‘Star Wars’ conquista o MTV Movie Awards 2016 e uma nova geração de fãs

BURBANK, CALIFORNIA - APRIL 09: Writer/director J.J. Abrams and actress Daisy Ridley (both C) accept the Movie of the Year award for 'Star Wars: The Force Awakens' with co-hosts Kevin Hart (L) and Dwayne Johnson (R) onstage during the 2016 MTV Movie Awards at Warner Bros. Studios on April 9, 2016 in Burbank, California. MTV Movie Awards airs April 10, 2016 at 8pm ET/PT. (Photo by Kevork Djansezian/Getty Images)

No centro, o diretor J.J. Abrams e a atriz Daisy Ridley recebem o prêmio de Melhor Filme do Ano por Star Wars: O Despertar da Força ao lado dos hosts da premiação Kevin Hart e Dwayne Johnson no MTV Movie Awards 2016 (Photo by Kevork Djansezian/Getty Images)

PRIMEIRO FILME DA NOVA TRILOGIA STAR WARS DOMINA PREMIAÇÃO DE VOTO PÚBLICO

Vocês se lembram daquela atração da Rede Globo chamada Intercine? Eles davam duas opções de filmes para passar na noite seguinte, aí o público ligava e eles anunciavam o vencedor com maior número de votos. Não sei se é porque sempre sou desconfiado, mas sempre achei uma farsa! Pra mim, as ligações eram pra medir a audiência e, no fim, eles passavam o filme que eles bem queriam!

Quando eu falo sobre MTV Movie Awards, imagino algo do tipo ou senão uma cena bizarra: Um monte daqueles nerds gordinhos sentados à frente do computador, votando incessantemente para seus filmes favoritos: O Senhor dos Anéis, Batman e Star Wars. Só deram um break naqueles anos em que a Saga Crepúsculo ganhou…

Nesta edição, Star Wars: O Despertar da Força levou 3 baldinhos de pipoca dourada, incluindo Melhor Filme do Ano. Em seguida, Deadpool e A Escolha Perfeita 2 levaram dois prêmios cada. No geral, os prêmios foram bem distribuídos, como se não quisessem desagradar nenhum concorrente. E falando em desagradar, ficaram com tanto receio de que Will Smith boicotasse o MTV Movie Awards que resolveram lhe dar o Generation Award, uma espécie de prêmio pelo conjunto da obra. A que ponto chegamos com essa coisa do #OscarSoWhite… lamentável.

Will Smith e seu consolo pelo Oscar racista... (photo by youtube.com)

Will Smith e seu consolo pelo Oscar racista… (photo by youtube.com)

No post anterior, eu havia colocado minhas preferências na cor laranja. A maioria dos meus votos foram para Deadpool. Não que o filme tenha sido brilhante, mas de todas as adaptações de quadrinhos, esta é a única que tira sarro de si mesma, explorando suas próprias deficiências como o baixo orçamento que teria impedido a participação de mais personagens dos X-Men. E é um filme Rated R, ou seja, tem sangue (quando foi a última vez que você viu sangue nessas adaptações?), tem violência gratuita, tem muitos palavrões e tem sexo. E com Morena Baccarin fica ainda melhor!

Ryan Reynolds vence como Comedic Performance por Deadpool (photo by estrelando.com.br)

Ryan Reynolds vence como Comedic Performance por Deadpool (photo by estrelando.com.br)

A vitória de Star Wars: O Despertar da Força indica que a saga estelar criada por George Lucas continua firme e forte em seu reinado no universo geek, mesmo após quase 40 anos do primeiro filme de 1977. Mesmo tendo um potencial avassalador, vale lembrar que este filme só saiu depois que a Disney comprou os direitos da Lucasfilm. Para os fãs mais xiitas, podem reclamar e espernear contra essa pasteurização da Disney, mas temos que dar o braço a torcer. Eles conseguiram uma das maiores bilheterias de todos os tempos, conquistaram uma nova horda de fãs dessas gerações atuais e ainda vão lucrar muito com novos filmes, produtos e atrações temáticas nos inúmeros parques de diversão.

Achei muita sacanagem o Mad Max: Estrada da Fúria ficar de fora da competição de Melhor Filme do Ano. Tenho certeza de que se tivesse colocado o filme de George Miller na votação, ele teria grandes chances de vitória. Mas enfim, o longa levou um merecidíssimo prêmio de Female Performance para Charlize Theron e sua Furiosa.

Charlize Theron aceita seu baldinho de pipoca por Mad Max: Estrada da Fúria (photo by Getty Images)

Charlize Theron aceita seu baldinho de pipoca por Mad Max: Estrada da Fúria (photo by Getty Images)

Apesar do tom bem mais light do MTV Movie Awards e até de sua decadência nas últimas duas décadas, dá pra notar que ainda é um reconhecimento importante do público, que lota as salas de cinema, por isso acho bacana a presença dos artistas indicados. Os fãs querem ver seus ídolos no tapete vermelho ou pela televisão, então para quem não compareceu, acho um pouco falta de consideração. Se fosse um Oscar, aí teria tempo na agenda…

Seguem todos os vencedores do MTV Movie Awards 2016:

MOVIE OF THE YEAR (Filme do Ano)
· Vingadores: Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron)
· Creed: Nascido Para Lutar (Creed)
· Deadpool (Deadpool)
· Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (Jurassic World)
· Star Wars: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens)
· Straight Outta Compton: A História do N.W.A. (Straight Outta Compton)

TRUE STORY (História Verídica)
· Um Homem Entre Gigantes (Concussion)
· Joy: O Nome do Sucesso (Joy)
· Steve Jobs (Steve Jobs)
· Straight Outta Compton: A História do N.W.A. (Straight Outta Compton)
· A Grande Aposta (The Big Short)
· O Regresso (The Revenant)

DOCUMENTÁRIO
·
Amy
· Cartel Land
· He Named Me Malala
· The Hunting Ground
· The Wolfpack
· What Happened, Miss Simone?

BEST FEMALE PERFORMANCE (Performance Feminina)
· Alicia Vikander (Ex-Machina: Instinto Artificial)
· Anna Kendrick (A Escolha Perfeita 2)
· Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)
· Daisy Ridley (Star Wars: O Despertar da Força)
· Jennifer Lawrence (Joy: O Nome do Sucesso)
· Morena Baccarin (Deadpool)

BEST MALE PERFORMANCE (Performance Masculina)
· Chris Pratt (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)
· Leonardo DiCaprio (O Regresso)
· Matt Damon (Perdido em Marte)
· Michael B. Jordan (Creed: Nascido Pra Lutar)
· Ryan Reynolds (Deadpool)
· Will Smith (Um Homem Entre Gigantes)

BREAKTHROUGH PERFORMANCE (Revelação)
· Amy Schumer (Descompensada)
· Brie Larson (O Quarto de Jack)
· Daisy Ridley (Star Wars: O Despertar da Força)
· Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza)
· John Boyega (Star Wars: O Despertar da Força)
· O’Shea Jackson Jr. (Straight Outta Compton: A História do N.W.A.)

Daisy Ridley aceita o prêmio de Melhor Revelação pelo papel de Rey em Star Wars (photo by Getty Images)

Daisy Ridley aceita o prêmio de Melhor Revelação pelo papel de Rey em Star Wars (photo by Getty Images)

BEST COMEDIC PERFORMANCE (Performance cômica)
· Amy Schumer (Descompensada)
· Kevin Hart (Policial em Apuros 2)
· Melissa McCarthy (A Espiã que Sabia de Menos)
· Rebel Wilson (A Escolha Perfeita 2)
· Ryan Reynolds (Deadpool)
· Will Ferrell (O Durão)

BEST ACTION PERFORMANCE (Performance de Ação)
· Chris Pratt (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)

· Dwayne Johnson (Terremoto: A Falha de San Andreas)
· Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – O Final)
· John Boyega (Star Wars: O Despertar da Força)
· Ryan Reynolds (Deadpool)
· Vin Diesel (Velozes & Furiosos 7)

BEST HERO (Herói)
· Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)
· Chris Evans (Vingadores: Era de Ultron)
· Daisy Ridley (Star Wars: O Despertar da Força)
· Dwayne Johnson (Terremoto: A Falha de San Andreas)
· Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – O Final)
· Paul Rudd (Homem-Formiga)

BEST VILLAIN (Vilão)
· Adam Driver (Star Wars: O Despertar da Força)

· Ed Skrein (Deadpool)
· Hugh Keays-Byrne (Mad Max: Estrada da Fúria)
· James Spader (Vingadores: Era de Ultron)
· Samuel L. Jackson (Kingsman: Serviço Secreto)
· Tom Hardy (O Regresso)

BEST VIRTUAL PERFORMANCE (Performance Virtual)
· Amy Poehler (Divertida Mente)

· Andy Serkis (Star Wars: O Despertar da Força)
· Jack Black (Kung Fu Panda 3)
· James Spader (Vingadores: Era de Ultron)
· Lupita Nyong’o (Star Wars: O Despertar da Força)
· Seth MacFarlane (Ted 2)

ENSEMBLE CAST (Elenco)
· Vingadores: Era de Ultron
· Velozes & Furiosos 7
· A Escolha Perfeita 2
· Star Wars: O Despertar da Força
· Jogos Vorazes: A Esperança – O Final
· Descompensada

BEST KISS (Beijo)
· Amy Schumer & Bill Hader (Descompensada)
· Dakota Johnson & Jamie Dornan (Cinquenta Tons de Cinza)
· Leslie Mann & Chris Hemsworth (Férias Frustradas)
· Margot Robbie & Will Smith (Golpe Duplo)
· Morena Baccarin & Ryan Reynolds (Deadpool)
· Rebel Wilson & Adam DeVine (A Escolha Perfeita 2)

BEST FIGHT (Luta)
· Deadpool (Ryan Reynolds) vs. Ajax (Ed Skrein) – Deadpool

· Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) vs. A Ursa – O Regresso
· Imperator Furiosa (Charlize Theron) vs. Max Rockatansky (Tom Hardy) – Mad Max: Estrada da Fúria
· Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) vs. Hulk (Mark Ruffalo) – Vingadores: Era de Ultron
· Rey (Daisy Ridley) vs. Kylo Ren (Adam Driver) – Star Wars: O Despertar da Força
· Susan Cooper (Melissa McCarthy) vs. Lia (Nargis Fakhri) – A Espiã que Sabia de Menos)

Anúncios

‘Star Wars’ domina as indicações ao MTV Movie Awards 2016

MTV Movie Awards 2016

MTV Movie Awards 2016 (photo by hfmagazineonline.com)

PREMIAÇÃO DE VOTO PÚBLICO SE RENDE AOS BLOCKBUSTERS

Depois do Oscar, nada melhor do que o MTV Movie Awards pra dar aquela relaxada! Nada de filmes sérios ou que exijam neurônios demais predominam pelas 14 categorias. Se bem que neste ano, eles resolveram acrescentar três categorias com cara de prêmio dos críticos: True Story (Baseado em fatos verídicos), Documentário e Ensemble Cast (Elenco). E felizmente, excluíram outras categorias bem inúteis como o Shirtless Performance e o WTF Moment.

E imitando a “bolha assassina” do Critics’ Choice Awards, agora todas as categorias têm 6 indicados cada, e com isso, mais filmes são reconhecidos e com maior número de indicações. Campeão de bilheteria, Star Wars: O Despertar da Força foi o recordista desta edição com 11 indicações, puxando a tendência na qual os filmes mais vistos pelo público conseguem maior visibilidade na premiação, vide a presença de Vingadores: Era de Ultron, Jurassic World e o recente Deadpool, que se tornou o filme com censura Rated R mais visto das últimas décadas.

Cena do recordista de indicações Star Wars: O Despertar da Força (photo by cinemagia.ro)

Cena do recordista de indicações Star Wars: O Despertar da Força (photo by cinemagia.ro)

Eu gosto da indicação de Deadpool, não apenas por se de uma boa adaptação de quadrinhos, mas que também prova para os produtores caretas de Hollywood, que é possível fazer um filme de super-herói para um público adulto, com qualidades e ainda sair lucrando! Só pela ousadia de sair do arquétipo, já deveria ganhar todos os prêmios. Mas deve sair pelo menos com o de Melhor Beijo pela ótima química de Ryan Reynolds e a belíssima Morena Baccarin.

Altas químicas rolam entre Ryan Reynolds e Morena Baccarin em Deadpool (photo by cinemagia.ro)

Altas químicas rolam entre Ryan Reynolds e Morena Baccarin em Deadpool (photo by cinemagia.ro)

Igualmente pela ousadia, outro filme que merece todos os prêmios é Mad Max: Estrada da Fúria. Infelizmente e curiosamente, o filme de George Miller, que acaba de conquistar 6 Oscars, sequer foi indicado a Melhor Filme. Acho muito estranha essa ausência, já que foi um filme bem idolatrado pelo público jovem e internauta. Acredito que deve levar o prêmio de Female Performance para Charlize Theron.

Trocaria facilmente a vaga de Vingadores: Era de Ultron por Mad Max. Apesar dos números expressivos de bilheteria, é uma sequência muito fraca, com um roteiro ralo (cadê as belas tiradas do nível do primeiro filme, Joss Whedon?) e sequências de ação pouco empolgantes. Parecia que o filme todo estava ligado no piloto automático! Como fã da Marvel Comics, achei uma grande pena que o filme, que tinha tudo para ser um dos melhores, não correspondeu às expectativas.

E não poderia deixar de destacar que todos aqueles “excluídos” do #OscarSoWhite ganharam abrigo e compaixão do MTV Movie Awards como Straight Outta Compton, que foi indicado a Melhor Filme, e o chorão do boicotador Will Smith. Não sei quanto a vocês, mas peguei um bode do Will Smith! Na categoria de Melhor Ator, temos também o merecido reconhecimento de Michael B. Jordan por Creed: Nascido Para Lutar. Curiosamente, teve apenas duas indicações: Melhor Filme e Ator.

Isso merece uma comemoração: Will Smith conseguiu um indicação! E pode levar seu baldinho de pipoca dourada! (photo by cinemagia.ro)

Isso merece uma comemoração: Will Smith conseguiu um indicação! E pode levar seu baldinho de pipoca dourada! (photo by cinemagia.ro)

A ausência mais sentida na minha opinião foi do pequeno talento Jacob Tremblay, que no mínimo, merecia uma indicação de Melhor Revelação por O Quarto de Jack, e não sua companheira de tela, Brie Larson, que já é conhecida há alguns anos. Outra importante mancada do MTV Movie Awards foi deixar de lado Spotlight – Segredos Revelados na categoria séria do True Story.

Ao contrário do ano passado, não consegui votar para os meus favoritos nesta edição. O site da MTV acusa que não está disponível para a minha localização. Cinéfilos do Terceiro Mundo não têm vez! De qualquer forma, para quem estiver interessado na cerimônia, ela acontece no dia 10 de abril, com a apresentação dos hosts Dwayne Johnson (o The Rock) e Kevin Hart (não sei de onde acham tanta graça nele), e deve ser transmitido ao vivo pelo canal da MTV Brasil.

Assinalei meus “votos” na cor laranja na lista de indicados, que segue abaixo:

MOVIE OF THE YEAR (Filme do Ano)
· Vingadores: Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron)
· Creed: Nascido Para Lutar (Creed)
· Deadpool (Deadpool)
· Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (Jurassic World)
· Star Wars: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens)
· Straight Outta Compton: A História do N.W.A. (Straight Outta Compton)

TRUE STORY (História Verídica)
· Um Homem Entre Gigantes (Concussion)
· Joy: O Nome do Sucesso (Joy)
· Steve Jobs (Steve Jobs)
· Straight Outta Compton: A História do N.W.A. (Straight Outta Compton)
· A Grande Aposta (The Big Short)
· O Regresso (The Revenant)

DOCUMENTÁRIO
· Amy
· Cartel Land
· He Named Me Malala
· The Hunting Ground
· The Wolfpack
· What Happened, Miss Simone?

BEST FEMALE PERFORMANCE (Performance Feminina)
· Alicia Vikander (Ex-Machina: Instinto Artificial)
· Anna Kendrick (A Escolha Perfeita 2)
· Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)
· Daisy Ridley (Star Wars: O Despertar da Força)
· Jennifer Lawrence (Joy: O Nome do Sucesso)
· Morena Baccarin (Deadpool)

BEST MALE PERFORMANCE (Performance Masculina)
· Chris Pratt (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)
· Leonardo DiCaprio (O Regresso)
· Matt Damon (Perdido em Marte)
· Michael B. Jordan (Creed: Nascido Pra Lutar)
· Ryan Reynolds (Deadpool)
· Will Smith (Um Homem Entre Gigantes)

BREAKTHROUGH PERFORMANCE (Revelação)
· Amy Schumer (Descompensada)
· Brie Larson (O Quarto de Jack)
· Daisy Ridley (Star Wars: O Despertar da Força)
· Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza)
· John Boyega (Star Wars: O Despertar da Força)
· O’Shea Jackson Jr. (Straight Outta Compton: A História do N.W.A.)

BEST COMEDIC PERFORMANCE (Performance cômica)
· Amy Schumer (Descompensada)
· Kevin Hart (Policial em Apuros 2)
· Melissa McCarthy (A Espiã que Sabia de Menos)
· Rebel Wilson (A Escolha Perfeita 2)
· Ryan Reynolds (Deadpool)
· Will Ferrell (O Durão)

BEST ACTION PERFORMANCE (Performance de Ação)
· Chris Pratt (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)
· Dwayne Johnson (Terremoto: A Falha de San Andreas)
· Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – O Final)
· John Boyega (Star Wars: O Despertar da Força)
· Ryan Reynolds (Deadpool)
· Vin Diesel (Velozes & Furiosos 7)

BEST HERO (Herói)
· Charlize Theron (Mad Max: Estrada da Fúria)
· Chris Evans (Vingadores: Era de Ultron)
· Daisy Ridley (Star Wars: O Despertar da Força)
· Dwayne Johnson (Terremoto: A Falha de San Andreas)
· Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes: A Esperança – O Final)
· Paul Rudd (Homem-Formiga)

BEST VILLAIN (Vilão)
· Adam Driver (Star Wars: O Despertar da Força)
· Ed Skrein (Deadpool)
· Hugh Keays-Byrne (Mad Max: Estrada da Fúria)
· James Spader (Vingadores: Era de Ultron)
· Samuel L. Jackson (Kingsman: Serviço Secreto)
· Tom Hardy (O Regresso)

BEST VIRTUAL PERFORMANCE (Performance Virtual)
· Amy Poehler (Divertida Mente)
· Andy Serkis (Star Wars: O Despertar da Força)
· Jack Black (Kung Fu Panda 3)
· James Spader (Vingadores: Era de Ultron)
· Lupita Nyong’o (Star Wars: O Despertar da Força)
· Seth MacFarlane (Ted 2)

ENSEMBLE CAST (Elenco)
· Vingadores: Era de Ultron
· Velozes & Furiosos 7
· A Escolha Perfeita 2
· Star Wars: O Despertar da Força
· Jogos Vorazes: A Esperança – O Final
· Descompensada

BEST KISS (Beijo)
· Amy Schumer & Bill Hader (Descompensada)
· Dakota Johnson & Jamie Dornan (Cinquenta Tons de Cinza)
· Leslie Mann & Chris Hemsworth (Férias Frustradas)
· Margot Robbie & Will Smith (Golpe Duplo)
· Morena Baccarin & Ryan Reynolds (Deadpool)
· Rebel Wilson & Adam DeVine (A Escolha Perfeita 2)

BEST FIGHT (Luta)
· Deadpool (Ryan Reynolds) vs. Ajax (Ed Skrein) – Deadpool
· Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) vs. A Ursa – O Regresso
· Imperator Furiosa (Charlize Theron) vs. Max Rockatansky (Tom Hardy) – Mad Max: Estrada da Fúria
· Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) vs. Hulk (Mark Ruffalo) – Vingadores: Era de Ultron
· Rey (Daisy Ridley) vs. Kylo Ren (Adam Driver) – Star Wars: O Despertar da Força
· Susan Cooper (Melissa McCarthy) vs. Lia (Nargis Fakhri) – A Espiã que Sabia de Menos)

Mesmo abaixo da média, Vingadores: Era de Ultron conseguiu conquistar X indicações (photo by outnow.ch)

Mesmo abaixo da média, Vingadores: Era de Ultron conseguiu conquistar 6 indicações (photo by outnow.ch)

‘O Regresso’ conquista os prêmios principais no BAFTA 2016

Da esquerda para direita: O diretor Alejandro González Iñárritu, Tom Cruise e Leonardo DiCaprio posam com seus BAFTAs por O Regresso (photo by usatoday.com)

Da esquerda para direita: O diretor Alejandro González Iñárritu, Tom Cruise e Leonardo DiCaprio posam com seus BAFTAs por O Regresso (photo by usatoday.com)

FILME DE ALEJANDRO G. IÑÁRRITU LEVA 5 PRÊMIOS, INCLUINDO FILME E DIRETOR

Houve um tempo em que o BAFTA, o prêmio da Academia Britânica, era uma ótima alternativa para os demais prêmios da temporada até o Oscar. Nos anos 90, premiou Os Bons Companheiros, Quatro Casamentos e um Funeral, Razão e Sensibilidade e Ou Tudo ou Nada como Melhores Filmes do ano, enquanto no Oscar, ganharam prêmios menos expressivos ou foram apenas indicados. Tudo isso mudou em 2001, quando a cerimônia passou de abril para fevereiro, com o intuito de ser mais “contundente” na temporada. Acho que em termos de números, o BAFTA conseguiu seu objetivo, mas perdeu sua personalidade, ficando com mais cara de prévia do Oscar.

Portanto, nesse cenário, os resultados aqui são relevantes para quem quer ganhar no bolão da empresa! Vale lembrar, contudo, que a vitória de O Regresso e seu diretor Alejandro González Iñárritu não significa necessariamente uma garantia, já que no ano passado, a Academia Britânica preteriu Birdman para premiar Boyhood: Da Infância à Juventude. Então este BAFTA poderia ser interpretado como uma espécie de compensação pelo trabalho anterior. O mesmo aconteceu no Globo de Ouro. E o Oscar? Vai premiar dois filmes do mesmo diretor consecutivamente? Seria um marco inédito na história do prêmio.

Nesta 69ª edição, o épico de vingança levou 5 prêmios: Filme, Diretor, Fotografia, Som e Ator para Leonardo DiCaprio. Ao que tudo indica, deste ano não passa o Oscar dele e será o fim dos memes na internet! Como todo os prêmios estão reconhecendo DiCaprio, inclusive este é seu primeiro BAFTA após 4 indicações, seria um movimento errado da Academia se não fizer o mesmo. Indo no mesmo caminho, Brie Larson coleciona mais uma importante estatueta e deve seguir como única consagração de O Quarto de Jack.

Já nas categorias de coadjuvantes, Mark Rylance e Kate Winslet deram uma mudada no padrão da temporada, porém, suas vitórias podem ser consideradas “parciais”, já que não concorreram com os favoritos Sylvester Stallone e Alicia Vikander, respectivamente. Stallone não estava entre os indicados por um atraso no lançamento de Creed: Nascido Para Lutar em terras londrinas, enquanto Vikander estava disputando aqui como atriz principal por A Garota Dinamarquesa. Num ano extremamente competitivo, a atuação de Rylance foi uma das que merecia um reconhecimento desse calibre; seu papel e interpretação é fundamental para Ponte dos Espiões funcionar. Na ala feminina, prefiro o trabalho de Jennifer Jason Leigh (Os 8 Odiados) ou Rooney Mara (Carol) no lugar de Winslet por terem personagens mais profundos e tridimensionais.

Eddie Redmayne posa ao lado da vencedora de Atriz Coadjuvante Kate Winslet (Photo by Dave J Hogan/Dave J Hogan/Getty Images)

Eddie Redmayne posa ao lado da vencedora de Atriz Coadjuvante Kate Winslet (Photo by Dave J Hogan/Dave J Hogan/Getty Images)

Nas categorias mais técnicas, Mad Max: Estrada da Fúria dominou com 4 prêmios: Direção de Arte, Figurino, Maquiagem e Montagem, o que pode indicar que o filme de George Miller fique restrito a essas categorias “menores”, concretizando um possível pesadelo que os fãs previam. E o que dizer de Carol? Foi recordista de indicações ao BAFTA com nove, mas não levou nenhum! Ficou com jeitão de encheção de linguiça, ou melhor, de vaga! E é uma pena porque é um dos filmes mais belos de 2015… O outro recordista com nove foi Ponte dos Espiões, mas pelo menos levou Ator Coadjuvante. Outras produções que não levaram nada: Perdido em Marte, A Garota Dinamarquesa e Ex-Machina: Instinto Artificial.

DA CERIMÔNIA

Leonardo DiCaprio recebeu o prêmio das mãos de Tom Cruise, e agradeceu seu colega de set, Tom Hardy, pela lealdade nas filmagens e como colaborador do projeto. Também citou sua mãe por sempre encorajá-lo a seguir na carreira de ator.

Brie Larson não estava presente, então o diretor de O Quarto de Jack, Lenny Abrahamson, aceitou o prêmio em seu nome, dizendo que se trata de uma das melhores atrizes de sua geração. Ela está filmando o prequel de King Kong na Austrália, Kong: Skull Island.

Também ausente, Mark Rylance teve seu prêmio recebido por seu diretor, Steven Spielberg. Ele está atualmente em cartaz em peça da Broadway. Já Kate Winslet, que ganhou seu terceiro BAFTA, agradeceu seu companheiro de tela, Michael Fassbender: “Você nos guiou. Não sei como você fez isso.  Eu poderia assisti-lo todos os dias e ficar completamente estupefata.”

O ator Sidney Poitier foi homenageado com o BAFTA Fellowship, o maior título da Academia Britânica, mas infelizmente não pôde comparecer devido à questões de saúde. “Desculpem-me por não estar presente em Londres para esta ocasião especial, mas tenho um lugar muito especial no meu coração por sua grande cidade. Obrigad por sua calorosa recepção.” Ele foi indicado seis vezes como Melhor Ator Estrangeiro, e ganhou uma vez em 1959 por Acorrentados, um ótimo drama racial de Stanley Kramer.

Um prêmio que gostei bastante foi Melhor Filme Britânico para o encantador Brooklyn. O filme sobre a trajetória da imigrante irlandesa Eilis Lacey  para os EUA é um drama/romance tão bem feito que emociona, especialmente pela performance inspiradora de Saoirse Ronan. Pena que ela não levou o prêmio de atriz; seria um deleite.

Brooklyn_s_stars_including_Julie_Walters_Domhnall-m-162_1455531275112

Melhor Filme Britânico para Brooklyn. Os apresentadores do prêmio nas pontas (Kate Winslet e Idris Elba) com (da esq para dir): Juie Walters, Domhnall Gleeson, Saoirse Ronan, John Crowley, Finola Dwyer, Amanda Posey, Nick Hornby e Eileen O’Higgins (photo by Dave Bennett/Getty Images through dailymail.co.uk)

E quanto ao vencedor do EE Rising Star, John Boyega, estrela do novo filme do Star Wars, não dá pra pôr na conta da polêmica do #OscarSoWhite, pois (teoricamente) o prêmio é votado pelo público.

Na página do BAFTA, gostei das brochuras que o artista Levente Szabó ilustrou pela Human Afert All, e resolvi postar e compartilhar por aqui:

O REGRESSO

O REGRESSO (art by Levente Szabó – BAFTA)

A GRANDE APOSTA

A GRANDE APOSTA (Art by Levente Szabó – BAFTA)

CAROL

CAROL (Art by Levente Szabó – BAFTA)

PONTE DOS ESPIÕES

PONTE DOS ESPIÕES (Art by Levente Szabó – BAFTA)

SPOTLIGHT

SPOTLIGHT (Art by Levente Szabó – BAFTA)

VENCEDORES DO 69º BAFTA AWARDS:

MELHOR FILME
O Regresso (The Revenant)

DIRETOR
Alejandro G. Iñárritu (O Regresso)

ATOR
Leonardo DiCaprio (O Regresso)

ATRIZ
Brie Larson (O Quarto de Jack)

ATOR COADJUVANTE
Mark Rylance (Ponte dos Espiões)

ATRIZ COADJUVANTE
Kate Winslet (Steve Jobs)

ROTEIRO ORIGINAL
Tom McCarthy, Josh Singer (Spotlight – Segredos Revelados)

ROTEIRO ADAPTADO
Adam McKay, Charles Randolph (A Grande Aposta)

TRILHA MUSICAL ORIGINAL
Ennio Morricone (Os 8 Odiados)

FOTOGRAFIA
Emmanuel Lubezki (O Regresso)

MONTAGEM
Margaret Sixel (Mad Max: Estrada da Fúria)

DIREÇÃO DE ARTE
Colin Gibson, Lisa Thompson (Mad Max: Estrada da Fúria)

FIGURINO
Jenny Beavan (Mad Max: Estrada da Fúria)

MAQUIAGEM
Lesley Vanderwalt, Damian Martin (Mad Max: Estrada da Fúria)

SOM
Lon Bender, Chris Duesterdiek, Martin Hernandez, Frank A. Montano, Jon Taylor, Randy Thom (O Regresso)

EFEITOS VISUAIS
Chris Corbould, Roger Guyett, Paul Kavanagh, Neal Scanlan (Star Wars: O Despertar da Força)

FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Relatos Selvagens (Relatos Salvajes), de Damian Szifrón (Argentina)

DOCUMENTÁRIO
Amy (Amy), de Asif Kapadia, James Gay-Rees

ANIMAÇÃO
Divertida Mente, de Pete Docter

MELHOR FILME BRITÂNICO
Brooklyn (Brooklyn), de John Crowley, Finola Dwyer, Amanda Posey, Nick Hornby

MELHOR ESTRÉIA DE ROTEIRISTA, DIRETOR OU PRODUTOR BRITÂNICO
Rupert Lloyd (O Lobo do Deserto)

CURTA DE ANIMAÇÃO BRITÂNICO
Edmond, de Nina Gantz, Emilie Jouffroy

CURTA BRITÂNICO
Operator, de Caroline Bartleet, Rebecca Morgan

THE EE RISING STAR AWARD (VOTADO PELO PÚBLICO)
John Boyega

Onde e quando acompanhar os indicados ao Oscar 2016

À esquerda, John Krasinski e Cheryl Boone Isaacs divulgam os indicados a Melhor Ator (photo by gettyimages from npr.org)

À esquerda, John Krasinski e Cheryl Boone Isaacs divulgam os indicados a Melhor Ator (photo by gettyimages from npr.org)

GUIA COMPLETO PARA O OSCAR 2016

Quer assistir ao maior número de indicados antes da cerimônia de entrega? Estamos a seis semanas da cerimônia no dia 28 de fevereiro, então dá pra conferir os filmes indicados sem precisar apelar pra maratonas de 48 horas consecutivas de filmes. A maior parte dos trabalhos já está disponível, seja em mídia digital ou em cartaz nos cinemas, o que facilita bastante na jornada. Eu, particularmente, como sei que é bem difícil conferir TODOS os indicados, pelo menos procuro manter a meta de assistir a todos os indicados a Melhor Filme, o que sempre ajuda a não boiar na cerimônia.

Uma das coisas que mais gostei das indicações foi o recado indireto dado pela Academia: “Assista aos filmes no cinema!”, ou seja, “nada de computadores, tablets ou smartphones. Os filmes que reconhecemos merecem ser vistos numa sala de projeção!”. Prova disso são as 12 indicações para O Regresso e as 10 de Mad Max: Estrada da Fúria, já que são produções grandiosas em escalas do tipo Cecil B. DeMille e David Lean, que proporcionam uma experiência. Sou meio purista nessa parte, então faço questão de assistir a essas produções em salas IMAX, cujas telas enormes têm medida padrão de 22m de comprimento e 16m de altura. Até onde sei, aqui no estado de São Paulo, existem 4 salas com tecnologia IMAX: Shopping Bourbon Pompéia, Shopping Anália Franco, Shopping Granja Viana e Shopping JK Iguatemi. Infelizmente, o filme de George Miller já saiu de cartaz (e está disponível em DVD e Blu-ray), mas pra quem quiser ver O Regresso, o filme estréia no dia 04 de fevereiro (podendo haver pré-estréia na semana anterior).

Mad Max: Estrada da Fúria: o filme já vale por causa do roqueiro com guitarra que expele fogo! É uma experiência única. (photo by cine.gr)

Mad Max: Estrada da Fúria: o filme já vale por causa do roqueiro com guitarra que expele fogo! É uma experiência única. (photo by cine.gr)

Também incluiria nessa lista de filmes que merecem ser vistos no cinema pela sua alta qualidade visual e sonora, que ainda estão em cartaz: Os 8 Odiados, Carol, Ponte dos Espiões e Star Wars: O Despertar da Força. Todos serão melhor degustados com os olhos com uma projeção boa, e no caso do novo filme da saga Star Wars, todo o trabalho de som, efeitos sonoros e, claro, a trilha musical de John Williams, estão impecáveis. Se eu puder dar um conselho como cinéfilo, eu diria: “Assista a esses filmes no cinema. Não estou ganhando absolutamente nada com isso, mas faça um favor para si mesmo e confira esses belos trabalhos na sala escura, livre de interrupções e celulares”.

Aqui em São Paulo, alguns filmes estão no fim de suas trajetórias nas salas de cinema como o documentário Amy e o filme de Steven Spielberg, Ponte dos Espiões. Talvez haja a possibilidade de estenderem por mais umas semanas suas permanências nas salas de cinema. Já a animação brasileira O Menino e o Mundo, de Alê Abreu, deve voltar à programação, pelo menos em sessões especiais. A Folha de S. Paulo divulgou duas reprises nos dias 20/01 e 30/01 no Festival de Cinema Infantil Buster On Tour (Buster on Tour). Além disso, o Espaço Itaú de Cinema da Augusta anunciou que exibirá todos os 5 indicados de Longa de Animação: Divertida Mente, Shaun: O Carneiro, As Memórias de Marnie (ou Quando Estou com Marnie), O Menino e o Mundo e Anomalisa. Apesar do anúncio falar dos 5 indicados, não houve menção oficial ao filme de Charlie Kaufman e Duke Johnson, Anomalisa.

Indicado a Longa de Animação, o japonês Quando Estou com Marnie mantém a tradição do Japão no Oscar (photo by cinemagia.ro)

Indicado a Longa de Animação, o japonês Quando Estou com Marnie mantém a tradição do Japão no Oscar (photo by cinemagia.ro)

Já que a programação dos cinemas nessa época gira muito em torno do Oscar, gostaria que as distribuidoras se esforçassem mais pra manter alguns filmes nas salas e também de trazer os inéditos para as telas, mesmo aqueles com apenas uma indicação ao Oscar como o sueco The 100 Year-Old Man Who Climbed Out a Window and Disappeared, que concorre apenas na categoria de Maquiagem. Entre esses inéditos, a ausência mais absurda é a de Brooklyn, que está concorrendo como Melhor Filme, Atriz (Saoirse Ronan) e Roteiro Adaptado, mas sequer tem previsão de estréia (!).

Outra coisa que fico possesso é o atraso de lançamento por causa de “falha nas indicações”. Só porque A Garota Dinamarquesa ficou de fora das categorias principais como Filme e Diretor, o longa de Tom Hooper foi empurrado pra frente. Sua previsão de estréia está marcada para o dia 25 de fevereiro, três dias antes da entrega dos prêmios.

DISPONÍVEIS EM BLU-RAY/DVD/ON DEMAND

Cinderela (Cinderella)
1 indicação: Figurino

Cinquenta Tons de Cinza (Fifty Shades of Grey)
1 indicação: Canção Original (“Earned it”)

Divertida Mente (Inside Out)
2 indicações: Roteiro Original e Longa de Animação.

Ex-Machina: Instinto Artificial (Ex Machina)
2 indicações: Roteiro Original e Efeitos Visuais.

Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)
10 indicações: Filme, Diretor (George Miller), Fotografia, Montagem, Direção de Arte, Figurino, Maquiagem, Efeitos Visuais, Efeitos Sonoros e Som.

Shaun: O Carneiro (Shaun the Sheep Movie)
1 indicação: Longa de Animação.

Sicario: Terra de Ninguém (Sicario)
3 indicações: Fotografia, Trilha Musical Original e Efeitos Sonoros.

Shaun: O Carneiro, indicado a Melhor Longa de Animação (photo by cinemagia.ro)

Shaun: O Carneiro, indicado a Melhor Longa de Animação (photo by cinemagia.ro)

DISPONÍVEL NO NETFLIX

Cartel Land
1 indicação: Documentário

What Happened, Miss Simone?
1 indicação: Documentário

What Happened, Miss Simone?, que aborda a vida da cantora Nina Simone, concorre como Documentário (photo by cine.gr)

What Happened, Miss Simone?, que aborda a vida e carreira da cantora Nina Simone, concorre como Documentário (photo by cine.gr)

FILMES EM CARTAZ NOS CINEMAS – com base na programação de São Paulo

007 Contra Spectre (Spectre)
1 indicação: Canção Original (“Writing’s on the Wall”)

Amy (Amy)
1 indicação: Documentário

Carol (Carol)
5 indicações: Atriz (Cate Blanchett), Atriz Coadjuvante (Rooney Mara), Roteiro Adaptado, Fotografia e Figurino.

Cinco Graças (Mustang) – Em pré-estréia
1 indicação: Filme em Língua Estrangeira (França)

Creed: Nascido Para Lutar (Creed)
1 indicação: Ator Coadjuvante (Sylvester Stallone)

A Grande Aposta (The Big Short)
5 indicações: Filme, Diretor (Adam McKay), Ator Coadjuvante (Christian Bale), Roteiro Adaptado e Montagem.

Os 8 Odiados (The Hateful Eight)
3 indicações: Atriz Coadjuvante (Jennifer Jason Leigh), Fotografia e Trilha Musical Original.

Ponte dos Espiões (Bridge of Spies)
6 indicações: Filme, Ator Coadjuvante (Mark Rylance), Roteiro Original, Direção de Arte, Trilha Musical Original e Som.

Spotlight – Segredos Revelados (Spotlight)
6 indicações: Filme, Diretor (Tom McCarthy), Ator Coadjuvante (Mark Ruffalo), Atriz Coadjuvante (Rachel McAdams), Roteiro Original e Montagem.

Star Wars – O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens)
4 indicações: Montagem, Trilha Musical Original, Efeitos Visuais, Efeitos Sonoros e Som.

Steve Jobs (Steve Jobs)
2 indicações: Ator (Michael Fassbender), Atriz Coadjuvante (Kate Winslet).

Os 8 Odiados concorre por Atriz Coadjuvante, Fotografia e Trilha Musical (photo by cinemagia.ro)

Os 8 Odiados concorre por Atriz Coadjuvante, Fotografia e Trilha Musical (photo by cinemagia.ro)

PREVISÃO DE ESTRÉIA – Datas previstas para São Paulo, que podem sofrer alterações de acordo com as distribuidoras

21/01: Joy: O Nome do Sucesso (Joy)
1 indicação: Atriz (Jennifer Lawrence)

28/01: Anomalisa (Anomalisa)
1 indicação: Longa de Animação.

04/02: Filho de Saul (Saul fia)
1 indicação: Filme em Língua Estrangeira (Hungria).

04/02: O Regresso (The Revenant)
12 indicações: Filme, Diretor (Alejandro G. Iñárritu), Ator (Leonardo DiCaprio), Ator Coadjuvante (Tom Hardy), Fotografia, Montagem, Direção de Arte, Figurino, Maquiagem, Efeitos Visuais, Efeitos Sonoros e Som.

11/02: Brooklin (Brooklyn)
3 indicações: Filme, Atriz (Saoirse Ronan) e Roteiro Adaptado.

11/02: A Garota Dinamarquesa (The Danish Girl)
4 indicações: Ator (Eddie Redmayne), Atriz Coadjuvante (Alicia Vikander), Direção de Arte e Figurino.

18/02: O Quarto de Jack (Room)
4 indicações: Filme, Diretor (Lenny Abrahamson), Atriz (Brie Larson) e Roteiro Adaptado.

18/02: O Lobo do Deserto (Theeb)
1 indicação: Filme em Língua Estrangeira

18/02: Trumbo – Lista Negra (Trumbo)
1 indicação: Ator (Bryan Cranston).

25/02: O Abraço da Serpente (El Abrazo de la Serpiente)
1 indicação: Filme em Língua Estrangeira

A Garota Dinamarquesa compete nas categorias de Ator, Atriz Coadjuvante, Direção de Arte e Figurino (photo by cinemagia.ro)

A Garota Dinamarquesa compete nas categorias de Ator, Atriz Coadjuvante, Direção de Arte e Figurino (photo by cinemagia.ro)

FORA DE CARTAZ E AGUARDANDO LANÇAMENTO EM BLU-RAY/DVD

45 Anos (45 Years)
1 indicação: Atriz (Charlotte Rampling)

O Menino e o Mundo
1 indicação: Longa de Animação

Perdido em Marte (The Martian)
7 indicações: Filme, Ator (Matt Damon), Roteiro Adaptado, Direção de Arte, Efeitos Visuais, Efeitos Sonoros e Som.

Straight Outta Compton: A História do N.W.A. (Straight Outta Compton)
1 indicação: Roteiro Original

O Menino e o Mundo concorre como Melhor Longa de Animação (photo by omeninoeomundo.blogspot.com)

O Menino e o Mundo concorre como Melhor Longa de Animação (photo by omeninoeomundo.blogspot.com)

SEM PREVISÃO DE ESTRÉIA (*caham!* Mas pra isso existe a internet…)

The 100 Year-Old Man Who Climed Out a Window and Disappeared (Hundraåringen som klev ut genom fönstret och försvann)
1 indicação: Maquiagem

The Hunting Ground
1 indicação: Canção Original (“Til it Happens to You”)

Juventude (Youth)
1 indicação: Canção Original (“Simple Song #3”)

The Look of Silence
1 indicação: Documentário

Quando Estou com Marnie (Omoide no Mânî)
1 indicação: Longa de Animação

Racing Extinction
1 indicação: Canção Original (“Manta Ray”)

A War (Krigen)
1 indicação: Filme em Língua Estrangeira

Winter on Fire: Ukraine’s Fight for Freedom
1 indicação: Documentário

Juventude foi indicado apenas por Canção Original (photo by cinemagia.ro)

Juventude foi indicado apenas por Canção Original (photo by cinemagia.ro)

A cerimônia da 88ª edição do Oscar será no dia 28 de fevereiro, e transmitida pelo canal pago TNT.