‘GOTTI’ é o RECORDISTA com 6 INDICAÇÕES ao FRAMBOESA DE OURO 2019

gotti-happytime_murders-holmes__watson-publicity_stills-photofest-split-h_2019

John Travolta em Gotti, Crimes em Happytime e Holmes & Watson (montage by The Hollywood Reporter)

JOHN TRAVOLTA ESTÁ DE VOLTA AO FRAMBOESA, QUE O CONSAGROU EM 2001 COM AQUELA PÉROLA CHAMADA ‘A RECONQUISTA’

Para aproveitar a onda do Oscar, o Framboesa de Ouro lançou também seus indicados na mesma semana. Trata-se de uma lista que nenhum profissional quer seu nome incluso, e muito menos ir pessoalmente receber o prêmio no palco. Dá pra contar nos dedos quantos foram receber a honraria. Lembro que o primeiro foi o diretor holandês que adoro Paul Verhoeven, que ganhou por Showgirls. Precisa ter muita coragem e bom humor pra comparecer, pois fere demais o orgulho de cada um.

Embora não transpareça, o Framboesa é um prêmio importante para a indústria americana, simplesmente porque ele puxa a orelha dos artistas que cometeram deslizes. Em se tratando de Arte, não dá pra atacar uma obra só porque é ruim, mas pode questionar as decisões que os profissionais envolvidos tomaram. Não existe uma cartilha do que é certo ou errado, mas é possível identificar elementos que poderiam melhorar.

SOBRE OS ‘PREMIADOS’

Falando em coisas que poderiam ser evitadas, esse remake do Robin Hood – A Origem poderia ter sido descartado. Isso é uma típica idéia de produtor tosco de Hollywood, que visa apenas lucrar usando uma história famosa repaginando com atores atuais. Chamamos isso de subestimação do público, e deve ser punido por um Framboesa mesmo. Se você quer criar um remake hoje, mesmo que vise lucro, tem que ter algo a dizer para o público de hoje. Sei lá, que fizessem uma metáfora sobre a partilha de bonanças dos EUA com imigrantes mexicanos, sabe? E outra: desde o momento em que assisti ao trailer, pensei: “Por que raios querem fazer um novo Robin Hood? Se nem aquele de 2010 dirigido por Ridley Scott e com Cate Blanchett no elenco se salvou!”.

robin hood

Taron Egerton e Jamie Foxx  em Robin Hood – A Origem (pic by IMDb)

Não querendo falar mal antes de assistir, mas essa idéia do Crimes em Happytime também não colabora, né? É supostamente uma comédia na qual personagens de boneco fantoche estão sendo assassinados e Melissa McCarthy faz uma detetive que investiga o caso. Tipo, não é um filme para crianças, nem para adultos. E ainda tem cenas de sexo com bonecos que não condizem com o tom do filme, ao contrário do que aconteceu na comédia escrachada Team America: Detonando o Mundo (2004), que contava com o ditador norte-coreano como protagonista.

Sobre os atores listados, fiquei um pouco chateado de ver Marcia Gay Harden como Pior Coadjuvante. Nem sabia que ela tinha participado dessa draga de Cinquenta Tons de Liberdade! E não se trata apenas de ela ser uma vencedora do Oscar (por Pollock em 2001), mas pela pessoa que ela é. Sempre muito educada e querida nas entrevistas. Marcia, será que não está na hora de trocar de agente? Porque obviamente essa sequência horrorosa iria bombar… então de duas uma: ou o agente dela está pouco se lixando com a carreira dela, ou ela está passando por dificuldades financeiras.

fifty shades

Ao fundo, desfocada, Marcia Gay Harden em Cinquenta Tons de Liberdade (pic by OutNow.CH)

Curiosamente, temos na lista uma indicada ao Oscar 2019: Melissa McCarthy. Ela acertou em cheio na performance dela em Poderia Me Perdoar?, mas essas comédias que ela tem feito pra pagar as contas… Outros atores que acertaram e erraram no mesmo ano foram Amanda Seyfried, que atuou bem em No Coração da Escuridão, mas aparentemente errou feio nesse The Clapper, e John C. Reilly que foi indicado ao Globo de Ouro por Stan & Ollie, mas estaria mal nesse Holmes & Watson.

melissa mccarthy happytimes

Melissa McCarthy em cena de Crimes em Happytime (pic by IMDb)

Pra não dizer que não vi nada, vi Jurassic World: Reino Ameaçado. Que lástima! Foi o pior filme que vi em 2018, tanto que está na minha lista dos piores que postei na retrospectiva. A equipe do filme achou que bastava inserir um monte de dinossauros e os mesmos atores centrais que teriam uma ótima sequência, porém tudo é tão gratuito e sem sentido que é duro de engolir, ainda mais por se tratar de uma franquia badalada desde 1993. O rapaz Justice Smith, indicado aqui como Pior Coadjuvante, merece o prêmio. Tudo bem que o personagem dele é fútil, mas ele também não ajuda em nada para torná-lo menos chato.

FALTARAM MAIS ALGUNS FILMES NESSA LISTA

Hoje em dia tem tanta refilmagem, continuação e derivados, que daria pra fazer uma lista de 20 piores do ano. Eu me pergunto: “Cadê a criatividade desse povo?”. Dos filmes que vi, incluiria Venom, Halloween, Tomb Raider: A Origem e A Freira. Todos são ruins. Eu até tive uma ligeira esperança neste novo Halloween por causa do diretor David Gordon Green e pelo retorno da Jamie Lee Curtis, mas o filme não apresenta NADA de novo, nem mesmo uma perspectiva diferente. Fico feliz por ver Curtis com 60 anos protagonizando um filme e pelo sucesso, mas poderiam ter feito algo imensamente superior e renovador, mas preferiram fazer algo destinado apenas aos fãs. Também incluiria o novo Spielberg, Jogador Nº1, que é todo high-tech, mas que se esqueceu da profundidade de personagens nada carismáticos. E pelo tanto que criticaram, achei uma surpresa o fato de Han Solo: Uma História Star Wars não estar aqui.

INDICADOS AO 39º FRAMBOESA DE OURO (RAZZIE AWARDS):

PIOR FILME

  • Gotti
  • Crimes em Happytime (The Happytime Murders)
  • Holmes & Watson
  • Robin Hood – A Origem (Robin Hood)
  • A Maldição da Casa Winchester (Winchester)

PIOR DIRETOR

  • Etan Cohen (Holmes & Watson)
  • Kevin Connolly (Gotti)
  • James Foley (Cinquenta Tons de Liberdade)
  • Brian Henson (Crimes em Happytime)
  • Os irmãos Spierig (A Maldição da Casa Winchester)

PIOR ATOR

  • Johnny Depp (Gnomeu & Julieta: O Mistério do Jardim) – pela dublagem
  • Will Ferrell (Holmes & Watson)
  • John Travolta (Gotti)
  • Donald Trump (Fahrenheit 11/9) (Death of a Nation)
  • Bruce Willis (Desejo de Matar)

PIOR ATRIZ

  • Jennifer Garner (A Justiceira)
  • Amber Heard (London Fields)
  • Melissa McCarthy (Crimes em Happytime) (Alma da Festa)
  • Helen Mirren (A Maldição da Casa Winchester)
  • Amanda Seyfried (The Clapper)

PIOR ATOR COADJUVANTE

  • Jamie Foxx (Robin Hood – A Origem)
  • Ludacris (Show Dogs)
  • Joel McHale (Crimes em Happytime)
  • John C. Reilly (Holmes & Watson)
  • Justice Smith (Jurassic World: Reino Ameaçado)

PIOR ATRIZ COADJUVANTE

  • Kellyanne Conway (Fahrenheit 11/9)
  • Marcia Gay Harden (Cinquenta Tons de Liberdade)
  • Kelly Preston (Gotti)
  • Jaz Sinclair (Slender Man: Pesadelo Sem Rosto)
  • Melania Trump (Fahrenheit 11/9)

PIOR REMAKE, RIP-OFF OU SEQUÊNCIA

  • Death of a Nation – Remake de ‘Hillary’s America’
  • Desejo de Matar (Death Wish)
  • Holmes & Watson
  • Megatubarão (The Meg) – Rip-off de ‘Tubarão’
  • Robin Hood – A Origem (Robin Hood)

PIOR COMBO

  • Crimes em Happytime – Qualquer dupla de atores ou fantoches (especialmente naquela arrepiante cena de sexo)
  • Death of a Nation, Fahrenheit 11/9 – Donald Trump e sua mesquinhez auto-perpetuante
  • Gnomeu & Julieta: O Mistério do Jardim – Johnny Depp e sua rápida decadência na carreira cinematográfica (Ele está fazendo dublagem para cartoons!)
  • Gotti – Kelly Preston e John Travolta obtendo críticas do calibre de A Reconquista (2000)
  • Holmes & Watson – Will Ferrell e John C. Reilly jogando no lixo dois amados personagens da Literatura

PIOR ROTEIRO

  • Tom Vaughan, Michael Spierig, Peter Spierig (A Maldição da Casa Winchester)
  • Niall Leonard (Cinquenta Tons de Liberdade)
  • Todd Berger, Dee Austin Robertson (Crimes em Happytime)
  • Dinesh D’Souza, Bruce Schooley (Death of a Nation)
  • Leo Rossi, Lem Dobbs (Gotti)

***

A singela cerimônia do 39º Framboesa de Ouro acontece sempre um dia antes do Oscar, no caso, dia 23 de fevereiro.

Anúncios

‘TRANSFORMERS’ LIDERA as INDICAÇÕES ao FRAMBOESA DE OURO. SOBRA até para ‘MÃE!’, de DARREN ARONOFSKY

razzie transformers_mummy_and_pirates_of_the_caribbean_still_-_split_-_photofest_-_h_2018.jpg

Da esquerda para a direita: Transformers: O Último Cavaleiro, A Múmia e Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar formam a nata do Framboesa de Ouro (montage by The Hollywood Reporter)

QUINTO FILME DE TRANSFORMERS SE JUNTA A OUTRAS PÉROLAS DO CINEMA AMERICANO

Aah… o que seria dos bons filmes se não fossem os ruins? Se tem uma coisa que admiro da indústria de cinema americana é que ela sabe rir de si mesma, seja fazendo sátiras de sucessos comerciais como os filmes da franquia Todo Mundo em Pânico, seja através do Framboesa de Ouro, que coroa os piores do ano de forma bastante irônica e necessária.

Nesta 38ª edição, o Framboesa temos o chorume do lixo americano como as refilmagens de A Múmia, a quinta parte de Transformers (que lidera com nove indicações!), a continuação Cinquenta Tons Mais Escuros, a refilmagem da série de TV Baywatch (que já era ruim) e a animação bem desnecessária Emoji: O Filme. Todas as inclusões indiscutíveis.

O único porém aqui, na minha humilde opinião, foi a inclusão do diretor Darren Aronofsky por Mãe!. Eu sei que tem muita gente que odeia o filme mega metafórico com significados bíblicos, e eu entendo as razões, mas temos que dar o braço a torcer porque pelo menos o diretor tentou e conseguiu fazer algo diferente. Quantas vezes você não cansou daqueles mesmos filmes com as mesmas fórmulas de sempre? É graças a inovadores como Aronofsky, que dão a cara para bater, que o cinema hoje ainda é uma Arte respeitada. Se não houvesse artistas buscando mudanças, o Cinema hoje não passaria de entretenimento sem conteúdo.

Mother!_.jpg

Jennifer Lawrence e Javier Bardem disputam o Framboesa de Ouro por Mãe! (pic by imdb.com)

Mas aí outro pode reclamar: “Mas Jennifer Lawrence e Javier Bardem estavam péssimos e mereciam indicações ao Framboesa”. Ok, suas performances não eram mesmo dignas de nota, mas temos que levar em conta que são personagens e situações bastante incomuns, quase como um teatro non-sense, e que mesmo se fossem Meryl Streep e Daniel Day-Lewis no lugar deles, não seriam interpretações bem aceitas pelo público.

Em relação a Jennifer Lawrence, vejo a indicação dela do mesmo modo que os organizadores devem ter pensado: “Vamos inclui-la para que ela se toque que está havendo um excesso de exposição”. Todo ano tem filme com J-Law, às vezes até mais, e isso desgasta a imagem do ator ou atriz, que nem sempre vai acertar nas suas escolhas de projetos e até mesmo nas atuações.

Falando ainda em excessos, dentre os indicados, já deu de filmes de Piratas do Caribe e de robôs gigantes de Transformers, né? Eles podem até continuar fazendo dinheiro nas bilheterias, mas a cada novo filme, as idéias ficam mais estapafúrdias. Daqui a pouco vão ter piratas transsexuais e robôs gigantes contra Godzilla.

Bom, se tem uma lista de filmes que não faço a mínima questão de assistir é a lista do Framboesa de Ouro! Como sempre digo para um amigo meu: “Se não me sobra nem tempo pra ver filmes bons, pra que vou gastá-lo com filmes que sei que são ruins?”. Claro que sei também que, como um bom cinéfilo, devo assistir de tudo sem preconceitos, portanto dos que assisti, posso concordar em absoluto com as indicações para A Múmia (já citei os motivos do filme ter naufragado no meu post de Retrospectiva 2017), mas honestamente, achei que a adaptação de Stephen King, A Torre Negra, também deveria bombar aqui. Assim como deveriam ter incluído na categoria de Pior Sequência O Chamado 3 e Alien: Covenant. Só não incluíram Ridley Scott na parada porque ele pode ter os genes suicidas do irmão…

Ah! E só mais uma coisa: Katherine Heigl é a pior atriz atualmente em Hollywood. Essa tentativa ridícula de ser Glenn Close em Atração Fatal é de doer.

katherine heigl razzie

Katherine Heigl em momento da atriz do método em Paixão Obsessiva (pic by imdb.com)

INDICADOS AO FRAMBOESA DE OURO:

PIOR FILME
Baywatch (Baywatch)
Emoji: O Filme (The Emoji Movie)
Cinquenta Tons Mais Escuros (Fifty Shades Darker)
A Múmia (The Mummy)
Transformers: O Último Cavaleiro (Transformers: The Last Knight)

PIOR ATRIZ
Katherine Heigl (Paixão Obsessiva)
Dakota Johnson (Cinquenta Tons Mais Escuros)
Jennifer Lawrence (Mãe!)
Tyler Perry (BOO! 2: A Medea Halloween)
Emma Watson (O Círculo)

PIOR ATOR
Tom Cruise (A Múmia)
Johnny Depp (Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar)
Jamie Dornan (Cinquenta Tons Mais Escuros)
Zac Efron (Baywatch)
Mark Wahlberg (Pai em Dose Dupla 2) & (Transformers: O Último Cavaleiro)

PIOR ATOR COADJUVANTE
Javier Bardem (Mãe!) & (Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar)
Russell Crowe (A Múmia)
Josh Duhamel (Transformers: O Último Cavaleiro)
Mel Gibson (Pai em Dose Dupla 2)
Anthony Hopkins (Collide) & (Transformers: O Último Cavaleiro)

PIOR ATRIZ COADJUVANTE
Kim Basinger (Cinquenta Tons Mais Escuros)
Sofia Boutella (A Múmia)
Laura Haddock (Transformers: O Último Cavaleiro)
Goldie Hawn (Viagem das Loucas)
Susan Sarandon (Perfeita é a Mãe 2)

PIOR COMBO
* Qualquer combinação de dois personagens, brinquedos sexuais ou posições sexuais  (Cinquenta Tons Mais Escuros)
* Qualquer combinação entre dois humanos, dois robôs ou duas explosões (Transformers: O Último Cavaleiro)
* Qualquer encontro de dois emojis (Emoji: O Filme)
* Johnny Depp e seu estilo bêbado de atuar  (Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar)
* Tyler Perry e qualquer vestido velho ou peruca ruim (BOO! 2: A Madea Halloween)

PIOR REFILMAGEM, CÓPIA OU SEQUÊNCIA
Baywatch
BOO 2: A Medea Halloween
Cinquenta Tons Mais Escuros
A Múmia
Transformers: O Último Cavaleiro

PIOR DIRETOR
Darren Aronofsky (Mãe!)
Michael Bay (Transformers: O Último Cavaleiro)
James Foley (Cinquenta Tons Mais Escuros)
Alex Kurtzman (A Múmia)
Anthony (Tony) Leonidis (Emoji: O Filme)

PIOR ROTEIRO
Baywatch
Emoji: O Filme
Cinquenta Tons Mais Escuros
A Múmia
Transformers: O Último Cavaleiro

***

Como costumeiro, os vencedores serão anunciados um dia antes da cerimônia do Oscar, mais precisamente no dia 03 de março.