‘Cinquenta Tons de Cinza’, ‘Pixels’, ‘O Destino de Júpiter’, ‘Segurança de Shopping 2’ e ‘Quarteto Fantástico’ dominam o Framboesa de Ouro 2016

razzie

Da esquerda pra direita: Segurança de Shopping 2, Mortdecai: A Arte da Trapaça, O Destino de Júpiter, Cinquenta Tons de Cinza, Pixels e Quarteto Fantástico (photo montage by premiere.fr)

FRAMBOESA DE OURO SE MOSTRA UMA NECESSIDADE PARA A INDÚSTRIA CINEMATOGRÁFICA

Pensa que cinema é só bons atores, ótimas tramas e conteúdo? Nada disso! Tem o lado negro da força também! O que seria dos bons filmes se não fossem os ruins?  Sim, 2015 trouxe uma boa safra de filmes, mas também foi responsável por bombas que representam a ganância de produtores hollywoodianos como comprova a 36ª edição do Framboesa de Ouro.

Dos cinco filmes indicados a Pior Filme, talvez o que mais se encaixa na irresponsabilidade dos produtores é a nova adaptação dos quadrinhos da Marvel: Quarteto Fantástico. Apesar de estar assinado com o nome do diretor Josh Trank, os bastidores do filme indicam que o estúdio Twentieth Century Fox, após ficar insatisfeito com o trabalho, ordenou a refilmagem de muitas cenas, alegando que a versão original era violenta demais. Com novas ordens do alto escalão, houve um corte tremendo na duração: de 2 horas e 20 minutos, o filme passou a ater 1 hora e 30 minutos!  São 50 minutos cortados que incluíam 3 sequências de ação que poderiam salvar a segunda metade do longa. Além disso, houve brigas e discussões no set de filmagem, incluindo supostos maus tratos do diretor com a atriz Kate Mara (a Mulher-Invisível) por ela ter sido uma escolha imposta pela Fox (Josh Trank queria Allison Williams). Resumindo: foi uma tragédia do início ao fim, que poderia ter sido evitada se tivesse um planejamento completo, porém, com o estúdio querendo aproveitar logo os direitos autorais dos personagens para lucrar, acabou fazendo tudo às pressas e deu no que deu: a pior bilheteria de um filme da Marvel Studios, que tem tanta vergonha do resultado final, que acabou nem incluindo em seu site oficial.

Cena de Quarteto Fantástico com Kate Mara e Milles Teller

Cena de Quarteto Fantástico com Kate Mara e Miles Teller (photo by outnow.ch)

E aproveitando o post dos piores, gostaria de dizer aos que defenderam a adaptação do livro Cinquenta Tons de Cinza: “Gosto literário não se discute, mas vocês não entendem muito de cinema.” Quando até a trilha é melhor do que o filme todo, a coisa tá feia! Por mais que o livro não ajude muito, fizeram péssimas escolhas pra direção (a própria autora do livro teria decidido), e no casting dos atores principais, que nitidamente não têm talento e química alguma na tela. A atuação de Dakota Johnson se limita a morder os lábios em toda cena. E podem anotar: Deve ganhar o MTV Movie Awards de Melhor Filme ainda pelo voto popular.

Dakota Johnson e os lábios em Cinquenta Tons de Cinza (photo by cinemagia.ro)

Dakota Johnson e os lábios em Cinquenta Tons de Cinza (photo by cinemagia.ro)

Em relação aos outros piores do ano, honestamente, não tive tempo pra assistir. Ou melhor, preferi não dar prioridade e foram ficando pra trás. Mas imagino que não perdi muita coisa… Bons tempos em que Adam Sandler ainda trabalhava com bons diretores como Paul Thomas Anderson em Embriagados de Amor

INDICADOS E VENCEDORES DO OSCAR TAMBÉM FALHAM

Assim como em qualquer profissão, o ator está apto a cometer erros, desde a escolha de agentes e projetos ao tom do personagem. E não é porque o ator ou atriz já foi indicado ou ganhou a estatueta dourada que está livre de cometer falhas. Prova disso são as vitórias de Sandra Bullock e Halle Berry, ambas ganhadoras do Oscar de Melhor Atriz, vencerem como Pior Atriz no Framboesa de Ouro.

Claro que as escolhas não as redimem, mas o fato de elas terem comparecido à festa e subido ao palco para receber o prêmio em mãos demonstra enorme profissionalismo e humildade. Se fosse aqui no Brasil, nenhum ator ou atriz Global compareceria ao evento e ainda mandaria seu advogado processar o prêmio por danos morais. Abaixo, segue bem-humorado e belo discurso de Halle Berry. Tem uma parte em que ela cita a mãe como inspiração: “Se você não pode ser um bom perdedor, não tem como ser um bom vencedor” – uma das verdades da vida pra tudo.


Halle Berry faz discurso engraçado e honesto ao receber sua Framboesa de Ouro por Mulher-Gato em 2004

Entre os indicados deste ano que já passaram pelo tapete vermelho da Academia são, curiosamente, dois atores que provavelmente estarão no Oscar este ano (mas por filmes diferentes, claro): Eddie Redmayne e Rooney Mara. Acho que o maior pecado de Redmayne na ficção científica O Destino de Júpiter é levar o papel à sério demais (essa postura dele me lembrou a Kate Beckinsale que achava que estava fazendo uma peça de Shakespeare no horrível blockbuster Van Helsing: O Caçador de Monstros). Com seus gritos esquizofrênicos, ele parece estar num filme totalmente à parte. E quanto à Mara, claramente distante e perdida, não mostra nenhum recurso pra enriquecer sua personagem Tiger Lily na adaptação fria de Joe Wright de Peter Pan.

Eddie Redmayne em cena de O Destino de Júpiter (photo by cinemagia.ro)

Eddie Redmayne em cena de O Destino de Júpiter (photo by cinemagia.ro)

Além deles, temos Julianne Moore por O Sétimo Filho e Johnny Depp por Mordecai: A Arte da Trapaça, que parecem ser casos de más escolhas de projetos. E claro que o pessoal do Framboesa de Ouro adora pegar carona em celebridades que estão em alta para tornar a cerimônia mais relevante, senão só premiaram atores menos conhecidos ano após ano. Mas engana-se aquele que pensa que o Framboesa impede o ator ou atriz de ganhar o Oscar. Claro que também não ajuda nem um pouco, mas em 2010, Sandra Bullock levou ambos os prêmios: o Oscar por Um Sonho Possível e o Framboesa por Maluca Paixão. Felizmente, ela soube levar tudo com jogo de cintura.

REDENÇÃO

Em seu segundo ano de existência, o prêmio Redentor busca consolar o profissional que já frequentou (ou até mesmo ganhou) o Framboesa no passado, mas agora está num momento melhor. Dos cinco concorrentes, o destaque fica por conta de Sylvester Stallone, que depois de anos fazendo essas dragas de Os Mercenários e outras produções igualmente ralas, finalmente embarcou num projeto com um diretor bom (Ryan Coogler). Por sua performance em Creed: Nascido Para Lutar, que seria o “Rocky VII”, o ator conquistou o Globo de Ouro de Ator Coadjuvante e tem tudo para conquistar sua terceira indicação ao Oscar. Em 1977, ele foi indicado como Ator e Roteiro Original por Rocky – Um Lutador.

Seguem os indicados ao 36º Framboesa de Ouro:

PIOR ATOR
– Johnny Depp (Mortdecai: A Arte da Trapaça)
– Jamie Dornan (Cinquenta Tons de Cinza)
– Kevin James (Segurança de Shopping 2)
– Adam Sandler (Pixels) (Trocando os Pés)
– Channing Tatum (O Destino de Júpiter)

PIOR ATOR COADJUVANTE
– Chevy Chase (A Ressaca 2) (Férias Frustradas)
– Josh Gad (Pixels) (Padrinhos LTDA)
– Kevin James (Pixels)
– Jason Lee (Alvin e os Esquilos: Na Estrada)
– Eddie Redmayne (O Destino de Júpiter)

PIOR ATRIZ
– Katherine Heigl (Home Sweet Hell)
– Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza)
– Mila Kunis (O Destino de Júpiter)
– Jennifer Lopez (O Garoto da Casa ao Lado)
– Gwyneth Paltrow (Mortdecai: A Arte da Trapaça)

PIOR ATRIZ COADJUVANTE
– Kaley Cuoco-Sweeting (Alvin e os Esquilos: Na Estrada) (Padrinhos LTDA)
– Rooney Mara (Peter Pan)
– Michelle Monaghan (Pixels)
– Julianne Moore (O Sétimo Filho)
– Amanda Seyfried (Peter Pan) (O Natal dos Coopers)

PIOR DIRETOR
– Andy Fickman (Segurança de Shopping 2)
– Tom Six (Centopéia Humana 3)
– Sam Taylor-Johnson (Cinquenta Tons de Cinza)
– Josh Trank (Quarteto Fantástico)
– Andy e Lana Wachowski (O Destino de Júpiter)

PIOR FILME
– Quarteto Fantástico (Fantastic Four)
– Cinquenta Tons de Cinza (Fifty Shades of Grey)
– O Destino de Júpiter (Jupiter Ascending)
– Segurança de Shopping 2 (Paul Blart: Mall Cop 2)
– Pixels (Pixels)

PIOR SEQUÊNCIA, REFILMAGEM OU SPIN-OFF
– Alvin e os Esquilos: Na Estrada
– Quarteto Fantástico (Fantastic Four)
– A Ressaca 2 (Hot Tube Machine 2)
– Centopéia Humana 3 (Human Centipede 3)
– Segurança de Shopping 2 (Paul Blart: Mall Cop 2)

PIOR COMBO
– Os quatro fantásticos (Quarteto Fantástico)
– Johnny Depp e seus bigodes colados (Mortdecai: A Arte da Trapaça)
– Jamie Dornan e Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza)
– Kevin James e seu segue ou seu bigode colado (Segurança de Shopping 2)
– Adam Sandler e qualquer par de sapatos (Trocando os Pés)

PIOR ROTEIRO
– Simon Kinberg, Jeremy Slater e Josh Trank (Quarteto Fantástico)
– Kelly Marcel (Cinquenta Tons de Cinza)
– Andy e Lana Wachowski (O Destino de Júpiter)
– Kevin James e Nick Bakay (Segurança de Shopping 2)
– Tim Herlihy e Timothy Dowling (Pixels)

REDENTOR DO FRAMBOESA
– Elizabeth Banks (pela direção de A Escolha Perfeita 2) * sinceramente não sei onde isso representa algum progresso…
– M. Night Shyamalan (pela direção de A Visita)
– Will Smith (pela atuação em Um Homem Entre Gigantes)
– Sylvester Stallone (pela atuação em Creed: Nascido Para Lutar)

A cerimônia de entrega do 36º Framboesa de Ouro acontece no dia 27 de Fevereiro.

Anúncios

‘Birdman’, ‘Boyhood’ e ‘O Jogo da Imitação’ lideram as indicações ao Globo de Ouro 2015

 

Globo de Ouro 2015 (picture by Michael Tran/ Filmmagic)

Globo de Ouro 2015 (picture by Michael Tran/ Filmmagic)

BIRDMAN É O RECORDISTA EM PREMIAÇÃO QUE DÁ SOBREVIDA AO ASCENDENTE SELMA

Com o anúncio dos indicados ao 72º Globo de Ouro, apresentado na manhã desta quinta, dia 11, pelas belas atrizes Olivia Wilde e Zoe Saldana, além do ator Aziz Ansari (veja vídeo abaixo), já é possível ter uma prévia mais aproximada do Oscar, que divulgará seus indicados apenas em 15 de janeiro. A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA), que organiza o Globo de Ouro, não fugiu muito das listas dos prêmios anteriores como Hollywood Film Awards, Independent Spirit, NYFCC, NBR e LAFCA, salvo algumas exceções como a inclusão dos atores Amy Adams e Christoph Waltz por Grandes Olhos, que vinham sendo preteridos, e o musical da Disney, Caminhos da Floresta, que só estava ganhando certo destaque por causa de Meryl Streep como coadjuvante.


Olivia Wilde ajuda os EUA a acordar cedo nesta manhã 

Birdman foi o grande recordista de indicações com sete. Além de Filme, Diretor, Ator (Michael

A primeira diretora negra indicada para Melhor Diretor no Globo de Ouro (photo by vebidoo.de)

A primeira diretora negra indicada para Melhor Diretor no Globo de Ouro (photo by vebidoo.de)

Keaton), Ator Coadjuvante (Edward Norton) e Atriz Coadjuvante (Emma Stone), a comédia de humor negro conquistou indicações para Roteiro e Trilha Musical, devendo repetir o feito no Oscar 2015, além de provavelmente adicionar mais uma indicação para Fotografia, categoria inexistente no Globo de Ouro. Logo em seguida, Boyhood: Da Infância à Juventude e O Jogo da Imitação acumularam cinco indicações cada, e seguem firme como grandes candidatos a Melhor Filme. O Grande Hotel Budapeste, A Teoria de Tudo, Garota Exemplar e principalmente Selma, todos com 4 indicações cada, ganharam enorme sobrevida com as indicações ao Globo de Ouro. Inclusive, a diretora de Selma, Ava DuVernay, tornou-se a primeira mulher negra a concorrer na categoria e com chances de repetir o feito inédito no Oscar.

No geral, as indicações foram bem distribuídas, mesmo havendo filmes com apenas uma indicação, pelo menos foram reconhecidos e aumentaram a diversidade. Como escrevi no post anterior, apesar do prêmio buscar uma vertente mais eclética, houve tantas boas produções, que seria impossível incluir todos e agradar gregos e troianos. Este ano, não sobraram cadeiras para o novo filme de Clint Eastwood, Sniper Americano, e nem para o segundo longa dirigido por Angelina Jolie, Invencível. Ainda sobre diretores, Bennett Miller (Foxcatcher), Morten Tyldum (O Jogo da Imitação), Christopher Nolan (Interestelar), James Marsh (A Teoria de Tudo) e Jean-Marc Vallée (Livre) ficaram de fora da competição da categoria.

Aliás, a ficção científica Interestelar foi uma das produções que mais decaíram nos últimos dois meses em termos de chances no Oscar. Muitos especialistas davam como certas as indicações a Melhor Filme e Diretor. Hoje, o filme conquistou apenas uma indicação de Trilha Musical no Globo de Ouro (para Hans Zimmer), e pode se limitar apenas às categorias mais técnicas no prêmio da Academia como Efeitos Visuais, Efeitos Sonoros e Direção de Arte. Mas para os excluídos do Globo de Ouro, ainda há esperança. Nos últimos dez anos, apenas 4 filmes vencedores de Melhor Filme coincidiram entre as duas premiações.

Já no campo das interpretações, depois de conquistar surpreendentemente uma das cinco vagas de Melhor Atriz no SAG Awards, Jennifer Aniston foi reconhecida novamente um dia depois pelo filme independente Cake. A indicação ao Globo de Ouro já não é tão surpresa assim pelo fato de Aniston ser uma figura muito querida pela imprensa estrangeira desde os anos de Friends. O grande diferencial do Globo de Ouro em relação às demais premiações é a divisão das categorias de atuação em Drama e Comédia ou Musical, dobrando a quantidade de performances reconhecidas. Beneficiados por esse sistema estão os já citados Amy Adams e Christoph Waltz, que ganharam uma luz na temporada, assim como Emily Blunt (Caminhos da Floresta), Helen Mirren (A 100 Passos de um Sonho) e Quvenzhané Wallis (Annie) que dificilmente seriam lembrados se não fosse o Globo de Ouro.

Quvenzhané Wallis cresceu, mas aparentemente o talento permaneceu. Ela conquista sua primeira indicação ao Globo de Ouro pelo musical Annie (photo by outnow.ch)

Quvenzhané Wallis cresceu, mas aparentemente o talento permaneceu. Ela conquista sua primeira indicação ao Globo de Ouro pelo musical Annie (photo by outnow.ch)

Mas engana-se quem pensa que as categorias de comédia ou musical não passam de um artifício para convidar mais celebridades para o evento. Neste ano, temos um páreo duríssimo na categoria de Ator – Comédia ou Musical: Ralph Fiennes, Michael Keaton, Bill Murray, Joaquin Phoenix e Christoph Waltz! Provavelmente apenas Keaton conseguirá migrar para a lista do Oscar, mas não deixa de ser uma competição interessante. Já do lado feminino, temos também grandes talentos como as veteranas Helen Mirren e Julianne Moore.

Já que Jennifer Aniston deixou de ser uma surpresa por ter sido indicada um dia antes pelo SAG, o elemento surpresa ficou a cargo da indicação para Melhor Filme – Comédia ou Musical para o britânico Pride, de Matthew Warchus. Baseado em fatos verídicos, esta comédia aborda a ajuda que ativistas gays deram para a greve dos mineiros em 1984 no Reino Unido. Trata-se da única indicação do filme no Globo de Ouro, porém vitoriosa, pois bateu fortes concorrentes como Vício Inerente, Grandes Olhos e até de Annie, já que a HFPA adora musicais.

Cena do britânico Pride, que conquistou sua única indicação a Melhor Filme  - Comédia ou Musical no Globo de Ouro (photo by outnow.ch)

Cena do britânico Pride, que conquistou sua única indicação a Melhor Filme – Comédia ou Musical no Globo de Ouro (photo by outnow.ch)

Particularmente, senti falta da animação japonesa O Conto da Princesa Kaguya na categoria de Melhor Animação, assim como a produção argentina Relatos Selvagens na categoria de Filme Estrangeiro. Como o regulamento do Globo de Ouro é menos rígido do que o da Academia, achava que veria títulos mais fora do circuito de premiações.

Ainda restam os prêmios da Academia Britânica (BAFTA) e os sindicatos de vários departamentos como o dos diretores (DGA) que podem mudar o percurso até o Oscar, mas a base já está lançada com o Globo de Ouro.

Confira todos os indicados ao 72º Globo de Ouro:

CINEMA

MELHOR FILME – DRAMA
Boyhood: Da Infância à Juventude (Boyhood)
Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo (Foxcatcher)
O Jogo da Imitação (The Imitation Game)
Selma
A Teoria de Tudo (The Theory of Everything)

MELHOR FILME – COMÉDIA OU MUSICAL
Birdman
O Grande Hotel Budapeste (The Grand Budapest Hotel)
Caminhos da Floresta (Into the Woods)
Pride
Um Santo Vizinho (St. Vincent)

MELHOR ATOR – DRAMA
Steve Carell (Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo)
Benedict Cumberbatch (O Jogo da Imitação)
Jake Gyllenhaal (O Abutre)
David Oyelowo (Selma)
Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo)

MELHOR ATRIZ – DRAMA
Jennifer Aniston (Cake)
Felicity Jones (A Teoria de Tudo)
Julianne Moore (Para Sempre Alice)
Rosamund Pike (Garota Exemplar)
Reese Witherspoon (Livre)

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA OU MUSICAL
Amy Adams (Grandes Olhos)
Emily Blunt (Caminhos da Floresta)
Helen Mirren (A 100 Passos de um Sonho)
Julianne Moore (Mapa Para as Estrelas)
Quvenzhané Wallis (Annie)

MELHOR ATOR – COMÉDIA OU MUSICAL
Ralph Fiennes (O Grande Hotel Budapeste)
Michael Keaton (Birdman)
Bill Murray (Um Santo Vizinho)
Joaquin Phoenix (Vício Inerente)
Christoph Waltz (Grandes Olhos)

MELHOR DIRETOR
Wes Anderson (O Grande Hotel Budapeste)
David Fincher (Garota Exemlar)
Ava DuVernay (Selma)
Alejandro González Inárritu (Birdman)
Richard Linklater (Boyhood: Da Infância à Juventude)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Patricia Arquette (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Jessica Chastain (A Most Violent Year)
Keira Knightley (O Jogo da Imitação)
Emma Stone (Birdman)
Meryl Streep (Caminhos da Floresta)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Robert Duvall (O Juiz)
Ethan Hawke (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Edward Norton (Birdman)
Mark Ruffalo (Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo)
J.K. Simmons (Whiplash: Em Busca da Perfeição)

MELHOR ROTEIRO
Alejandro González Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris, Armando Bo (Birdman)
Richard Linklater (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Gillian Flynn (Garota Exemplar)
Wes Anderson (O Grande Hotel Budapeste)
Graham Moore (O Jogo da Imitação)

MELHOR ANIMAÇÃO
Operação Big Hero 6 (Big Hero 6)
Festa no Céu (The Book of Life)
Os Boxtrolls (Boxtrolls)
Como Treinar Seu Dragão 2 (How to Train Your Dragon 2)
Uma Aventura Lego (The Lego Movie)

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
Força Maior (Turist), de Ruben Östlund (Suécia)
Gett: The Trial of Viviane Amsalem Gett, de Ronit Elkabetz e Shlomi Elkabetz (Israel)
Ida, de Pawel Pawlikowski (Polônia/Dinamarca)
Leviatã (Leviafan), de Andrey Zvyagintsev (Rússia)
Tangerines (Mandariinid), de Zaza Urushadze (Estônia)

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Big Eyes” por Lana Del Ray (Grandes Olhos)
“Glory” por John Legend, Common (Selma)
“Mercy Is” por Patti Smith, Lenny Kaye (Noé)
“Opportunity” por Greg Kurstin, Sia Furler, Will Gluck (Annie)
“Yellow Flicker Beat” por Lorde (Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1)

MELHOR TRILHA MUSICAL ORIGINAL
Alexandre Desplat (O Jogo da Imitação)
Johann Johannsson (A Teoria de Tudo)
Trent Reznor, Atticus Ross (Garota Exemplar)
Antonio Sanchez (Birdman)
Hans Zimmer (Interestelar)

TELEVISÃO

MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA
The Affair
Downton Abbey
Game of Thrones
The Good Wife
House of Cards

MELHOR ATOR EM SÉRIE DRAMÁTICA
Clive Owen (The Knick)
Liev Schreiber (Ray Donovan)
Kevin Spacey (House of Cards)
James Spader (The Blacklist)
Dominic West (The Affair)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA
Claire Danes (Homeland)
Viola Davis (How to Get Away with Murder)
Julianna Margulies (The Good Wife)
Ruth Wilson (The Affair)
Robin Wright (House of Cards)

MELHOR MINISSÉRIE OU TELEFILME
Fargo
The Missing
True Detective
The Normal Heart
Olive Kitteridge

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA
Girls
Jane the Virgin
Orange Is the New Black
Silicon Valley
Transparent

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE, MINISSÉRIE OU TELEFILME
Uzo Aduba (Orange Is the New Black)
Kathy Bates (American Horror Story: Freak Show)
Joanne Froggatt (Downton Abbey)
Allison Janney (Mom)
Michelle Monaghan (True Detective)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE, MINISSÉRIE OU TELEFILME
Matt Bomer (The Normal Heart)
Alan Cumming (The Good Wife)
Colin Hanks (Fargo)
Bill Murray (Olive Kitteridge)
Jon Voight (Ray Donovan)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA
Lena Dunham (Girls)
Edie Falco (Nurse Jackie)
Gina Rodriguez (Jane the Virgin)
Julia Louis Dreyfus (Veep)
Taylor Schilling (Orange Is the New Black)

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA
Don Cheadle (House of Lies)
Ricky Gervais (Derek)
Jeffrey Tambor (Transparent)
Louis C.K. (Louie)
William H. Macy (Shameless)

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Maggie Gyllenhaal (The Honorable Woman)
Jessica Lange (American Horror Story: Freak Show)
Frances McDormand (Olive Kitteridge)
Frances O’Connor (The Missing)
Alison Tolman (Fargo)

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Martin Freeman (Fargo)
Woody Harrelson (True Detective)
Matthew McConaughey (True Detective)
Mark Ruffalo (The Normal Heart)
Billy Bob Thornton (Fargo)

A cerimônia do Globo de Ouro 2015 acontece no dia 11 de janeiro e deverá ser transmitida pelo canal pago TNT. Quatro dias depois, serão anunciadas as indicações ao Oscar.