Dir: Emmanuelle Bercot

Palma de Ouro

Palma de Ouro

• The Assassin (Nie yin niang)
Dir: Hou Hsiao-Hsien

• Carol (Carol)
Dir: Todd Haynes

• Erran (Deephan)
Dir: Jacques Audiard

• The Lobster
Dir: Yorgos Lanthimos

• Louder Than Bombs
Dir: Joachim Trier

• Macbeth
Dir: Justin Kurzel

• Marguerite and Julien (Marguerite et Julien)
Dir: Valérie Donzelli

• Mon roi
Dir: Maïwenn

• Mountains May Depart (Shan He Gu Ren)
Dir: Jia Zhangke

• My Mother (Mia Madre)
Dir: Nanni Moretti

• Our Little Sister (Umimachi Diary)
Dir: Hirokazu Koreeda

• The Sea of Trees
Dir: Gus Van Sant

• Sicario
Dir: Denis Villeneuve

• A Simple Man (La loi du marché)
Dir: Stéphane Brizé

• Son of Saul (Saul Fia)
Dir: Laszlo Nemes

• The Tale of Tales (Il racconto dei racconti)
Dir: Matteo Garrone

• Youth (La Giovinezza)
Dir: Paolo Sorrentino

Cena de The Assassin, de Hsiao-Hsien Hou (photo by cine.gr)

Cena de The Assassin, de Hou Hsiao-Hsien (photo by cine.gr)

SELEÇÃO UN CERTAIN REGARD 2015:

Seleção Un Certain Regard

Seleção Un Certain Regard

♦ The Chosen Ones
Dir: David Pablos

♦ Fly Away Solo
Dir: Neeraj Ghaywan

♦ The Fourth Direction
Dir: Gurvinder Singh

♦ The High Sun
Dir: Dalibor Matanic

♦ I Am a Soldier
Dir: Laurent Lariviere

♦ Journey to the Shore (Kishibe no Tabi)
Dir: Kiyoshi Kurosawa

♦ Madonna
Dir: Shin Su-won

♦ Maryland
Dir: Alice Winocour

♦ Nahid
Dir: Ida Panahandeh

♦ One Floor Below
Dir: Radu Muntean

♦ The Other Side
Dir: Roberto Minervini

♦ Rams
Dir: Grimur Hakonarson

♦ The Shameless
Dir: Oh Seung-euk

♦ The Treasure
Dir: Corneliu Porumboiu

Cena de Journey to the Shore, de Kyoshi Kurosawa (phot by cine.gr)

Cena de Journey to the Shore, de Kyoshi Kurosawa (phot by cine.gr)

MIDNIGHT SCREENINGS

♠ Amy
Dir: Asif Kapadia

♠ Office
Dir: Hong Won-chan

Cena do documentário sobre a cantora Amy Winehouse, morta em 2011. (photo by cine.gr)

Cena do documentário sobre a cantora Amy Winehouse, morta em 2011. (photo by cine.gr)

SPECIAL SCREENINGS

♣ Amnesia
Dir: Barbet Schroeder

♣ Asphalte
Dir: Samuel Benchetrit

♣ Hayored lema’ala
Dir: Elad Keidan

♣ Oka
Dir: Souleymane Cisse

♣ Panama
Dir: Pavle Vuckovic

♣ A Tale of Love and Darkness
Dir: Natalie Portman

FORA DE COMPETIÇÃO

– Irrational Man
Dir: Woody Allen

– O Pequeno Príncipe (The Little Prince)
Dir: Mark Osborne

– Divertida Mente (Inside Out)
Dir: Pete Docter

– Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)
Dir: George Miller

Cena da nova animação da Pixar, Divertida Mente, de Pete Docter (photo by cine.gr)

Cena da nova animação da Pixar, Divertida Mente, de Pete Docter (photo by cine.gr)

Indicados ao Oscar marcam presença no MTV Movie Awards 2015

Novo logo do MTV Movie Awards (photo by mtv.com)

Novo logo do MTV Movie Awards (art by Dabs Myla – photo by mtv.com)

‘SNIPER AMERICANO’, ‘BOYHOOD’, ‘WHIPLASH’ E ATÉ ‘SELMA’ CONCORREM AO PRÊMIO DA MTV QUE SOA COMO UM PRÊMIO DE CONSOLAÇÃO

Depois de vários anos em decadência, o MTV Movie Awards tem tudo para decolar novamente este ano. É possível ver inúmeros artistas em destaque pelos trabalhos de 2014 nas listas de indicação que poderiam até figurar no Oscar. É o caso dos atores Miles Teller, Channing Tatum e pra alegria dos racistas de plantão, David Oyelowo, que foi preterido pela Academia. Expandiram até o número de indicados a Melhor Filme para oito produções! Contudo, de nada adianta ter ótimas opções de escolha se o público não ajudar na hora de votar pela internet.

Para Melhor Filme, por exemplo, eu votaria para Whiplash: Em Busca da Perfeição. Se no Oscar o filme de Damien Chazelle era considerado “pequeno ou independente demais” para ganhar como Melhor Filme, aqui no MTV Movie Awards ele se encaixaria como uma luva, ainda mais por se tratar de um filme sobre música. Mas a minha bola de cristal pessimista (pra não dizer realista) me diz que o público acéfalo vai eleger o novo filme da saga Jogos Vorazes como o melhor do ano. Será uma pena se isso acontecer, porque o prêmio tem uma grande oportunidade de resgatar sua credibilidade, já que no passado chegou a eleger ótimos filmes como O Exterminador do Futuro 2 e Pulp Fiction – Tempo de Violência.

Cena com Milles Teller e J.K. Simmons de Whiplash: Em Busca da Perfeição, de Damien Chazelle. (photo by outnow.ch)

Cena com Milles Teller e J.K. Simmons de Whiplash: Em Busca da Perfeição, de Damien Chazelle. (photo by outnow.ch)

Aí você pode retrucar dizendo que não se pode discutir o gosto do público, afinal gosto é subjetivo. Sim, é verdade. Mas como cinéfilo, vejo com tristeza essa decadência de um prêmio que já foi o mais cool da indústria ficar vítima de um péssimo paladar do público que já elegeu A Saga Crepúsculo quase toda e Transformers como Melhor Filme. Espero que se não votarem em Whiplash, que pelo menos votem em Guardiões da Galáxia, um filme pipoca bem escrito.

Outros podem argumentar dizendo que se o MTV Movie Awards elegesse apenas filmes preteridos pelo Oscar, poderia perder sua identidade. Concordo. O Movie Awards não precisa ser um estepe do Oscar, mas também não precisa eleger apenas filmes da modinha. Há incontáveis bons filmes que sequer figuraram em listas de críticos, mas que poderiam ser reconhecidos aqui. Só para exemplificar, cito Capitão América 2: O Soldado Invernal (indicado a Melhor Luta e Melhor Beijo) e a comédia Top Five (indicado a Melhor Comediante e WTF Moment). Seriam prêmios merecidos, mas resta saber se o público concorda.

Chris Rock em Top Five (photo by outnow.ch)

Chris Rock em Top Five (photo by outnow.ch)

Lembro que uns anos atrás, a votação era limitada a norte-americanos, mas felizmente este ano a votação está aberta internacionalmente. Wohooo! Então, meninos e meninas, caso queira colaborar com uma melhora efetiva nos resultados do MTV Movie Awards, e não for votar em Jogos Vorazes (brincadeira!), vote agora. Basta fazer um login por Facebook, Twitter ou e-mail:

http://www.mtv.com/ontv/movieawards/2015/movie-of-the-year/

Também fiz crítica ao prêmio de Shirtless Performance (performance sem camisa) por ser uma futilidade, mas felizmente, este ano temos uma concorrente feminina! E que concorrente! Kate Upton foi indicada pelo medíocre Mulheres ao Ataque (adivinhem em que votei). Então, cuecas de plantão, por favor vamos votar! De qualquer forma, eu trocaria essa categoria pelo retorno de Most Desirable Female e Male, pois premiaria a sensualidade toda de um personagem, e não apenas o fato de ele ou ela tirar a roupa.

A belíssima Kate Upton em Mulheres ao Ataque (photo by elfilm.com)

A belíssima Kate Upton em Mulheres ao Ataque (photo by elfilm.com)

Nesta edição, Guardiões da Galáxia, A Culpa é das Estrelas e Vizinhos lideram as indicações com sete cada. Coincidentemente, todos os três competem nas categorias Shirtless Performance e Melhor Beijo. Imagina Cinquenta Tons de Cinza no MTV Movie Awards de 2016…

Este ano, a hostess será a escritora, comediante e atriz Amy Schumer, que ficou conhecida por sua série Inside Amy Schumer, na qual faz comédia stand up e entrevista pessoas nas ruas. Vi uns vídeos de stand up comedy dela no Youtube e achei bem sem graça. Veja um vídeo promocional do evento abaixo e confirme:


Amy Schumer com Anna Kendrick. A noite vai ser looonga…

Seguem os indicados ao MTV Movie Awards:

Movie of the Year
– Sniper Americano (American Sniper)
– Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 (The Hunger Games: Mockingjay – Part 1)
– Guardiões da Galáxia (Guardians of the Galaxy)
– Garota Exemplar (Gone Girl)
– A Culpa é das Estrelas (The Fault In Our Stars)
– Boyhood: Da Infância à Juventude (Boyhood)
– Whiplash: Em Busca da Perfeição (Whiplash)
– Selma: Uma Luta Pela Igualdade (Selma)

Best Female Performance
– Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1)
– Emma Stone (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância))
– Shailene Woodley (A Culpa é das Estrelas)
– Reese Witherspoon (Livre)
– Scarlett Johansson (Lucy)

Best Male Performance
– Bradley Cooper (Sniper Americano)
– Chris Pratt (Guardiões da Galáxia)
– Ansel Elgort (A Culpa é das Estrelas)
– Miles Teller (Whiplash: Em Busca da Perfeição)
– Channing Tatum (Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo)

Best Scared-As-S**t Performance
– Rosamund Pike (Garota Exemplar)
– Annabelle Wallis (Annabelle)
– Jennifer Lopez (O Garoto da Casa ao Lado)
– Dylan O’Brien (Maze Runner: Correr ou Morrer)
– Zach Gilford (Uma Noite de Crime: Anarquia)

Breakthrough Performance
– Ansel Elgort (A Culpa é das Estrelas)
– Rosamund Pike (Garota Exemplar)
– David Oyelowo (Selma: Uma Luta Pela Igualdade)
– Dylan O’Brien (Maze Runner: Correr ou Morrer)
– Ellar Coltrane (Boyhood: Da Infância à Juventude)

Best Shirtless Performance
– Zac Efron (Vizinhos)
– Chris Pratt (Guardiões da Galáxia)
– Channing Tatum (Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo)
– Ansel Elgort (A Culpa é das Estrelas)
– Kate Upton (Mulheres ao Ataque)

Best Duo
– Channing Tatum & Jonah Hill (Anjos da Lei 2)
– Zac Efron & Dave Franco (Vizinhos)
– Shailene Woodley & Ansel Elgort (A Culpa é das Estrelas)
– Bradley Cooper & Vin Diesel (Guardiões da Galáxia)
– James Franco & Seth Rogen (A Entrevista)

Best Fight
– Jonah Hill vs. Jillian Bell (Anjos da Lei 2)
– Chris Evans vs. Sebastian Stan (Capitão América 2: O Soldado Invernal)
– Dylan O’Brien vs. Will Poulter (Maze Runner: Correr ou Morrer)
– Seth Rogen vs. Zac Efron (Vizinhos)
– Edward Norton vs. Michael Keaton (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância))

Best Kiss
– Ansel Elgort & Shailene Woodley (A Culpa é das Estrelas)
– James Franco & Seth Rogen (A Entrevista)
– Andrew Garfield & Emma Stone (O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro)
– Scarlett Johansson & Chris Evans (Capitão América 2: O Soldado Invernal)
– Rose Byrne & Halston Sage (Vizinhos)

Best WTF Moment
– Seth Rogen & Rose Byrne (Vizinhos)
– Jonah Hill (Anjos da Leis 2)
– Jason Sudeikis & Charlie Day (Quero Matar Meu Chefe 2)
– Miles Teller (Whiplash: Em Busca da Perfeição)
– Rosario Dawson & Anders Holm (Top Five)

 Best Villain
– Rosamund Pike (Garota Exemplar)
– J.K. Simmons (Whiplash: Em Busca da Perfeição)
– Jillian Bell (Anjos da Lei 2)
– Meryl Streep (Caminhos da Floresta)
– Peter Dinklage (X-Men: Dias de um Futuro Esquecido)
.
Best Musical Moment
– Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1)
– Chris Pratt (Guardiões da Galáxia)
– Seth Rogen & Zac Efron (Vizinhos)
– Bill Hader & Kristen Wiig (Irmãos Desastre)
– Miles Teller (Whiplash: Em Busca da Perfeição)
.
Best Comedic Performance
– Channing Tatum (Anjos da Lei 2)
– Chris Pratt (Guardiões da Gláxia)
– Rose Byrne (Vizinhos)
– Chris Rock (Top Five)
– Kevin Hart (Padrinhos LTDA)
.
Best On-Screen Transformation
– Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo)
– Elizabeth Banks (Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1)
– Zoe Saldana (Guardiões da Galáxia)
– Steve Carell (Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo)
– Ellar Coltrane (Boyhood: Da Infância à Juventude)
.
O MTV Movie Awards acontece no dia 12 de abril, e a MTV Brasil vai transmitir ao vivo. Sim, eu confirmei através da propaganda exibida no próprio canal.

Vencedores do Emmy 2013

O produtor Vince Gilligan aceita o Emmy de Melhor Série Drama por Breaking Bad. (Photo by Vince Bucci/Invision for Academy of Television Arts & Sciences/AP Images)

O produtor Vince Gilligan aceita o Emmy de Melhor Série Drama por Breaking Bad. (Photo by Vince Bucci/Invision for Academy of Television Arts & Sciences/AP Images)

Há algum tempo, a TV deixou de ser segunda opção de artistas de cinema. Hoje, temos atores do calibre de Julianne Moore, Jeremy Irons e Helen Mirren atuando em séries e minisséries televisivas. As razões são muito simples: hoje não há espaço para tantos artistas de cinema, e estão pagando bem com a ajuda de patrocinadores.

E nomes consagrados não param de chegar à telinha. Recentemente, o diretor indicado ao Oscar, David Fincher, reconhecido por filmes cults como Clube da Luta e A Rede Social, aceitou proposta interessante de dirigir o piloto da primeira série feita para a internet (Netflix): House of Cards. Seu prestígio atingiu o ator Kevin Spacey e ambos despertaram a curiosidade do público e da crítica. Apesar de bem conceituada, a série ganhou apenas o prêmio de direção para Fincher.

Indicados pela primeira série feita para a internet, House of Cards, Kevin Spacey e Robin Wright trabalharam juntos com o diretor David Fincher (photo by www.elfilm.com)

Indicados pela primeira série feita para a internet, House of Cards, Kevin Spacey e Robin Wright trabalharam juntos com o diretor David Fincher (photo by http://www.elfilm.com)

Vale destacar a participação do diretor Steven Soderbergh (vencedor do Oscar por Traffic) pelo telefilme Behind the Candelabra, produzido pelo canal HBO. Segundo o diretor, ele estava com dificuldades de conseguir financiamento dos grandes estúdios e resolveu apelar à TV. O resultado foi positivo: além de vencer os prêmios de direção e ator para Michael Douglas, o filme foi indicado à Palma de Ouro no último Festival de Cannes.

Em primeiro plano: Michael Douglas e Matt Damon. Ao fundo, o diretor Steven Soderbergh de boné (photo by www.OutNow.CH)

Em primeiro plano: Michael Douglas e Matt Damon. Ao fundo, o diretor Steven Soderbergh de boné dirige cena de Behind the Cadelabra (photo by http://www.OutNow.CH)

O diretor e roteirista americano David Mamet (O Sucesso a Qualquer Preço) também conseguiu um lugar ao sol com o telefilme Phil Spector, contando com atores de peso como Al Pacino e Helen Mirren, ambos indicados ao Emmy. Também conhecida por filmes autorais como O Piano, a neozelandesa Jane Campion partiu para a TV através da BBC com a minissérie Top of the Lake, cuja trama lembra a série Twin Peaks. Vencedor do Oscar de Roteiro Original por Assassinato em Gosford Park, o roteirista egípcio Julian Fellowes também levou sua experiência de filmes de época para a série Downton Abbey.

Helen Mirren e Al Pacino caracterizados no telefilme Phil Spector, do diretor David Mamet (photo by www.elfilm.com)

Helen Mirren e Al Pacino caracterizados no telefilme Phil Spector, do diretor David Mamet (photo by http://www.elfilm.com)

Apesar de encararem com tom de piada, parece haver uma rixa entre atores de TV e atores de cinema. Talvez seja coisa da minha cabeça, mas fico com a impressão de que os atores que trabalham regularmente na TV sentem-se um pouco ameaçados pela migração em alta escala de atores que costumam fazer filmes, afinal, estariam lhe “roubando” bons papéis.

MELHOR SÉRIE DE DRAMA

• Breaking Bad
– Downton Abbey
– Game of Thrones
– Homeland
– Mad Men – Inventando Verdades (Mad Men)
– House of Cards

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA

• Família Moderna (Modern Family)
– Big Bang: A Teoria (The Big Bang Theory)
– Girls
– Louie
– Um Maluco na TV (30 Rock)
– Veep
MELHOR MINISSÉRIE OU TELEFILME

• Behind the Candelabra
– American Horror Story
– The Bible
– Phil Spector
– Animais Políticos (Political Animals)
– Top of the Lake

MELHOR ATOR – SÉRIE DE COMÉDIA

Jim Parsons (Big Bang: A Teoria)
– Alec Baldwin (Um Maluco na TV)
– Don Cheadle (House of Lies)
– Jason Bateman (Arrested Development)
– Louis C.K. (Louie)
– Matt LeBlanc (Episodes)

MELHOR ATOR – SÉRIE DE DRAMA

Jeff Daniels (The Newsroom)
– Hugh Bonneville (Downton Abbey)
– Bryan Cranston (Breaking Bad)
– Jon Hamm (Mad Men – Inventando Verdades)
– Damian Lewis (Homeland)
– Kevin Spacey (House of Cards)

MELHOR ATOR – MINISSÉRIE OU TELEFILME

Michael Douglas (Behind the Candelabra)
– Benedict Cumberbatch (Parade’s End)
– Matt Damon (Behind the Candelabra)
– Toby Jones (The Girl)
– Al Pacino (Phil Spector)

MELHOR ATRIZ – SÉRIE DE COMÉDIA

Julia Louis-Dreyfus (Veep)
– Laura Dern (Enlightened)
– Lena Dunham (Girls)
– Edie Falco (Nurse Jackie)
– Tina Fey (Um Maluco na TV)
– Amy Poehler (Parks and Recreation)

MELHOR ATRIZ – SÉRIE DE DRAMA

Claire Danes (Homeland)
– Michelle Dockery (Downton Abbey)
– Elisabeth Moss (Mad Men – Inventando Verdades)
– Connie Briton (Nashville)
– Vera Farmiga (Bates Motel)
– Kerry Washington (Scandal)
– Robin Wright (House of Cards)

MELHOR ATRIZ – MINISSÉRIE OU TELEFILME

Laura Linney (The Big C)
– Jessica Lange (American Horror Story)
– Helen Mirren (Phil Spector)
– Elisabeth Moss (Top of the Lake)
– Sigourney Weaver (Animais Políticos)

MELHOR ATOR COADJUVANTE – SÉRIE DE COMÉDIA

Tony Hale (Veep)
– Ty Burrell (Família Moderna)
– Jesse Tyler Ferguson (Família Moderna)
– Bill Hader (Saturday Night Live)
– Ed O’Neill (Família Moderna)
– Adam Driver (Girls)

MELHOR ATOR COADJUVANTE – SÉRIE DE DRAMA

Bobby Cannavale (Boardwalk Empire)
– Jim Carter (Downton Abbey)
– Peter Dinklage (Game of Thrones)
– Aaron Paul (Breaking Bad)
– Jonathan Banks (Breaking Bad)
– Mandy Patinkin (Homeland)

MELHOR ATOR COADJUVANTE – MINISSÉRIE OU TELEFILME

James Cromwell (American Horror Story)
– Zachary Quinto (American Horror Story)
– Scott Bakula (Behind the Candelabra)
– John Benjamin Hickey (The Big C)
– Peter Mullan (Top of the Lake)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE DE COMÉDIA

Merritt Wever (Nurse Jackie)
– Mayim Bialik (Big Bang: A Teoria)
– Julie Bowen (Família Moderna)
– Jane Krakowski (Um Maluco na TV)
– Jane Lynch (Glee)
– Sofía Vergara (Família Moderna)
– Anna Chlumsky (Veep)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE DE DRAMA

Anna Gunn (Breaking Bad)
– Morena Baccarin (Homeland)
– Christine Baranski (The Good Wife)
– Maggie Smith (Downton Abbey)
– Emilia Clarke (Game of Thrones)
– Christina Hendricks (Mad Men – Inventando Verdades)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – MINISSÉRIE OU TELEFILME

Ellen Burstyn (Animais Políticos)
– Sarah Paulson (American Horror Story)
– Imelda Staunton (The Girl)
– Charlotte Rampling (Restless)
– Alfre Woodward (Steel Magnolias)

MELHOR SÉRIE DE VARIEDADES, MÚSICA OU COMÉDIA

The Colbert Report
– The Daily Show
– Jimmy Kimmel Live!
– Late Night with Jimmy Fallon
– Real Time with Bill Maher
– Saturday Night Live

MELHOR PROGRAMA DE REALITY

The Voice
– Amazing Race
– Dancing with the Stars
– Project Runaway
– So You Think You Can Dance
– Top Chef

MELHOR HOST DE PROGRAMA DE REALITY

Heidy Klum, Tim Gunn (Project Runaway)
– Tom Bergeron (Dancing with the Stars)
– Anthony Bourdain (The Taste)
– Cat Deeley (So You Think You Can Dance)
– Ryan Seacrest (American Idol)
– Betty White (Betty White’s Off Their Rockers)

MELHOR DIREÇÃO DE SÉRIE DE COMÉDIA

• Gail Mancuso (Família Moderna) – Episódio: Arrested
– Lena Dunham (Girls) – Episódio: On All Fours
– Paris Barclay (Glee) – Episódio: Diva
– Louis C.K. (Louie) – Episódio: New Year’s Eve
– Beth McCarthy-Miller (Um Maluco na TV) – Episódio: Hogcock!/Last Lunch)

MELHOR DIREÇÃO – SÉRIE DE DRAMA

• David Fincher (House of Cards) – Episódio: Chapter 1
– Timothy Van Patten (Boardwalk Empire) – Episódio: Margate Sands
– Michelle MacLaren (Breaking Bad) – Episódio: Gliding All Over
– Jeremy Webb (Downton Abbey) – Episódio: Episode 4
– Lesli Linka Glatter (Homeland) – Episódio: Q & A

MELHOR DIREÇÃO – MINISSÉRIE, TELEFILME OU ESPECIAL DE DRAMA

Steven Soderbergh (Behind the Candelabra)
– Julian Jarrold (The Girl)
– David Mamet (Phil Spector)
– Allison Anders (Ring of Fire)
– Jane Campion, Garth Davis (Top of the Lake)

MELHOR DIREÇÃO – PROGRAMA DE VARIEDADES

Don Roy King (Saturday Night Live)
– Jim Hoskinson (The Colbert Report)
– Chuck O’Neil (The Daily Show)
– Jerry Foley (Late Show with David Letterman)
– Jonathan Krisel (Portlandia)
– Andy Fisher (Jimmy Kimmel Live!)

MELHOR ROTEIRO – SÉRIE DE COMÉDIA

Tina Fey, Tracey Wigfield (Um Maluco na TV) – Episódio: Last Lunch
– Louis C.K., Pamela Adlon (Louie) – Episódio: Daddy’s Girlfriend
– David Crane, Jeffrey Klarik (Episodes) – Episódio: Episode 209
– Greg Daniels (The Office) – Episódio: Finale
– Jack Burditt, Robert Carlock (Um Maluco na TV) – Episódio: Hogcock!

MELHOR ROTEIRO – SÉRIE DE DRAMA

Henry Bromell (Homeland) – Episódio: Q & A
– Julian Fellowes (Downton Abbey) – Episódio: Episode 4
– George Mastras (Breaking Bad) – Episódio: Dead Freight
– Thomas Schnauz (Breaking Bad) – Episódio: Say My Name
– David Benioff, D.B. Weiss (Game of Thrones) – Episódio: The Rains of Castamere

MELHOR ROTEIRO – PROGRAMA DE VARIEDADES

The Colbert Report
– The Daily Show
– Portlandia
– Real Time with Bill Maher
– Saturday Night Live
– Jimmy Kimmel Live!

MELHOR ROTEIRO – MINISSÉRIE, TELEFILME OU ESPECIAL DE DRAMA

Abi Morgan (The Hour)
– Richard LaGravenese (Behind the Candelabra)
– Tom Stoppard (Parade’s End)
– David Mamet (Phil Spector)
– Jane Campion, Gerard Lee (Top of the Lake)

Para os apaixonados pela Vada do filme Meu Primeiro Amor (1992) como eu, a atriz Anna Chlumsky está de volta aos holofotes pela série de comédia Veep. Ela foi indicada como atriz coadjuvante, mas não levou. (photo by www.elfilm.com)

Para os apaixonados pela Vada do filme Meu Primeiro Amor (1991) como eu, a atriz Anna Chlumsky está de volta aos holofotes pela série de comédia Veep. Ela foi indicada como atriz coadjuvante, mas não levou. (photo by http://www.elfilm.com)