‘PANTERA NEGRA’ leva MELHOR ELENCO no SAG AWARDS

sag-awards-black-panther_1015p_7155242fc0a567b1583d634eab48e21f.fit-760w

Elenco de Pantera Negra recebe o SAG de Elenco (pic by NBC)

PREMIAÇÃO PARA BLOCKBUSTER IMPULSIONA SUA CAMPANHA DE MELHOR FILME DO OSCAR 2019

o 25º SAG Awards consagrou o elenco quase completamente negro nesta noite. Andy Serkis era o único caucasiano no palco, tanto que Chadwick Boseman até fez piada disso. A premiação de elenco costuma elevar a campanha para Melhor Diretor no Oscar, mas no caso de Pantera Negra, cujo diretor Ryan Coogler não foi indicado, a campanha elevada foi a de Melhor Filme.

Muitos vão alegar que somente a indicação, a primeira para um filme de super-heróis, já é um prêmio em si, mas o fato é que a corrida de Melhor Filme este ano pode reservar algumas surpresas, já que não há um franco-favorito. No Globo de Ouro deu Bohemian Rhapsody e Green Book, no PGA deu Green Book, e no Critics’ Choice deu Roma.

Essa premiação de elenco para Pantera Negra nos fez questionar: “Não seria uma boa levar Melhor Filme no Oscar?”. Como não se trata apenas de qualidade cinematográfica, mas de fatores externos como bilheteria, repercussão e questões sócio-raciais, Pantera Negra foi tudo isso, e definitivamente entra na lista dos filmes mais notáveis de 2018. Resta saber se os votantes da Academia pensam da mesma forma…

A hostess desta edição foi a atriz Megan Mullally, que ficou mais conhecida pela série Will & Grace. Sua participação praticamente se resumiu ao breve monólogo e umas piadinhas sem graça entre as entradas dos apresentadores. É nessas horas que pensamos que talvez o Oscar esteja certo ao excluir um host…

O QUE AS VITÓRIAS DO SAG REPRESENTAM PARA O OSCAR

A grande surpresa da noite foi a premiação de Emily Blunt como Atriz Coadjuvante por Um Lugar Silencioso, já que a própria indicação já havia sido uma surpresa em si. Na ausência inexplicável de Regina King na categoria (ela havia ganhado a maioria dos prêmios da temporada por Se a Rua Beale Falasse), todos acreditavam numa vitória óbvia de Amy Adams por Vice, mas pelo visto, a atriz precisa mesmo alterar drasticamente sua imagem e até a voz para um papel transformador para convencer a todos que ela merece um Oscar.

sag emily blunt

Emily Blunt não foi indicada ao Oscar, mas levou o SAG por Um Lugar Silencioso

A surpreendente vitória de Blunt foi uma bela forma de compensá-la pela ausência no Oscar, tanto por este filme como por O Retorno de Mary Poppins. No Oscar, Um Lugar Silencioso foi indicado apenas por Efeitos Sonoros.

Vencedor de Melhor Ator Coadjuvante pela segunda vez, ao que tudo indica, Mahershala Ali tem tudo para ganhar também um segundo Oscar por Green Book: O Guia. Por causa das polêmicas preconceituosas contra muçulmanos defendidas pelo roteirista Nick Vallelonga, Mahershala Ali, que é muçulmano, teve sua campanha ainda mais reforçada após o episódio. Claro que sua atuação também merece ser reconhecida. Ele interpreta o pianista Dr. Don Shirley, que faz um tour pelo sul racista dos EUA nos anos 60 para buscar união entre os povos e se encontrar.

 

Na disputa acirrada de Melhor Atriz, que teve até empate no Critics’ Choice Awards, Glenn Close venceu no SAG sobre Lady Gaga. Apesar de já ter vencido um SAG em 2005 pelo telefilme O Leão no Inverno, é a primeira vez que a atriz ganha por um trabalho no cinema. Com essa importante vitória, Glenn Close parte rumo ao seu primeiro Oscar depois de sete indicações! Embora não seja uma performance ruim, muitos estão encarando esse prêmio como um conjunto da obra da carreira dela.

10072664gh

Glenn Close leva o SAG de Atriz por A Esposa, e reduz um pouco as chances de Lady Gaga no Oscar

Já na categoria de Melhor Ator, muitos apostavam em Christian Bale (que venceu o Globo de Ouro e o Critics’ Choice) por Vice, ou mesmo Bradley Cooper por Nasce uma Estrela como uma espécie de compensação pela não-indicação de Direção no Oscar, mas Freddie Mercury e o Queen falaram mais alto novamente, e Rami Malek se consagrou no SAG.

O grande perdedor da noite foi Nasce uma Estrela, que havia sido o recordista desta edição com 4 indicações, mas não levou nenhum SAG! Com essa participação nula no SAG, as chances no Oscar se reduziram ainda mais, e tudo indica que o filme pode ficar restrito ao prêmio de Canção Original e mais um Oscar de Melhor Som, talvez.

Vencedores do 25º SAG Awards

CINEMA

MELHOR ATOR
Christian Bale (Vice)
Bradley Cooper (Nasce uma Estrela)
Rami Malek (Bohemian Rhapsody)
Viggo Mortensen (Green Book: O Guia)
John David Washington (Infiltrado na Klan)

MELHOR ATRIZ
Emily Blunt (O Retorno de Mary Poppins)
Glenn Close (A Esposa)
Olivia Colman (A Favorita)
Lady Gaga (Nasce uma Estrela)
Melissa McCarthy (Poderia Me Perdoar?)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Mahershala Ali (Green Book: O Guia)
Timothee Chalamet (Querido Menino)
Adam Driver (Infiltrado na Klan)
Sam Elliott (Nasce uma Estrela)
Richard E. Grant (Poderia Me Perdoar?)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Amy Adams (Vice)
Emily Blunt (Um Lugar Silencioso)
Margot Robbie (Duas Rainhas)
Emma Stone (A Favorita)
Rachel Weisz (A Favorita)

MELHOR ELENCO
Nasce uma Estrela
Pantera Negra
Infiltrado na Klan
Bohemian Rhapsody
Podres de Ricos

TELEVISÃO

MELHOR ATOR EM SÉRIE OU MINISSÉRIE
Antonio Banderas (Genius: Picasso)
Darren Criss (Assassination of Gianni Versace)
Hugh Grant (A Very English Scandal)
Anthony Hopkins (King Lear)
Bill Pullman (The Sinner)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE OU MINISSÉRIE
Amy Adams (Sharp Objects)
Patricia Arquette (Escape at Dannemora)
Patricia Clarkson (Sharp Objects)
Penelope Cruz (Assassination of Gianni Versace)
Emma Stone (Maniac)

MELHOR ATOR EM SÉRIE DRAMÁTICA
Jason Bateman (Ozark)
Sterling K. Brown (This Is Us)
Joseph Fiennes (The Handmaid’s Tale)
John Krasinski (Tom Clancy’s Jack Ryan)
Bob Odenkirk (Better Call Saul)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA
Julia Garner (Ozark)
Laura Linney (Ozark)
Elisabeth Moss (The Handmaid’s Tale)
Sandra Oh (Killing Eve)
Robin Wright (House of Cards)

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA
Alan Arkin (The Kominsky Method)
Michael Douglas (The Kominsky Method)
Bill Hader (Barry)
Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel)
Henry Winkler (Barry)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA
Alex Borstein (The Marvelous Mrs. Maisel_
Alison Brie (GLOW)
Rachel Brosnahan (The Marvelous Mrs. Maisel)
Jane Fonda (Grace and Frankie)
Lily Tomlin (Grace and Frankie)

MELHOR ELENCO EM SÉRIE DRAMÁTICA
The Americans
Better Call Saul
The Handmaid’s Tale
Ozark
This Is Us

MELHOR ELENCO EM SÉRIE DE COMÉDIA
Atlanta
Barry
GLOW
The Kominsky Method
The Marvelous Mrs. Maisel

MELHOR EQUIPE DE DUBLÊS EM SÉRIE DRAMÁTICA OU DE COMÉDIA
GLOW

Marvel’s: Daredevil
Tom Clancy’s Jack Ryan
The Walking Dead
Westworld

MELHOR EQUIPE DE DUBLÊS DE CINEMA
Homem-Formiga e a Vespa
Vingadores: Guerra Infinita
The Ballad of Buster Scruggs
Pantera Negra
Missão: Impossível – Efeito Fallout

***

A 91ª edição do Oscar está marcada para o dia 24 de fevereiro.

Anúncios