COMO ESPERADO, ‘PANTERA NEGRA’ REINA NO MTV MOVIE & TV AWARDS

214605824-santa-monica-ca-june-16-l-r-actors-winston-duke-chadwick-boseman-and-michael-b-jordan-a

Os atores de Pantera Negra aceitam o prêmio de Melhor Filme: Winston Duke, Chadwick Boseman e Michael B. Jordan (pic by standard.co.uk)

PREMIAÇÃO POP ELEGE FILME AFRO COMO MELHOR DO ANO

A edição 2018 do MTV Movie & TV Awards não reservou nenhuma surpresa. Aliás, surpresa nunca foi muito a praia desse prêmio, já que não é transmitido ao vivo e ainda correm boatos que os vencedores são previamente avisados para que confirmem presença. Este ano, a organização acertou na programação, já que realizou o evento no sábado e transmitiu na segunda-feira seguinte, dia que possibilitou maior audiência televisiva.

Falando em audiência, o fato de Tiffany Haddish ter sido a hostess parece ter colaborado com os números positivos. Em alta desde seu prêmio de Atriz Coadjuvante no New York Film Critics Circle no final de 2017 por Viagem das Garotas, ela tem aproveitado bem suas chances para elevar seu status de personalidade debochada e politicamente incorreta. Foi assim naquele (desastroso) anúncio de indicados do Oscar ao lado de Andy Serkis, e ao apresentar um prêmio na cerimônia do Oscar ao lado de Maya Rudolph. Particularmente, acho o humor dela bem forçado, mas se o público gosta, ela tem que aproveitar mesmo a chance.

tiffany-haddish-speaks-onstage-during-the-2018-mtv-movie-a

A bola da vez: Tiffany Haddish como hostess do MTV Movie & TV Awards (pic by standard.co.uk)

Bom, pra quem não é muito familiarizado com o MTV, o prêmio tem o objetivo explícito de agradar às massas, uma vez que seus votos são populares via internet. E não, o público estrangeiro (fora dos EUA) não pode votar; eu já tentei. Acredite! Eu ainda sou saudosista da época em que o prêmio reconhecia produções mais ousadas e de ótima qualidade como O Exterminador do Futuro 2, Pulp Fiction e Seven. Na verdade, são filmes que mereciam até o Oscar de Filme, mas por não terem a veia conservadora que a Academia requer, não foram premiados nas principais categorias.

Nesta edição, Pantera Negra levou 4 baldinhos de pipoca: Filme, Atuação em Filme, Herói e Vilão, com destaque para Chadwick Boseman, que subiu ao palco três vezes. Quando aceitou o prêmio de Herói, ele chamou James Shaw Jr., seu convidado, para agradecê-lo por proteger civis contra um atirador que abriu fogo num restaurante Waffle House em Tennesse no mês passado.

Em relação ao prêmio de Melhor Beijo, esta é a terceira vez que temos um casal masculino levando a categoria depois de O Segredo de Brokeback Mountain (2005) e Moonlight: Sob a Luz do Luar (2016). Pena que o filme Com Amor, Simon seja bobinho e politicamente correto demais.

Falando em bobo demais, tudo bem que o MTV Movie é um prêmio cômico e despretensioso, mas poderiam extinguir essa categoria ridícula de Melhor Atuação Assustada? Por que não substituir por um Melhor Filme de Terror ou Ficção Científica? Ou indo na onda, Melhor Morte? Pelo menos premiaria-se um modo criativo de matar um personagem!

MTV GENERATION AWARD

Seria uma espécie de Oscar Honorário. Na teoria. Nos últimos anos, premiaram Robert Downey Jr., Mark Wahlberg, Will Smith, Johnny Depp, Sandra Bullock, Tom Cruise e Reese Witherspoon. Ok, pra geração de hoje, eles já são veteranos, que começaram suas carreiras nos anos 80 e 90. Mas este ano elegeram Chris Pratt. Chris Pratt? O cara acabou de ficar famoso com Guardiões da Galáxia e Jurassic World! Duvido que não encontraram algum ator ou atriz que merecesse esse reconhecimento! Ano que vem vão entregar o prêmio para o menino Jacob Tremblay!

Chris Pratt MTVAwards1906bJPG

Chris Pratt discursa como homenageado do MTV Generation Award (pic by standard.co.uk)

RESUMO DA ÓPERA

O MTV Movie & TV Awards premia Pantera Negra como o primeiro filme com elenco todo negro. Claro que é uma conquista muito importante, especialmente para o público que jamais imaginou que este dia chegaria. Mas claramente o cinema está sob o regime politicamente correto, e o problema reside no esquecimento das características do cinema como Arte: roteiro, fotografia, montagem ou mesmo construção de personagens sólidos.

MTVAwards Stranger Things 1906f

Elenco de Stranger Things sobe ao palco para receber o prêmio de Melhor Show (pic standard.co.uk)

VENCEDORES DO MTV MOVIE & TV AWARDS 2018:

MELHOR FILME
– Vingadores: Guerra Infinita (Avengers: Infinity War)
* Pantera Negra (Black Panther)
– Viagem das Garotas (Girls Trip)
– It: A Coisa (It)
– Mulher-Maravilha (Wonder Woman)

MELHOR SHOW
– 13 Reasons Why
– Game of Thrones
– Grown-ish
– Riverdale
* Stranger Things

MELHOR ATUAÇÃO EM FILME
* Chadwick Boseman (Pantera Negra)
– Timothée Chalamet (Me Chame Pelo Seu Nome)
– Ansel Elgort (Em Ritmo de Fuga)
– Daisy Ridley (Star Wars: Os Últimos Jedi)
– Saoirse Ronan (Lady Bird)

MELHOR ATUAÇÃO EM SHOW
* Millie Bobby Brown (Stranger Things)
– Darren Criss (The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story)
– Katherine Langford (13 Reasons Why)
– Issa Rae (Insecure)
– Maisie Williams (Game of Thrones)

MELHOR HERÓI
* Chadwick Boseman (Pantera Negra)
– Emilia Clarke (Game of Thrones)
– Gal Gadot (Mulher-Maravilha)
– Grant Gustin (The Flash)
– Daisy Ridley (Star Wars: Os Últimos Jedi)

MELHOR VILÃO
– Josh Brolin (Vingadores: Guerra Infinita)
– Adam Driver (Star Wars: Os Últimos Jedi)
* Michael B. Jordan (Pantera Negra)
– Aubrey Plaza (Legion)
– Bill Skarsgard (It: A Coisa)

MELHOR BEIJO
– Gina Rodriguez e Justin Baldoni (Jane the Virgin)
* Nick Robinson e Keiynan Lonsdale (Com Amor, Simon)
– Olivia Cooke e Tye Sheridan (Jogador Nº 1)
– KJ Apa e Camila Mendes (Riverdale)
– Finn Wolfhard e Millie Bobby Brown (Stranger Things)

MELHOR ATUAÇÃO ASSUSTADA
– Talitha Bateman (Annabelle 2: A Criação do Mal)
– Emily Blunt (Um Lugar Silencioso)
– Sophia Lillis (It: A Coisa)
– Cristin Milioti (Black Mirror)
* Noah Schnapp (Stranger Things)

MELHOR EQUIPE

– Chadwick Boseman, Lupita Nyong’o, Danai Gurira, Letitia Wright (Pantera Negra)
* Finn Wolfhard, Sophia Lillis, Jaeden Lieberher, Jack Dylan Grazer, Wyatt Oleff, Jeremy Ray Taylor, Chosen Jacobs (It: A Coisa)
– Dwayne Johnson, Kevin Hart, Jack Black, Karen Gillan, Nick Jonas (Jumanji: Bem-Vindo à Selva)
– Tye Sheridan, Olivia Cooke, Philip Zhao, Win Morisaki, Lena Waithe (Jogador Nº 1)
– Gaten Matarazzo, Finn Wolfhard, Caleb McLaughlin, Noah Schnapp, Sadie Sink (Stranger Things)

MELHOR ATUAÇÃO CÔMICA
– Jack Black (Jumanji: Bem-Vindo à Selva)
* Tiffany Haddish (Viagem das Garotas)
– Dan Levy (Schitt’s Creek)
– Kate McKinnon (Saturday Night Live)
– Amy Schumer (Sexy por Acidente)

LADRA/ÃO DE CENAS
– Tiffany Haddish (Viagem das Garotas)
– Dacre Montgomery (Stranger Things)
* Madelaine Petsch (Riverdale)
– Taika Waititi (Thor: Ragnarok)
– Letitia Wright (Pantera Negra)

MELHOR LUTA
– Charlize Theron vs. Daniel Hargrave, Greg Rementer (Atômica)
– Scarlett Johansson, Danai Gurira, Elizabeth Olsen vs. Carrie Coon (Vingadores: Guerra Infinita)
– Chadwick Boseman vs. Winston Duke (Pantera Negra)
– Mark Ruffalo vs. Chris Hemsworth (Thor: Ragnarok)
* Gal Gadot vs. soldados alemães (Mulher-Maravilha)

MELHOR DOCUMENTÁRIO MUSICAL
Can’t Stop, Won’t Stop: A Bad Boy Story
Demi Lovato: Simply Complicated
Gaga: Five Foot Two
Jay-Z’s “Footnotes for 4:44
The Defiant Ones

MELHOR REALITY SHOW/FRANQUIA
* The Kardashians
Love & Hip Hop
Real Housewives
RuPaul’s Drag Race
Vanderpump Rules

‘PANTERA NEGRA’ LIDERA INDICAÇÕES AO MTV MOVIE & TV AWARDS

Black Panther.jpg

Chadwick Boseman luta contra Michael B. Jordan em cena de Pantera Negra. Ambos concorrem em categorias distintas no MTV Movie & TV Awards. Pic by outnow.ch

PRODUÇÕES POLITICAMENTE CORRETAS E SUCESSOS DE BILHETERIA PREDOMINAM

Ok, provavelmente você, cinéfilo que tem mais de 30 anos, deve estar se perguntando: “Pra que vou querer saber de MTV Movie Awards em 2018?”. Bem, não se sinta sozinho nessa qutão. Todo ano, quando vejo os filmes indicados, e me lembro dos primeiros anos do prêmio lá no início dos anos 90, quando havia Pulp Fiction, O Exterminador do Futuro 2, Seven e Instinto Selvagem, bate uma depressão instantânea e me pergunto: “O que houve?”. Mesmo premiando filmes mais “pops”, o MTV sempre buscava algo mais ousado ou com conteúdo.

Alguns anos atrás, os filmes premiados passaram a ser Crepúsculo, Transformers e Jogos Vorazes. A premiação deixou de ser o perfil jovem adulto ou adulto para se tornar apenas jovem, justamente o público que passou a consumir mais cinema. E hoje? Hoje o MTV Movie and TV Awards mira o mesmo público, mas passou a englobar os seguidores de séries de TV e streaming, e também passou a seguir a onda do politicamente correto, que está engordando as bilheterias mundiais.

Claro que os sucessos comerciais como Vingadores: Guerra Infinita e It: A Coisa não podiam ficar de fora, afinal trata-se de um prêmio para o público jovem, mas agora estão reconhecendo trabalhos que seguem a nova ordem étnica e sexual com Pantera Negra, Mulher-Maravilha e Viagem das Garotas, ou seja, filmes protagonizados por negros e mulheres com histórias bastante pertinentes aos seus universos.

Wonder Woman 2018.jpg

Gal Gadot e Connie Nielsen em cena de Mulher-Maravilha. Pic by cine.gr

Portanto, se você se questiona por que deve acompanhar o MTV Movie & TV Awards hoje é justamente para entender essas mudanças do mercado cinematográfico, essa evolução das questões raciais e de gênero que tendem a crescer muito na próxima década, e testemunhar as próprias mudanças do cinema como Arte. Uma arte que tem se tornado um veículo inestimável para dar voz às então minorias.

DAS INDICAÇÕES

No total, Pantera Negra foi o recordista de indicações com sete: Filme, Atuação, Herói (ambos por Chadwick Boseman), Ladrão de Cena (Letitia Wright), Vilão (Michael B. Jordan), Time e Luta. Além dos números impressionantes de bilheteria, o filme da Marvel foi abraçado pelo público justamente por apresentar um protagonista negro, contra um vilão negro, e num país fictício chamado Wakanda, onde os negros não sofreram com escravidão e se tornou a nação mais evoluída tecnologicamente.

Claro que, em menor escala, vale citar a inclusão da comédia Viagem das Garotas, com um elenco de quatro atrizes negras: Regina Hall, Queen Latifah, Jada Pinkett Smith e Tiffany Haddish, que causou no Oscar deste ano, e será a hostess desta edição do MTV Movie Awards. Aliás, será um bom teste para vermos se ela se sairá bem caso seja cotada para o Oscar.

Girls Trip MTV

Regina Hall, Jada Pinket Smith, Queen Latifah e Tiffany Haddish em Viagem das Garotas. Pic by outnow.ch

Como muitos já sabem, a categoria de atuação é sem gêneros desde o ano passado, misturando atores e atrizes, e os trabalhos de cinema e TV se misturam em várias categorias como Beijo, Time e Vilão. Só não entendi o porquê voltaram a reduzir para 5 o número de indicados por categoria, já que resolveram expandir os horizontes. Será possível faltar um indicado extra com tantos concorrentes?

Dentre as categorias novas desta edição estão Ladrão de Cenas (uma forma mais informal de reconhecer coadjuvantes), Documentário de Música (com temas do universo musical, que aliás é bem apropriado por se tratar de MTV) e a volta do Performance Mais Assustada (atuações em produções de terror ou suspense, que considero desnecessária. Por que não Melhor Produção de Terror?).

Pelo lado da TV, a série Stranger Things é a recordista com seis indicações. A jovem Millie Bobby Brown continua se destacando e foi novamente indicada por sua performance como Eleven. As séries Riverdale, Game of Thrones e 13 Reasons Why estão entre os indicados.

Millie Bobby Brown Stranger Things

Novamente indicada por Stranger Things, Millie Bobby Brown em cena> Pic by outnow.ch

Apesar de constarem na lista refugos do Oscar como Timothée Chalamet e Saoirse Ronan, não acredito que eles tenham chances reais de vitória aqui.

Segue a lista de indicados deste ano (em laranja, os votos do blog):

MELHOR FILME
* Vingadores: Guerra Infinita (Walt Disney Studios Motion Pictures)
* Pantera Negra (Walt Disney Studios Motion Pictures)
* Viagem das Garotas (Universal Pictures)
* IT: A Coisa (New Line Cinema)
* Mulher-Maravilha (Warner Bros. Pictures)

MELHOR SÉRIE
13 Reasons Why (Netflix)
* Game of Thrones (HBO)
* grown-ish (Freeform)
* Riverdale (The CW)
* Stranger Things (Netflix)

MELHOR PERFORMANCE DE CINEMA
Chadwick Boseman (Pantera Negra)
* Timothée Chalamet (Me Chame Pelo Seu Nome)
* Ansel Elgort (Em Ritmo de Fuga)
* Daisy Ridley (Star Wars: Os Últimos Jedi)
* Saoirse Ronan (Lady Bird: A Hora de Voar)

MELHOR PERFORMANCE DE SÉRIE
Millie Bobby Brown (Stranger Things)
* Darren Criss (The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story)
* Katherine Langford (13 Reasons Why)
* Issa Rae (Insecure)
* Maisie Williams (Game of Thrones)

MELHOR HERÓI/HEROÍNA
* Chadwick Boseman (Pantera Negra)
Emilia Clarke (Game of Thrones)
* Gal Gadot (Mulher-Maravilha)
* Grant Gustin (The Flash)
* Daisy Ridley (Star Wars: Os Últimos Jedi)

MELHOR VILÃO
* Josh Brolin (Vingadores: Guerra Infinita)
Adam Driver (Star Wars: Os Últimos Jedi)
* Michael B. Jordan (Pantera Negra)
* Aubrey Plaza (Legion)
* Bill Skarsgard (IT: A Coisa)

MELHOR BEIJO
* Gina Rodriguez e Justin Baldoni (Jane the Virgin)
Nick Robinson e Keiynan Lonsdale (Com Amor, Simon)
* Olivia Cooke e Tye Sheridan (Jogador Nº 1)
* KJ Apa e Camila Mendes (Riverdale)
* Finn Wolfhard e Millie Bobby Brown (Stranger Things)

PERFORMANCE MAIS ASSUSTADA
* Talitha Bateman (Annabelle 2: A Criação do Mal)
Emily Blunt (Um Lugar Silencioso)
* Sophia Lillis (IT: A Coisa)
* Cristin Milioti (Black Mirror)
* Noah Schnapp (Stranger Things)

MELHOR TIME
* Chadwick Boseman, Lupita Nyong’o, Danai Gurira, Letitia Wright (Pantera Negra)
Finn Wolfhard, Sophia Lillis, Jaeden Lieberher, Jack Dylan Grazer, Wyatt Oleff, Jeremy Ray Taylor, Chosen Jacobs (IT: A Coisa)
* Dwayne Johnson, Kevin Hart, Jack Black, Karen Gillan, Nick Jonas (Jumanji: Bem-Vindo à Selva)
* Tye Sheridan, Olivia Cooke, Philip Zhao, Win Morisaki, Lena Waithe (Jogador Nº 1)
* Gaten Matarazzo, Finn Wolfhard, Caleb McLaughlin, Noah Schnapp, Sadie Sink (Stranger Things)

MELHOR PERFORMANCE DE COMÉDIA
* Jack Black (Jumanji: Bem-Vindo à Selva)
Tiffany Haddish (Viagem das Garotas)
* Dan Levy (Schitt’s Creek)
* Kate McKinnon (Saturday Night Live)
* Amy Schumer (Sexy por Acidente)

LADRÃO DE CENA
* Tiffany Haddish (Viagem das Garotas)
* Dacre Montgomery (Stranger Things)
* Madelaine Petsch (Riverdale)
* Taika Waititi (Thor: Ragnarok)
* Letitia Wright (Pantera Negra)

MELHOR LUTA
* Charlize Theron vs. Daniel Hargrave, Greg Rementer (Atômica)
Scarlett Johansson, Danai Gurira, Elizabeth Olsen vs. Carrie Coon (Vingadores: Guerra Infinita)
* Chadwick Boseman vs. Winston Duke (Pantera Negra)
* Mark Ruffalo vs. Chris Hemsworth (Thor: Ragnarok)
* Gal Gadot vs. German Soldiers (Mulher-Maravilha)

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE MÚSICA
* Can’t Stop, Won’t Stop: A Bad Boy Story
* Demi Lovato: Simply Complicated
* Gaga: Five Foot Two
* Jay-Z’s “Footnotes for 4:44”
* The Defiant Ones

MELHOR REALITY SHOW/FRANQUIA
* The Kardashians
* Love & Hip Hop
* Real Housewives
* RuPaul’s Drag Race
* Vanderpump Rules

***

A cerimônia ocorrerá no dia 18 de junho. Em 2017, a MTV brasileira transmitiu a cerimônia ao vivo, portanto deve seguir a tendência.

‘A FORMA DA ÁGUA’ CONFIRMA FAVORITISMO no PGA

 

the shape of water PGA.jpg

O produtor J. Miles Dale discursa pela vitória de A Forma da Água no PGA. AO fundo, o ator Richard Jenkins (pic by 6abc Philadelphia)

FANTASIA DE DEL TORO LEVA O PRÊMIO DO SINDICATO DE PRODUTORES

Mesmo competindo com os grandes favoritos da temporada como Três Anúncios Para um Crime e The Post: A Guerra Secreta, o novo filme de Guillermo del Toro conseguiu firmar sua campanha de favoritismo com esse prêmio do sindicato de produtores.

Infelizmente, del Toro, que também é produtor do filme, não estava presente na cerimônia porque estava no México para cuidar de seu pai doente. Seu co-produtor J. Miles Dale, e o ator Richard Jenkins, subiram ao palco e leram uma declaração do diretor: “Gostaria de pedir a todos vocês a permissão de dedicar este pequeno momento e as honras desta noite para meu pai e minha mãe, para quem devo minha gratidão eterna, e como pai oferecer aos meus filhos também, que eles possam ser livres para buscar seus sonhos e fantasias e que possam estar ao meu lado quando eu partir.” Mesmo ausente, del Toro soube fazer uma média com seus votantes e isso conta muito numa campanha. Já seu co-produtor Dale foi o piadista: “Quando seu par romântico é uma faxineira e um peixe, é duro de vender o projeto”.

the shape of water sally hawkins_.jpg

Sally Hawkins e Doug Jones em cena de A Forma da Água: par romântico incomum

Pra quem acompanha a temporada de premiação há algum tempo, sabe que os prêmios de sindicatos costumam ser os parâmetros mais confiáveis em relação ao Oscar, mas no caso do PGA, mesmo tendo 19 acertos em 28 edições, vale lembrar que houve divergência nos últimos dois anos. A lembrar: A Grande Aposta levou o PGA, enquanto Spotlight levou o Oscar em 2016. O musical La La Land conquistou o PGA enquanto Moonlight ficou com o Oscar ano passado, na prorrogação!

Sem me basear nessa estatística em específico, também não boto muita fé na vitória de A Forma da Água como Melhor Filme no Oscar. Há quanto tempo um filme de fantasia não ganha o principal prêmio da noite? Em 2004 com O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei? Faz tempo… Isso porque a Academia se sentiu obrigada a reconhecer uma das trilogias mais lucrativas da história do Cinema.

Vencedora com a animação da Pixar, Viva: A Vida é uma Festa, a produtora Darla K. Anderson aproveitou pra dar uma cutucada em Trump: “Agora é o tempo de haver mais diversidade em nossa cultura e em nosso mundo”, que ainda aproveitou pra dedicar o prêmio ao México, terra onde se passa a trama e usufrui de suas ricas tradições.

Coco pixar

Viva: A Vida é uma Festa levou o PGA de Animação

Na categoria de documentário, Jane levou o prêmio ao retratar as pesquisas de Jane Goodall com os chimpanzés. Vale lembrar que o documentário está classificado na pré-lista das 15 produções ao Oscar, mas ao mesmo tempo, vale ressaltar que aqui não estava competindo com o favorito Faces Places, de Agnès Varda e JR.

Já o prêmio especial Stanley Kramer, dedicado a honrar questões de cunho sócio-racial, premiou o ótimo Corra!, de Jordan Peele. Em discurso, o diretor criticou o sistema de hoje chamando-o de “lugar afundado” (em alusão ao limbo em que seu protagonista negro fica durante a hipnose), pois silencia a voz das mulheres e das minorias. “Sunken place é o presidente que chama seus atletas de filhos da puta por terem expressado suas crenças no campo e na pátria de nossos mais belos imigrantes.” – relembrando o episódio dos jogadores de futebol americano se ajoelharem durante o hino nacional.

Pela ala televisiva, curiosamente premiou duas séries estreantes: The Handmaid’s Tale levou o prêmio de série dramática, e The Marvelous Mrs. Maisel ganhou como série de comédia. Particularmente, gostei da vitória da série Black Mirror, da Netflix. Como sou fã da consagrada série de ficção científica Twilight Zone, considero este trabalho uma versão high-tech filosófica bem instigante.

 

 

CINEMA

MELHOR FILME
A Forma da Água (The Shape Of Water)
Produtores: Guillermo del Toro, J. Miles Dale

MELHOR LONGA DE ANIMAÇÃO
Viva: A Vida é uma Festa (Coco)
Produtora: Darla K. Anderson

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Jane
Produtores: Brett Morgen, Bryan Burk, Tony Gerber, James Smith

PRÊMIO STANLEY KRAMER
Corra!

PRÊMIO VISIONÁRIO
Ava DuVernay

TELEVISÃO

MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA
The Handmaid’s Tale (1ª temporada)
Produtores: Bruce Miller, Warren Littlefield, Daniel Wilson, Fran Sears, Ilene Chaiken, Sheila Hockin, Eric Tuchman, Frank Siracusa, John Weber, Joseph Boccia, Elisabeth Moss, Kira Snyder and Leila Gerstein.

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA
The Marvelous Mrs. Maisel (1ª temporada)
Produtores: Daniel Palladino, Amy Sherman-Palladino, Sheila Lawrence, Dhana Rivera Gilbert

MELHOR FILME PARA TV OU MINISSÉRIE
Black Mirror (4ª temporada)
Produtores: Annabel Jones, Charlie Brooker

 

MELHOR PROGRAMA DE NÃO-FICÇÃO
Leah Remini: Scientology and the Aftermath (1ª e 2ª temporadas)  
Produtores: Leah Remini, Eli Holzman, Aaron Saidman, Myles Reiff, Adam Saltzberg, Erin Gamble, Lisa Rosen, Grainne Byrne, Taylor Levin, Alex Weresow, Rachelle Mendez

MELHOR PROGRAMA AO VIVO E TALK SHOW
Last Week Tonight with John Oliver (4ªtemporada)
Produtores: John Oliver, Tim Carvell, Liz Stanton

MELHOR PROGRAMA DE COMPETIÇÃO
The Voice (12ª e 13ª temporadas)
Produtores: John de Mol, Mark Burnett, Audrey Morrissey, Lee Metzger, Chad Hines, Amanda Zucker, Kyra Thompson, Jay Bienstock, Stijn Bakkers, Mike Yurchuk, Teddy Valenti, Carson Daly

MELHOR PROGRAMA FORMATO CURTO
Carpool Karaoke (1ª temporada)

 

MELHOR PROGRAMA DE ESPORTES
Real Sports with Bryant Gumbel (23ª temporada) 

MELHOR PROGRAMA INFANTIL
Vila Sésamo (Sesame Street) (47ª temporada)

‘Manchester à Beira-Mar’ conquista 4 indicações ao SAG Awards 2017

manchester by the sea SAG.jpg

Em cena de Manchester à Beira-Mar, Casey Affleck e Lucas Hedges . Filme foi recordista de indicações ao SAG Awards (pic by cine.gr)

DRAMA INDEPENDENTE DE KENNETH LONERGAN VOLTA AO PROTAGONISMO DA TEMPORADA DE PREMIAÇÕES

Após ver o musical La La Land ganhar o Critics’ Choice e liderar as indicações ao Globo de Ouro, chegou a hora de Manchester à Beira-Mar chamar atenção pela força de seu elenco. O filme escrito e dirigido por Kenneth Lonergan conseguiu indicações para Ator (Casey Affleck), Ator Coadjuvante (Lucas Hedges), Atriz Coadjuvante (Michelle Williams) e Elenco. Logo depois, com 3 indicações ficaram Fences e Moonlight.

Na manhã desta quarta-feira, dia 14, os atores Sophia Bush e Common fizeram o anúncio dos indicados. Não sei quanto à opinião de vocês, mas acho que os artistas encarregados desta tarefa deveriam ser mais imparciais. No vídeo abaixo, no momento das categorias de cinema, Common passa a comemorar com um ‘yes’ toda vez que um filme com atores negros é citado, enquanto os outros ficaram no vácuo. Obviamente, ele está feliz que a polêmica do #OscarSoWhite deu resultado, mas ele poderia guardar essa alegria para si mesmo. Sua companheira de anúncio, Sophia Bush, procurou amenizar a situação entrando na onda e com bom humor, mas ficou um certo desconforto desnecessário.

sophia-bush-common-sag-nomination

Common e Sophia Bush anunciam a categoria de Ator do SAG (pic by San Francisco Chronicle)

Nos últimos anos, o SAG Awards tem crescido em importância na temporada de premiações, já que os vencedores da categoria de Melhor Elenco ganharam também o Oscar de Melhor Filme onze vezes nos últimos 21 anos. Nos últimos dois anos, Spotlight e Birdman seguiram esse roteiro.

Além disso, o SAG tem uma ótima estatística de acerto em relação ao Oscar: cerca de 80% nas categorias de atuação. Como se diz no termo futebolístico, se você ganhou o SAG, está com “as mãos na taça”. Se focar na categoria de Melhor Ator, aí é dobradinha na certa com o Oscar. Sabe quando o último vencedor do SAG não levou o prêmio da Academia? Em 2004, quando Johnny Depp (Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra) perdeu para Sean Penn (Sobre Meninos e Lobos), ou seja, faz muito tempo.

Pior pra quem fica de fora do SAG. São os casos de 20th Century Women, Loving, e os já citados no post do Globo de Ouro: Silêncio e Sully: O Herói do Rio Hudson. Não significa necessariamente que ficarão fora do Oscar, mas suas chances caem consideravelmente.

Bom, falando em queda de chances, a maior surpresa das indicações pra mim foi justamente a ausência de Isabelle Huppert por Elle. A atriz francesa estava em alta depois dos prêmios da crítica de LA e NY, além das indicações do Critics’ Choice e Globo de Ouro, mas por algum motivo não figurou na lista do SAG. À princípio, acreditava que seu nome estava fora por não ser membro do sindicato dos atores, requisito mínimo para concorrer, mas depois de ler algumas matérias, descartei essa possibilidade. Bom, quem perde é o próprio SAG, que preferiu reconhecer Emily Blunt por A Garota no Trem, que não aparecia em nenhuma lista de melhores.

Ainda na categoria de Atriz, outra ausência sentida foi de Ruth Negga por Loving. Até o momento, ela não havia conquistado prêmio algum, mas sempre estava entre as melhores do ano. Annette Bening e Jessica Chastain eram outros nomes que ficaram de fora da disputa.

Outra importante nota seria a indicação de Hugh Grant como Coadjuvante por Florence: Quem é Essa Mulher?. Segundo o peso de seu personagem na trama, ele seria ator principal, e não secundário. Mas… como aconteceu nos anos anteriores com Alicia Vikander como coadjuvante em A Garota Dinamarquesa e Rooney Mara em Carol, Grant passou a concorrer como Coadjuvante a fim de ter mais chances de indicação e vitória. Caso venha a receber sua primeira indicação ao Oscar, acredito que será como coadjuvante.

hugh-grant-florence

Hugh Grant como St Clair Bayfield em Florence: Quem é Essa Mulher? (pic by cine.gr)

Ainda sobre as categorias de cinema, muitos destacaram a ausência de La La Land na categoria de Melhor Elenco. Claro que se o filme fosse indicado, sua campanha iria disparar, mas nesse caso, não deve afetar sua trajetória rumo ao Oscar. Embora os demais atores sejam relevantes como J.K. Simmons, Rosemarie DeWitt e Tom Everett Scott, o elenco já está muito bem reconhecido com as indicações de Ryan Gosling e Emma Stone.

Falando em muito bem reconhecido, Mahershala Ali foi o único ator desta edição a receber três indicações. Além de Ator Coadjuvante e Elenco por Moonlight, o ator também está no elenco de Estrelas Além do Tempo, que está indicado a Elenco.

E talvez a maior surpresa aqui foi a inclusão de Capitão Fantástico, cujo elenco foi indicado, além de Viggo Mortensen como Melhor Ator. Há tempos leio boas críticas em relação ao filme, principalmente em relação à escolha dos atores mirins que vivem os seis filhos do personagem de Mortensen. Depois de ser indicado no Critics’ e Globo de Ouro, o ator pode conquistar sua segunda indicação ao Oscar.

CAPTAIN FANTASTIC

No centro, Viggo Mortensen em cena com seus filhos em Capitão Fantástico (pic by cine.gr)

Nas categorias de televisão, não tem como não aplaudir a Netflix. O canal de streaming conseguiu acumular 17 indicações através de suas produções originais, incluindo três para a sensação Stranger Things, e três para The Crown.

Assim como o Globo de Ouro, o SAG resolveu dar uma repaginada nas séries e concedeu as primeiras indicações para as novidades Westworld, Black-ish, This Is Us, Black Mirror, Unbreakable Kimmy Schmidt e Lady Day at Emerson’s Bar & Grill.

E mais um adendo: não entendi o prêmio pelo Conjunto da obra para a atriz Lily Tomlin. Ok, ela já não é mais mocinha, mais precisamente tem 77 anos, mas é uma artista que ainda está trabalhando em alto nível, tanto que foi indicada pela série da Netflix, Grace and Frankie. Bom, pelo menos podemos esperar um discurso leve e engraçado!

lily-tomlin-grace-and-frankie-479808

Lily Tomlin na série da Netflix, Grace & Frankie. (pic by elfilm.com)

INDICADOS AO 23º SAG AWARDS:

Outstanding Performance by a Male Actor in a Leading Role
– Casey Affleck (Manchester à Beira-Mar)
– Andrew Garfield (Até o Último Homem)
– Ryan Gosling (La La Land: Cantando Estações)
– Viggo Mortensen (Capitão Fantástico)
– Denzel Washington (Fences)

Outstanding Performance by a Female Actor in a Leading Role
– Amy Adams (A Chegada)
– Emily Blunt (A Garota no Trem)
– Natalie Portman (Jackie)
– Emma Stone (La La Land: Cantando Estações)
– Meryl Streep (Florence: Quem é Essa Mulher?)

Outstanding Performance by a Male Actor in a Supporting Role
– Mahershala Ali (Moonlight)
– Jeff Bridges (A Qualquer Custo)
– Hugh Grant (Florence: Quem é Essa Mulher?)
– Lucas Hedges (Manchester à Beira-Mar)
– Dev Patel (Lion)

Outstanding Performance by a Female Actor in a Supporting Role
– Viola Davis (Fences)
– Naomie Harris (Moonlight)
– Nicole Kidman (Lion)
– Octavia Spencer (Estrelas Além do Tempo)
– Michelle Williams (Manchester à Beira-Mar)

Outstanding Performance by a Cast in a Motion Picture
– Capitão Fantástico
– Fences
– Estrelas Além do Tempo
– Manchester à Beira-Mar
– Moonlight

Outstanding Performance by a Male Actor in a Television Movie or Miniseries
– Riz Ahmed (The Night Of)
– Sterling K. Brown (The People v. O.J. Simpson)
– Bryan Cranston (All the Way)
– John Turturro (The Night Of)
– Courtney B. Vance (The People v. O.J. Simpson)

Outstanding Performance by a Female Actor in a Television Movie or Miniseries
– Bryce Dallas Howard (Black Mirror)
– Felicity Huffman (American Crime)
– Audra McDonald (Lady Day at Emerson’s Bar and Grill)
– Sarah Paulson (The People v. O.J. Simpson)
– Kerry Washington (Confirmation)

Outstanding Performance by a Male Actor in a Drama Series
– Sterling K. Brown (This Is Us)
– Peter Dinklage (Game of Thrones)
– John Lithgow (The Crown)
– Rami Malek (Mr. Robot)
– Kevin Spacey (House of Cards)

Outstanding Performance by a Female Actor in a Drama Series
– Millie Bobby Brown (Stranger Things)
– Claire Foy (The Crown)
– Thandie Newton (Westworld)
– Winona Ryder (Stranger Things)
– Robin Wright (House of Cards)

Outstanding Performance by a Male Actor in a Comedy Series
– Anthony Anderson (Black-ish)
– Tituss Burgess (Unbreakable Kimmy Schmidt)
– Ty Burrell (Modern Family)
– William H. Macy (Shameless)
– Jeffrey Tambor (Transparent)

Outstanding Performance by a Female Actor in a Comedy Series
– Uzo Aduba (Orange is the New Black)
– Jane Fonda (Grace and Frankie)
– Ellie Kemper (Unbreakable Kimmy Schmidt)
– Julia Louis-Dreyfus (Veep)
– Lily Tomlin (Grace and Frankie)

Outstanding Performance by an Ensemble in a Drama Series
– The Crown
– Downton Abbey
– Game of Thrones
– Stranger Things
– Westworld

Outstanding Performance by an Ensemble in a Comedy Series
– The Big Bang Theory
– Black-ish
– Modern Family
– Orange is the New Black
– Veep

Outstanding Action Performance by a Stunt Ensemble in a Comedy or Drama Series
– Game of Thrones
– Marvel’s Daredevil
– Marvel’s Luke Cage
– The Walking Dead
– Westworld

Outstanding Action Performance by a Stunt Ensemble in a Motion Picture
– Capitão América: Guerra Civil
– Doutor Estranho
– Até o Último Homem
– Jason Bourne
– Animais Noturnos

***

A 23ª cerimônia do SAG Awards está marcada para o dia 29 de janeiro, e será transmitida pelo canal pago TNT.

%d blogueiros gostam disto: