‘TÁR’ VENCE o NYFCC como MELHOR FILME

FILME INDIANO É UMA DAS SURPRESAS NA SELEÇÃO DOS CRÍTICOS NOVA-IORQUINOS

Nesta sexta-feira, 02, o Círculo de Críticos de Nova York anunciou sua seleção de melhores de 2022. TÁR venceu como Melhor Filme e, como esperado, levou o prêmio de Atriz para Cate Blanchett. Coincidentemente, quando levou o mesmo prêmio em 2013, a australiana também levou o Oscar por Blue Jasmine.

Conforme aconteceu poucos dias atrás, o vietnamita Ke Huy Quan ganhou o prêmio de Ator Coadjuvante pela aventura Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo. Apesar de ser apenas o início da temporada de premiações, o ator certamente larga na frente e pode assumir o favoritismo da categoria. Algo um pouco semelhante acontece com Colin Farrell, que já havia faturado o prêmio de Ator no Festival de Veneza por The Banshees of Inisherin e volta a ganhar outro importante reconhecimento. O que pode lhe prejudicar é a divisão de votos que pode haver entre suas duas performances: a do filme de Martin McDonagh e de After Yang.

Duas grandes surpresas deste anúncio: Keke Palmer como Atriz Coadjuvante por Não! Não Olhe! Não que ela não mereça esse reconhecimento, mas ela não vinha nem sendo lembrada por vários especialistas. Quem sabe esse prêmio não a coloque de volta à corrida? E a outra, obviamente, é a premiação de S.S. Rajamouli pela direção do blockbuster indiano RRR, disponível na Netflix. Quando todos imaginavam que o filme seria o representante da Índia na disputa pelo Oscar de Filme Internacional, o comitê do país decidiu selecionar outra produção. Felizmente, isso não impede o filme de ser indicado em outras categorias como Fotografia, Design de Produção, Trilha Original e até mesmo Direção. Nos últimos anos, sempre tem havido pelo menos um diretor estrangeiro na categoria.

O prêmio de Fotografia para Top Gun: Maverick mostra que o filme de ação não estará presente no Oscar apenas pelo sucesso de bilheteria estrondoso, mas por sua qualidade técnica… e claro, a canção de Lady Gaga, que prevejo ganhar o Oscar da categoria. É muito bacana também ver uma animação fora do eixo Disney e Pixar ganhar, principalmente num ano em que nenhuma animação mainstream está sendo cogitada como favorita. Marcel the Shell With Shoes On é uma adorável história de um molusco utilizando a técnica de stop motion da A24 que merece mais atenção.

Pra fechar, EO, de Jerzy Skolimowski, que acompanha a jornada de um burro pela Europa moderna, vence como Filme Internacional, lembrando que é o representante oficial da Polônia, e deve figurar na pré-lista que sai ainda em Dezembro.

SEGUEM OS VENCEDORES DO NYFCC 2022:

FILME
TÁR
Dir: Todd Field

DIREÇÃO
S. S. Rajamouli (RRR)

ATOR
Colin Farrell (After Yang) (The Banshees of Inisherin)

ATRIZ
Cate Blanchett (TÁR)

ATOR COADJUVANTE
Ke Huy Quan (Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo)

ATRIZ COADJUVANTE
Keke Palmer (Não! Não Olhe!)

ROTEIRO
Martin McDonagh (The Banshees of Inisherin)

FOTOGRAFIA
Claudio Miranda (Top Gun: Maverick)

FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRO
EO
Dir: Jerzy Skolimowski

FILME DE NÃO-FICÇÃO
All the Beauty and the Bloodshed

LONGA DE ANIMAÇÃO
Marcel the Shell with Shoes On
Dir: Dean Fleischer-Camp

FILME DE ESTREIA
Aftersun
Dir: Charlotte Wells

Special Award: Jake Perlin, curador, distribuidor, editor, em reconhecimento de suas indispensáveis contribuições à cultura de filme.

Special Award: dGenerate Films, por seu inestimável trabalho em trazer filmes independentes da China.

Special Award: Jafar Panahi, por sua bravura obstinada como artista e pela humanidade e beleza de uma obra criada nas circunstâncias mais opressivas.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: