A Arte do Oscar 2013

Pôster oficial do Oscar 2013 no tradicional preto e dourado (art by oscars.org)

Pôster oficial do Oscar 2013 no tradicional preto e dourado (art by oscars.org)

A arte do Oscar de 2013 vem com duas outras versões. Enquanto, o cartaz oficial (acima) respeita o tradicionalismo, destacando todos os filmes indicados em ordem aleatória, prepararam um com a imagem do host: o comediante e criador da série animada Family Guy e do filme Ted, Seth MacFarlane, que concorre com Melhor Canção Original também. Como participou do anúncio dos indicados no dia 10 de janeiro, ele também ilustra um dos pôsteres da premiação com cara de que vai fazer arte. Não estou tão animado com MacFarlane sendo host, mas torço para que consiga criar bons momentos e piadas. Como o show será transmitido ao vivo e em horário apropriado para crianças, alguns termos mais baixos que ele gosta de proferir serão descartados. Como host de 2014, voto para o retorno de Jon Stewart, do Daily News.

Seth MacFarlane em um das três versões do pôster do Oscar 2013 (photo by perezhilton.com)

Seth MacFarlane em um das três versões do pôster do Oscar 2013 (photo by perezhilton.com)

Porém, a grande sacada foi o pôster  em que a estaueta dourada homenageia todos os 84 vencedores do Oscar de Melhor Filme, de Asas (1927-1928) até O Artista (2011). Cada um tenta representar o filme de alguma maneira imagética. Alguns são mais fáceis de reproduzir, outros nem tanto.

Versão animada do Oscar 2013: homenagem bem elaborada com todos os vencedores de Melhor Filme (art by Oscars.org)

Se você quer tentar adivinhar quais são os filmes, clique no link abaixo e descubra as respostas:

http://oscar.go.com/photos/themed-galleries/special/oscars-best-pictures-tribute/media/1_111-copy

Particularmente, gostei de Guerra ao Terror, Platoon, Ghandi, O Franco-Atirador, O Poderoso Chefão, Perdidos na Noite e Lawrence da Arábia.

Vale a pena também dar uma olhada na arte da camiseta que eles vendem pelo site. Infelizmente, a canção “Let’s go all to the lobby!” não é tão popular aqui. Também com esse atendimento de alguns cinemas…

Estampa de camiseta do Oscar (art by Oscars.org)

Estampa de camiseta do Oscar (art by Oscars.org)

A cerimônia do Oscar 2013 será transmitida pelo canal pago TNT e pela TV aberta, a Globo (mas esqueça os primeiros cinco prêmios, porque o Big Brother não pode parar!) no dia 24 de fevereiro, a partir das 22h.

Anúncios

Seth MacFarlane apresentará o Oscar 2013

Seth MacFarlane: acreditem ou não, o host do Oscar 2013

Nem Billy Crystal, nem Whoopi Goldberg, nem Ellen DeGeneres. Os produtores da 85ª cerimônia do Oscar, Craig Zadan e Neil Meron, resolveram fazer uma aposta bem ousada com a escolha de Seth MacFarlane, mais conhecido por ser o criador da série animada Family Guy (Uma Família da Pesada) e American Dad! (desenhos que a Globo costuma passar de madrugada por ser impróprio para crianças). Por seu trabalho em Family Guy, MacFarlane levou dois prêmios Emmy, mas nunca foi host em nenhum tipo de premiação e aí é que mora o perigo. Não se sabe o que esperar dele e isso preocupa os pais americanos que já estão protestando publicamente nas redes sociais e grupos.

Este ano, para apimentar ainda mais a polêmica, MacFarlane lançou seu primeiro filme: Ted. Para quem ainda não viu, a comédia estrelada por Mark Wahlberg e Mila Kunis é sobre o ursinho de pelúcia Ted que, pelo desejo realizado de seu dono John Bennet, ganha vida e o acompanha desde sua infância até a idade adulta. O problema começa quando sua presença passa a incomodar no relacionamento com a namorada com seu mau comportamento.

E esse comportamento inadequado, que se resume a beber, fumar maconha e xingar meio mundo, acabou despertando a ira de um político brasileiro, que prefere aparecer na mídia com uma tentativa de censura do filme do que cuidar dos interesses do país. No caso, o deputado Protógenes Queiroz, do PC do B – SP, levou seu querido filho de 11 anos pra assistir ao filme. Mesmo ciente de que o filme tem censura de 16 anos, achou que por ter um ursinho fofo no pôster, mal não iria fazer para seu menino. Ledo engano. Saiu de lá revoltado e falando que Ted faz apologia às drogas. Sério, deputado?

Em rede social, declarou guerra: “O filme ‘Ted’ não esta apropriado para nenhuma faixa etária. Incentivar o consumo de drogas é crime, usando ainda ícones infantis. Não aceitamos mais esses enlatados culturais americanos no Brasil”.

Esses comunistas brasileiros… o que seríamos de nós sem eles? O Jornal da Tarde foi um dos meios de comunicação que atendeu ao pedido do político para aparecer na mídia e fez a charge abaixo:

Charge do Jornal da Tarde: Protógenes Queiroz em Um Dia de Fúria

Felizmente, a tentativa de Protógenes falhou. Como se suspeitava, era apenas fogo de palha.

Apesar das credenciais de homem de entretenimento, Seth MacFarlane é uma aposta arriscada não apenas pelo seu humor do tipo ácido corrosivo com o lado escatológico. Para quem conhece os seus desenhos animados, sabe que MacFarlane pode fazer um estrago e tanto no Oscar, especialmente se não colocarem os tais cinco segundos de atraso na transmissão (para os imprevistos de palavrões e gestos suspeitos como o seio de Janet Jackson no Super Bowl).

MAS… pior do que a dupla Anne Hathaway e James Franco não deve ser! Certo? Sou a favor de apostas mais arriscadas para a escolha do host do Oscar, pois por ser um programa televisivo, a cerimônia depende de audiência, e pra alcançar maiores números, precisa estar em sintonia com o público. Anne Hathaway e James Franco são apenas atores. Não têm experiência com comédias e nem musicais. Já Hugh Jackman, que foi host em 2009, além de contar com seus seguidores de seu personagem Wolverine, sabe cantar e dançar como ninguém: umverdadeiro “one man show”. Considero-o o novo Billy Crystal pela versatilidade nos números musicais e humor refinado.

Hugh Jackman em sua única apresentação no Oscar 2009: Boa audiência. (foto by Just Jared)

Particularmente, gostaria muito de rever Jon Stewart como anfitrião. Ele foi host duas vezes: em 2006 e 2008. Sabe cutucar as celebridades, mas com classe. Sabe satirizar o mundo político sem ser pedante nos discursos de abertura. E conta com uma equipe de produção que faz ótimos vídeos com sátiras de filmes. Que tal em 2014, hein Academia?

Jon Stewart, do The Daily Show: Já apresentou duas vezes com boa resposta do público.