Sete finalistas para Maquiagem e Cabelo no Oscar 2016

MR-HOLMES-Side-x-Side2

Ian McKellen aos 62 e aos 93 anos com a maquiagem de Dave Elsey em Sr. Holmes (photo by btlnews.com)

DOS 7, TEREMOS 3 INDICADOS. ‘MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA’ É A ÚNICA CERTEZA

Com a chegada do fim de ano, muitas categorias passam a peneirar seus candidatos e Maquiagem e Cabelo é uma delas. Curiosamente, entre os finalistas, sempre tem um tipo de maquiagem com criaturas mutantes (lobisomens, vampiros, orcs etc.), mas este ano, os sete trabalhos focaram apenas a figura humana mesmo.

Os sete finalistas são:

 

Aliança do Crime (Black Mass)
Um Homem Entre Gigantes (Concussion)
Legend
Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)
Sr. Holmes (Mr. Holmes)
The 100-Year-Old Man Who Climbed Out the Window and Disappeared
O Regresso (The Revenant)

No dia 09 de janeiro, o Comitê de Artistas de Maquiagem se reunirá para exibir trechos de 10 minutos dos sete finalistas, solicitando aos membros para que votem nos três melhores trabalhos.

Desses sete, vi apenas Aliança do Crime e Mad Max: Estrada da Fúria. O primeiro tem como único ponto alto a caracterização de Johnny Depp na figura real do criminoso Whitey Bulger, o que inclui envelhecimento, calvície e lentes de olhos azuis. Estou acostumado a ver Depp maquiado, mas essa maquiagem me incomodou um pouco… talvez porque chame muita atenção pra si ou porque soe meio fake. Enfim, não considero um bom trabalho para concorrer ao prêmio.

Johnny-Depp-and-Whitey-Bulger1

À esquerda, Johnny Depp caracterizado como Whitey Bulger (à direita) pelo filme Aliança do Crime. Photo by maguzz.com

Já o segundo tem duas coisas que a categoria costuma premiar: transformação dos atores e quantidade de personagens maquiados. No universo concebido pela mente de George Miller, a maquiagem é uma pintura de guerra constante, que molda os personagens, mesmo que secundários. Visualmente falando, só o design do vilão Immortan Joe (veja featurette abaixo) já valeria o Oscar.

Entre os demais concorrentes, as maquiagens mais consistentes parecem estar em Sr. Holmes e no filme sueco The 100-Year-Old Man Who Climbed Out the Window and Disappeared pelo processo de envelhecimento de seus protagonistas, mas talvez a Academia dê a terceira vaga para O Regresso com seus personagens barbudos e ensanguentados na neve para acumular indicações.

The Year Old Man

O ator Robert Gustafsson como Allan Karlsson, o homem de 100 anos que escapa com uma mala cheia de dinheiro em The 100-Year-Old Man Who Climbed Out the Window and Disappeared (photo by outnow.ch)

Vale lembrar que a maquiagem de Sr. Holmes foi feita por Dave Elsey, que ganhou Oscar em 2011 por O Lobisomem com seu mestre Rick Baker, o que pode lhe dar alguma vantagem em relação aos outros candidatos.

No geral, os trabalhos estão um pouco aquém da história da categoria, como em 2014, quando a fraca maquiagem de Clube de Compras Dallas ganhou o Oscar.

As indicações ao Oscar 2016 serão anunciadas no dia 14 de janeiro.

Anúncios

‘Birdman’ leva o ASC, enquanto ‘O Grande Hotel Budapeste’ e ‘O Jogo da Imitação’ faturam o WGA

 

Emmanuel Lubezki ganha seu 4º ASC Award por Birdman (photo by nacion.com)
Emmanuel Lubezki ganha seu 4º ASC Award por Birdman (photo by nacion.com)

 

EM SEMANA DECISIVA, ‘BIRDMAN’, ‘O JOGO DA IMITAÇÃO’ E ‘O GRANDE HOTEL BUDAPESTE’ LEVAM PRÊMIOS DOS SINDICATOS

Na semana do Oscar, falta divulgar os últimos prêmios dos sindicatos. Pelo ASC (American Society of Cinematographers), sindicato dos diretores de fotografia, o mexicano Emmanuel Lubezki conquistou seu segundo prêmio consecutivo por Birdman, após Gravidade em 2014, totalizando quatro prêmios do sindicato, pois também levou por A Árvore da Vida e Filhos da Esperança.

Seu trabalho em Birdman muito lembra seus longos planos-sequência de Filhos da Esperança, como aquele espetacular no final do filme. A fotografia de Birdman pode não apresentar a plasticidade impressionista de um A Árvore da Vida ou O Novo Mundo, mas chama a atenção por todo um esquema de filmagem para que fique a impressão de que se trate de um longo e único plano-sequência, tática que remete muito ao longa Arca Russa (2002), de Aleksandr Sokurov, cujos mais de 90 minutos realmente foram filmados em um único take (tomada). Assim como em Gravidade, Emmanuel Lubezki buscou inovações técnicas para atender ao pedido do diretor Alejandro González Iñárritu, e isso pode lhe render seu segundo Oscar, também consecutivo.

À direita, Emmanuel Lubezki faz os acertos para a cena de Birdman ao lado do diretor Alejandro González Iñárritu (photo by animationnews.com)

À direita, Emmanuel Lubezki faz os acertos para a cena de Birdman ao lado do diretor Alejandro González Iñárritu (photo by animationnews.com)

Com esse prêmio, Birdman conquistou praticamente todos os prêmios mais importantes de sindicatos: DGA, PGA, SAG. Além disso, a fotografia foi consagrada também com o BAFTA. Vale lembrar que Lubezki derrotou os mesmos concorrentes ao Oscar: Roger Deakins (Invencível), Óscar Faura (O Jogo da Imitação), Dick Pope (Sr. Turner) e Robert D. Yeoman (O Grande Hotel Budapeste).

Wes Anderson posa com seu WGA Award por O Grande Hotel Budapeste (photo by http://mypullzone.orangepopmediall.netdna-cdn.com)

Wes Anderson posa com seu WGA Award por O Grande Hotel Budapeste (photo by http://mypullzone.orangepopmediall.netdna-cdn.com)

Já pelo sindicato de roteiristas, WGA (Writers Guild of America), O Grande Hotel Budapeste levou Melhor Roteiro Original, enquanto O Jogo da Imitação levou Roteiro Adaptado. Embora essa vitória eleve o potencial da campanha de ambos os filmes, não se trata de nenhuma garantia no Oscar, já que o WGA é o mais rigoroso dos sindicatos, que acaba desqualificando vários indicados e até vencedores do Oscar como Quentin Tarantino por Django Livre em 2013.

Apesar da Academia gostar de Wes Anderson (foi indicado três vezes), devemos ressaltar que seu roteiro não competiu com um dos favoritos Birdman, que foi considerado inelegível pelo WGA, assim como O Jogo da Imitação não competiu com A Teoria de Tudo, que ganhou o BAFTA, e também com Whiplash: Em Busca da Perfeição, pois a Academia alterou sua categoria de original para adaptado, uma vez que houve um curta-metragem do mesmo diretor em 2013.

Havia um certo rumor de que a campanha do roteiro de O Jogo da Imitação sofreria com uma polêmica envolvendo a castração química do protagonista Alan Turing e alguns erros históricos em relação à invenção da máquina (que teria sido originalmente criado por poloneses e então aperfeiçoada por Turing), mas acredito que este pode ser o Oscar consolador do filme, já que corre sério risco de sair da cerimônia de mãos vazias.

O roteirista Graham Moore que adaptou a saga de Alan Turing para os cinemas em O Jogo da Imitação (photo by nydailynews.com)

O roteirista Graham Moore que adaptou a saga de Alan Turing para os cinemas em O Jogo da Imitação (photo by nydailynews.com)

Seguem os vencedores do WGA 2015:

CINEMA

ROTEIRO ORIGINAL: Wes Anderson, Hugo Guinness (O Grande Hotel Budapeste)

ROTEIRO ADAPTADO: Graham Moore (O Jogo da Imitação)

DOCUMENTÁRIO: Brian Knappenberger (O Menino da Internet: A História de Aaron Swartz)

TELEVISÃO

SÉRIE DE TV – DRAMA: Nic Pizzolatto (True Detective)

SÉRIE DE TV – COMÉDIA: Pamela Adlon, Louis C.K. (Louie)

SÉRIE DE TV NOVA: Nic Pizzolatto (True Detective)

SÉRIE ORIGINAL: Melissa Carter (Deliverance Creek)

SÉRIE ADAPTADA: Jane Anderson; Baseado no romance de Elizabeth Strout (Olive Kitteridge)

SHORT FORM NEW MEDIA – ORIGINAL: “Episode 113: Rachel” (High Maintenance), escrito por Katja Blichfeld & Ben Sinclair; helpingyoumaintain.com

ANIMAÇÃO: Brian Kelley (The Simpsons) – Episódio: “Brick Like Me”

EPISODIC DRAMA: Robert King, Michelle King (The Good Wife) – Episódio: “The Last Call”

EPISODIC COMEDY: Louis C.K. (Louie) – Episódio: “So Did the Fat Lady”

COMEDY / VARIETY (INCLUDING TALK) – SERIES: Kevin Avery, Tim Carvell, Dan Gurewitch, Geoff Haggerty, Jeff Maurer, John Oliver, Scott Sherman, Will Tracy, Jill Twiss, Juli Weiner (Last Week Tonight with John Oliver)

COMEDY / VARIETY – MUSIC, AWARDS, TRIBUTES – SPECIALS: 71st Annual Golden Globe Awards, escrito por Barry Adelman; Special Material by Alex Baze, Dave Boone, Robert Carlock, Tina Fey, Jon Macks, Sam Means, Seth Meyers, Amy Poehler, Mike Shoemaker; NBC

QUIZ AND AUDIENCE PARTICIPATION: Hollywood Game Night, escrito por Grant Taylor, Alex Chauvin, Ann Slichter; NBC

DAYTIME DRAMA: General Hospital, escrito por Ron Carlivati, Anna Theresa Cascio, Suzanne Flynn, Kate Hall, Elizabeth Korte, Daniel James O’Connor, Elizabeth Page, Katherine Schock, Scott Sickles, Chris Van Etten; ABC

CHILDREN’S SCRIPT – EPISODIC AND SPECIALS: “Haunted Heartthrob” (Haunted Hathaways), Written by Bob Smiley; Nickelodeon

DOCUMENTARY SCRIPT – CURRENT EVENTS: “United States of Secrets: The Program (Part One)” (Frontline); PBS; escrito por Michael Kirk & Mike Wiser; PBS

DOCUMENTARY SCRIPT – OTHER THAN CURRENT EVENTS: “League of Denial: The NFL’s Concussion Crisis” (Frontline), escrito por Michael Kirk & Mike Wiser; PBS

TV NEWS SCRIPT – REGULARLY SCHEDULED, BULLETIN, OR BREAKING REPORT: “Nelson Mandela: A Man Who Changed the World” (World News with Diane Sawyer), escrito por Diane Sawyer, Lisa Ferri, Dave Bloch; ABC News

TV NEWS SCRIPT – ANALYSIS, FEATURE, OR COMMENTARY: “Nowhere to Go” (60 Minutes), escrito por Scott Pelley, Oriana Zill de Granados, Michael Rey; CBS

Tilda Swinton se transformando em Madame D em O Grande Hotel Budapeste (photo by hollywoodreporter.com)

Tilda Swinton se transformando em Madame D em O Grande Hotel Budapeste (photo by hollywoodreporter.com)

E o sindicato dos maquiadores também divulgou seus vencedores no último dia 14. Sem nenhum concorrente de peso no campo da maquiagem, sobrou para o veterano Rick Baker, que recebeu o prêmio honorário, fazer um discurso emocionante: “Não posso dizer o quanto isso significa pra mim. Estou fazendo maquiagem há 54 anos. Comecei aos 10 anos. Determinei que se eu trabalhasse bastante, poderia ser tão bom quanto meus ídolos: Lon Chaney, Jack Pierce, Dick Smith. Por toda minha vida quis ser um maquiador. Dediquei minha vida a isso, e acho que isso significa que não desperdicei meu tempo fazendo isso.”

Rick Baker é o grande recordista de Oscars de Melhor Maquiagem, com 12 indicações e 7 vitórias por Um Lobisomem Americano em Londres, Um Hóspede do Barulho, Ed Wood, O Professor Aloprado, Homens de Preto, O Grinch e O Lobisomem. Infelizmente, ele não está concorrendo este ano.

Homenageado pela Hollywood Makeup Artists, Rick Baker posa ao lado do diretor John Landis (photo by makeupmag.com)

Homenageado pela Hollywood Makeup Artists, Rick Baker posa ao lado do diretor John Landis (photo by makeupmag.com)

Também homenageados na noite estavam a hairstylist Kathryn Blondell, e o diretor Guillermo Del Toro, que recebeu o Distinguished Artisan Award por sua contribuição à maquiagem através de seus filmes como Hellboy e O Labirinto do Fauno.

Quanto à competição em si, os grandes vencedores foram O Grande Hotel Budapeste, Guardiões da Galáxia e Birdman. Os dois primeiros concorrem ao Oscar com Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo, pelo nariz prostético de Steve Carell. O Oscar deve ficar entre Guardiões e O Grande Hotel. Enquanto o primeiro exibe maquiagem de seres extraterrestres como Drax e as tinta verde de Gamorra e azul de Nebula, o segundo basicamente capricha no visual envelhecido de Tilda Swinton como Madame D e nos incontáveis bigodes dos personagens da trama.

Segue lista completa dos vencedores:

CINEMA

MAQUIAGEM CONTEMPORÂNEA: Elizabeth Yianni-Georgiou (Guardiões da Galáxia)

CABELO CONTEMPORÂNEO: Jerry Popolis, Kat Drazen (Birdman)

MAQUIAGEM DE ÉPOCA E/OU DE PERSONAGEM: Frances Hannon, Julie Dartnell (O Grande Hotel Budapeste)

CABELO DE ÉPOCA E/OU DE PERSONAGEM: Frances Hannon, Julie Dartnell (O Grande Hotel Budapeste)

MAQUIAGEM DE EFEITOS ESPECIAIS: David White (Guardiões da Galáxia)

SÉRIES DE TELEVISÃO

MAQUIAGEM CONTEMPORÂNEA: Tracey Anderson, Michelle Garbin, Sabine Roller-Taylor (Sons of Anarchy)

CABELO CONTEMPORÂNEO: Mary Guerrero, Kimi Messina, Jennifer Guerrero-Mazursky (Dancing with the Stars)

MAQUIAGEM DE ÉPOCA E/OU DE PERSONAGEM: Magi Vaughan, Erika Ökvist (Downton Abbey)

CABELO DE ÉPOCA E/OU DE PERSONAGEM: Magi Vaughan, Adam James Phillips (Downton Abbey)

MAQUIAGEM DE EFEITOS ESPECIAIS: Greg Nicotero, Jake Garber (The Walking Dead)

MINISSÉRIES OU FILMES PARA TV

MAQUIAGEM CONTEMPORÂNEA: Gail Kennedy, Joanne Preece, Gunther Schetterer (Fargo)

CABELO CONTEMPORÂNEO: Claire Pritchard-Jones, Sarah Astley-Hughes (Sherlock)

MAQUIAGEM DE ÉPOCA E/OU DE PERSONAGEM: Eryn Krueger Mekash, Kim Ayers (American Horror Story: Freak Show)

CABELO DE ÉPOCA E/OU DE PERSONAGEM: Monte C. Haught, Michelle Ceglia (American Horror Story: Freak Show)

MAQUIAGEM DE EFEITOS ESPECIAIS: Eryn Krueger Mekash, Michael Mekash, Christopher Nelson (American Horror Story: Freak Show)

COMERCIAIS OU VIDEOCLIPES

MAQUIAGEM: Scott Stoddard, Michael Ornelaz (DirecTV)

CABELO: Dian Bethune Coble (Progressive Commercial)

PRODUÇÕES TEATRAIS

MAQUIAGEM: Sarah B. Wolfe (Kinky Boots)

CABELO: Brandon Bolton (Motown The Musical, National Tour)

PRODUÇÕES TEATRAIS

MAQUIAGEM: Sarah B. Wolfe (Kinky Boots) CABELO: Brandon Bolton (Motown The Musical, National Tour)

Academia define 7 semi-finalistas para Melhor Maquiagem e Cabelo para o Oscar 2015

Colagens aplicadas na pele do ator Dave Bautista para o personagem Drax de Guardiões da Galáxia (photo by businessinsider.com)

Colagens aplicadas na pele do ator Dave Bautista para o personagem Drax de Guardiões da Galáxia (photo by businessinsider.com)

No último dia 15 de dezembro (perdoem a demora!), a Academia anunciou sete filmes semi-finalistas na corrida para o Oscar de Melhor Maquiagem e Cabelo. Sim, o trabalho primoroso de cabelo e as perucas passaram a ser avaliadas oficialmente desde 2013, quando Os Miseráveis levou o prêmio.

Sempre digo que nesta categoria, é Rick Baker e mais dois concorrentes, afinal, trata-se do pioneiro e veterano da maquiagem, que ganhou ao todo 7 estatuetas pelos trabalhos em Um Lobisomem Americano em Londres, Um Hóspede do Barulho, Ed Wood, O Professor Aloprado, Homens de Preto, O Grinch e O Lobisomem num total de 12 indicações. MAS, infelizmente, o mestre não teve nenhum filme lançado este ano…

O pioneiro da maquiagem Rick Baker com o trabalho de O Lobisomem, que lhe rendeu seu último Oscar (photo by dailyredcarpet.com)

O pioneiro da maquiagem Rick Baker com o trabalho de O Lobisomem, que lhe rendeu seu último Oscar (photo by dailyredcarpet.com)

Dos sete semi-finalistas, temos três ficções científicas/fantasias: O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro, Malévola e Guardiões da Galáxia, sendo que o último leva vantagem pelos personagens mais inovadores como Drax e Nebula (foto), além da gorda bilheteria mundial.

A personagem Nebula, de Guardiões da Galáxia, fez com que a atriz Karen Gillan raspasse todo seu belo cabelo ruivo (photo by outnow.ch)

A personagem Nebula, de Guardiões da Galáxia, fez com que a atriz Karen Gillan raspasse todo seu belo cabelo ruivo (photo by outnow.ch)

Temos também trabalhos mais na linha realista como o de Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo, que exigiu maior mudança no visual de Steve Carell no envelhecimento e também da prótese do nariz para se assemelhar à figura real de John du Pont; e toda a caracterização do físico Stephen Hawking com a bela contribuição da deformação do corpo do ator Eddie Redmayne em A Teoria de Tudo, que começa na mandíbula torta até os dedos dos pés contorcidos (foto).

Esforços do ator Eddie Redmayne devem impressionar mais do que a maquiagem em A Teoria de Tudo (photo by elfilm.com)

Esforços do ator Eddie Redmayne devem impressionar mais do que a maquiagem em A Teoria de Tudo (photo by elfilm.com)

E ainda temos a maquiagem mais estilizada vista em O Grande Hotel Budapeste, repleto de personagens bem caracterizados como a Madame D., interpretada pela ótima Tilda Swinton (foto); e a saga épica e bíblica de Noé, preenchida por personagens de cabelos compridos e barbas.

Tilda Swinton como Madame D. em O Grande Hotel Budapeste (photo by outnow.ch)

Tilda Swinton como Madame D. em O Grande Hotel Budapeste conta com um belo trabalho de envelhecimento (photo by outnow.ch)

Curiosamente, a terceira parte da trilogia O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos sequer concorre por uma das indicações. Por mais que não apresente grandes inovações perante os filmes anteriores em termos de maquiagem, era de praxe a Academia incluir as adaptações de J.R.R. Tolkien na lista. A cinebiografia James Brown, sobre a vida do cantor James Brown também era aguardada na lista, especialmente pelo envelhecimento da personagem de Viola Davis, que vive a mãe do artista, mas também ficou de fora. E talvez a ausência mais notável seja a da mega-produção Caminhos da Floresta, que apresenta uma Meryl Streep bem alterada como a bruxa.

Meryl Streep como a Bruxa de Caminhos da Floresta (photo by outnow.ch)

Meryl Streep como a Bruxa de Caminhos da Floresta (photo by outnow.ch)

Seguem candidatos em lista por ordem alfabética:

– O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2)
– Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo (Foxcatcher)
– O Grande Hotel Budapeste (The Grand Budapest Hotel)
– Guardiões da Galáxia (Guardians of the Galaxy)
– Malévola (Maleficent)
– Noé (Noah)
– A Teoria de Tudo (The Theory of Everything)

Angelina Jolie como Malévola (photo by outnow.ch)

Angelina Jolie como Malévola (photo by outnow.ch)

Steve Carell e sua prótese de nariz em Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo (photo by outnow.ch)

Steve Carell e sua prótese de nariz em Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo (photo by outnow.ch)

À esquerda, Anthony Hopkins caracterizado como (photo by outnow.ch)

À esquerda, Anthony Hopkins caracterizado como Matusalém em Noé (photo by outnow.ch)

Dane DeHaan como o vilão Duende Verde em O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (photo by elfilm.com)

Dane DeHaan como o vilão Duende Verde em O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (photo by elfilm.com)

Qual dos sete trabalhos de maquiagem merece estar entre os 3 indicados? Vote na enquete para dar sua opinião.

As indicações ao Oscar 2015 serão anunciadas no dia 15 de janeiro, deixando apenas 3 indicados nessa categoria. E a cerimônia ocorre no dia 22 de fevereiro.